• Minimizando os Riscos de Fraudes de Identidade

    A Javelin Strategy & Research, especialista em mitigar situações de ameaças a segurança dos dados dos usuários, recomenda que os consumidores sigam uma importante e interessante abordagem composta por três fases, para minimizar o risco e o impacto da fraude de identidade. Dessa forma, são recomendadas algumas dicas de segurança:

    Prevenção:

    É primordial que os dados pessoais sejam mantidos privados; seja em casa, no trabalho e em seus dispositivos móveis, proteja os seus registros pessoais e financeiros em um dispositivo de armazenamento bloqueado ou atrás de uma senha. Dos consumidores que sabiam como os crimes foram cometidos, nove por cento de todos os crimes de fraude de identidade foram cometidos por alguém previamente conhecido da vítima, levando em conta o que aconteceu em 2011. Evite cheques para pagar as contas ou para depositar fundos na sua conta bancária. Use pagamento de contas on-line através de um sistema de acesso seguro à Internet (e não um público hotspot Wi-Fi) ao invés de depósito direto.

    Sociabilidade e Responsabilidade - Enquanto as redes sociais são extremamente populares, seja cuidadoso sobre a exposíção de suas informações pessoais, que normalmente sejam utilizadas para autenticação (isso envolve data de nascimento, nome da escola); tal procedimento se aplica a todas as redes sociais.

    Use dispositivos móveis de forma responsável: lembre sempre que eles são um tesouro de informações para os fraudadores. As diversas funcionalidade dos dispositivos móveis, fornece aos fraudadores novos caminhos para a informação. Certifique-se das aplicações que você baixar, das vezes que for compartilhar os dados que você usa e onde você deixa seus dispositivos.

    Faça perguntas, pois antes de fornecer qualquer informação sobre telefones celulares, sites de mídia social e sites de transações, questione sobre os dados que estão sendo solicitados. Por que eles precisam desses dados? Como as informações estão sendo usadas? Analise se você tem a ganhar ou a perder com essas informações que estão sendo questionadas.


    Detecção:

    O utilizador deve assumir o controle, pois em 2011, 43 por cento das fraudes foi detectada pela primeira vez pelas vítimas. Por conta de monitoramento on-line em sites de banco e cartão de crédito, e configuração de alertas que podem ser enviadas via e-mail e para um dispositivo móvel, os consumidores podem mais rapidamente detectar se tornou-se uma vítima de fraude de identidade e dar um basta nessa prática criminosa o quanto antes.

    Saiba cada vez mais sobre os métodos para proteger sua identidade: existe uma ampla gama de serviços disponíveis para os consumidores que querem a proteção extra e paz de espírito. Estes incluem o acompanhamento de crédito, alertas contra fraudes, congelamentos de crédito e digitalização do banco de dados. Alguns serviços podem ser obtidos por uma taxa e outros sem nenhum custo. Esses serviços podem detectar informações potencialmente fraudulentas de relatórios de crédito, registros públicos, e atividades on-line que são difíceis de controlar por conta própria.


    Resolução:

    Relatar problemas imediatamente quando eles ocorrerem. O trabalho com o seu banco, cooperativa de crédito ou prestadora de serviços de proteção podem tirar proveito de serviços de resolução de perda, proteções e métodos para proteger as suas contas. A resposta rápida pode aumentar a probabilidade de que as perdas são reduzidas, e a aplicação da lei pode perseguir os fraudadores para que eles experimentem todas as conseqüências para suas ações.

    Leve qualquer notificação de violação de dados a sério, pois caso você receba uma notificação de violação de dado. Se você receber uma oferta da sua instituição financeira ou o revendedor para um serviço de monitoramento livre após um dano causado, você deve tirar proveito da oferta ou acompanhar de perto as suas contas, de forma direta, para sua maior segurança.


    Saiba Mais:

    [1] Help Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=12464


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L