• Google Chrome Bate Safari em Uso nos Estados Unidos

    Atualmente, o Google Chrome é o terceiro navegador Web mais popular nos Estados Unidos, estando atrás apenas dos navegadores Internet Explorer da Microsoft (ainda em primeiro lugar, imbatível), e do Firefox da Mozilla (segundo lugar com honra). Por sinal, esta é a primeira vez que o Chrome ultrapassa o Safari da Apple em uso, e sua trajetória só continua a crescer. Mas de onde vem essas informações? Esses dados foram obtidos através de um estudo realizado pela StatCounter, empresa especializada em análises e estudos via Web. De acordo com a StatCounter, o Chrome ultrapassou o Safari ontem, dia 26 de junho.

    O Google Chorme agora sustenta uma fatia de 8,97 por cento do uso de navegadores Web em todo território norte-americano, um pouco acima dos 8,88 por cento do mercado atual do Safari. Claro que esses valores ainda estão muito distantes do primeiro e segundo colocados. Internet Explorer (i. é, todas as versões ainda em uso deste navegador) possui uma fatia de 52 porcento, enquanto o Firefox da Mozilla tem 28,5 por cento do mercado de navegadores. O caso do Firefox também é o mesmo. Esse valor para sua fatia de mercado representa várias de suas versões ainda em uso.

    É claro que no caso do Internet Explorer, a fatia para versões mais antigas ainda é grande, principalmente a famigerada versão 6 do Internet Explorer, que a própria Microsoft tenta convencer seus usuários a atualizarem seus navegadores para a última versão. Já no caso dos outros navegadores como o Firefox, o uso de versões muito desatualizadas é insignificante. Mais desprezível ainda são os valores referentes a versões desatualizadas para o Safari e o Chrome.

    Já fora dos Estados Unidos, o Google Chrome já passou o Safari há muito tempo, e agora representa uma fatia de mercado de 9,4 por cento. Com relação aos quatro-grandes, o Safari está como lanterninha, na quarta posição, com apenas 4 por cento de todo o mercado de navegadores. Especialistas afirmam que o Chrome ganhou terreno mais rápido, por estar disponível em muito mais variedades de idiomas que o Safari. O Safari está disponível em 16 idiomas. Já o Chrome está disponível para download e uso em três vezes mais idiomas que seu concorrente.

    Curiosidade à parte, a StatCounter diz ter baseado sua pesquisa para o equivalente a uma análise de 3,6 bilhões de page views, sendo 874 milhões desse total somente nos Estados Unidos. Os dados foram obtidos através da captura de informações de suas redes de contadores embarcadas nas páginas de mais de 3 milhões de sites Web.

    E o mercado de navegadores, tanto para o Chrome quanto para o Safari, não fica restrita aos desktops residenciais e empresariais. Ambas as empresas investem massivamente no mercado de smartphones com acesso a internet. Mas claro que esse valor pode cair um pouco com a exorbitante venda de mais de 1,7 milhões de unidades do novo iPhone 4 da Apple, em apenas três dias. Esse número foi alcançado com as vendas do iPhone 4 efetuadas no período de 24 a 26 de junho de 2010, i. é, de quinta-feira passada até sábado).

    Não há como predizer se o uso dessa nova aquisição, em quantidade, será responsável por mover a balança dessa análise em favor da Apple. E o atual número de vendas de iPhone também alcançou seu limite. Assim como o iPad, a empresa de Steve Jobs foi obrigada a se desculpar com seu público pois todo o seu estoque foi exaurido com os pedidos atuais. Com isso, a Apple só deixou de vender mais unidades do iPhone 4 porque a companhia não possui mais estoque. Caso contrário, as vendas nessa semana poderiam ter entrado para a história (e para o Guinness).


    Links de Interesse:

    - Google's Chrome Passes Safari in US Browser Share
    - Google Chrome Boots Apple's Safari Browser Down to Fourth Place in U.S.


    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L