• Cibercrime e as Redes Sociais

    Quase todos os dias são veiculadas notícias relacionadas a ocorrências de malware, e as redes sociais não estão isentas disso. A Webroot, empresa norte-americana líder em segurança com sede no Colorado, afirma que a privacidade dos usuários está cada vez mais em risco, devido ao compartilhamento de informações realizado em sites de relacionamentos, o que os obriga a ficar mais atentos para reduzir os riscos dessa exposição.

    De acordo com Jacques Eramus, especialista em ameaças de segurança da Webroot, nesses últimos nove meses a rede de inteligência de ameaças detectou mais de 4.000 versões do vírus Koobface. Os cibercriminosos continuam visando as redes sociais, porque eles podem acessar rapidamente um grande número de vítimas. Mas as descobertas mostram que as pessoas estão se conscientizando disso, e agora estão mais espertas quanto à segurança dos seus dispositivos e informações que compartilham online, acrescentou Jacques.


    Ataques Através de Redes Sociais Estão Aumentando

    Nos Estados Unidos, o número de redes sociais que foram atingidas por infecções causadas pelo Koobface e outros ataques à redes sociais subiu de 8% em 2009 para 13% em 2010, e para 18% neste ano de 2011. No Reino Unido, o número de redes sociais que sofreram ataques passou de 6% em 2009 para 12% em 2010, e para 15% em 2011.

    Além de medir as tendências ano a ano, a Webroot tem investigado novos hábitos e comportamentos que vieram à tona nos dias de hoje, devido aos internautas estarem cada vez mais conectados às redes sociais. As pesquisas revelam que mais de 50% dos usuários envolvidos nas pesquisas, se sentem dependentes das redes sociais as quais frequentam; pouco mais de 40% cento das pessoas que visitam suas redes sociais várias vezes ao dia ou constantemente, está acessando a partir de dispositivos móveis.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=11464

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L