• Liberada Plataforma de Gerenciamento Proteus 3.7

    BlueCat Networks anunciou neste dia 27 de setembro, a última versão do Proteus, um sistema de gestão de uma plataforma escalável IP Address Management (IPAM). Proteus 3.7 proporciona maior facilidade de utilização, maior escalabilidade,melhor integração de redes e oferece suporte a virtualização.

    Os Principais Recursos do Proteus 3.7

    Quick Actions: Os administradores podem agora realizar atividades comuns como hosts adicionando, endereços IP e informações DHCP diretamente da home page Proteus. Ao fornecer um método para adicionar DNS e dados IP, Proteus reduz o tempo necessário para executar tarefas comuns em até 80 por cento.

    A interface de usuário simplificada, inclui menus pull-down que removem a necessidade de lembrar zonas de IPs e pré-seleção de primeira instância, referente a endereços IP disponíveis para a conclusão da tarefa de forma ainda mais rápida, até mesmo por usuários iniciantes. Há uma integração do fluxo de trabalho completo, controles de aprovação e garantia sobre a responsabilidade de auditoria e conformidade.

    Suporte de Virtualização - Proteus e o Adonis DNS / DHCP (solução de software), agora suportam VMware e Microsoft Hyper-V. Lembrando que BlueCat Networks é o fornecedor IPAM apenas para apoiar diversos hypervisors, proporcionando aos clientes uma escolha de plataformas de virtualização.

    Suporte Aprimorado para IPv6 - A plataforma Proteus IPAM fornece o suporte mais abrangente da indústria do IPv6 para serviços de gerenciamento crítico, incluindo o NTP, SSH e SNMP. Proteus é uma tecnologia de transição para IPv6, gerenciando ambientes IPv4 e IPv6 a partir de uma única interface.

    Descoberta de Rede Aprimorada e Integração - Novo Layer 2 baseado em LLDP, oferece às organizações uma visibilidade mais ampla e melhor acesso às informações consideradas críticas para switches e roteadores. O sistema Proteus oferece built in IPv4 e IPv6, sem que haja nenhum custo extra.

    As Políticas de Conciliação - políticas de conciliação permitem aos administradores criar critérios de aceitação, com a finalidade de automatizar a reconciliação de dados de descoberta de rede, a fim de reforçar as políticas de rede e recuperar não utilizados, mas o espaço de rede reservados.

    Templates DHCP - Os administradores podem agora atribuir um modelo de DHCP para os endereços IP individuais ou grupos de endereços, a fim de herdar automaticamente as configurações e opções comuns DHCP, simplificando esse mesmo gerenciamento DHCP, reduzindo o tempo e esforço.

    Links de Interesse:

    -BluecatNetworks
    -Afilias


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L