• Nossa Sociedade Tem Problemas?

    Recentemente publiquei uma notícia sobre o último "caso" envolvendo o Facebook, a maior rede social do mundo. No artigo, a empresa estava sendo "acusada" de contribuir para o aumento do número de casos de Sífilis no planeta. Procurando na Internet, não foi difícil encontrar os outros "casos" no qual o Facebook estivesse "envolvido". Muitos deles ocorreram na Grã bretanha. Coincidência ou não, lá "todos" adoram essa rede social.


    Não é de hoje que vemos casos que beiram o surreal, mas com o advento da Internet e da constante inclusão digital de nossa população global, ficamos cada dia mais próximos do crescente volume de informações de nossas sociedades. E os casos que presenciamos offline, são multiplicados por 1000 (ou muito mais que isso) na Grande Rede, pela facilidade com que as informações podem chegar até nós. Pois bem, vamos aos "casos" mais destacados.


    Facebook e o Divórcio

    Vários advogados culpam o Facebook por, pelo menos, um em cada cinco petições de divórcio, "afirmando" que a facilidade de conexão entre as pessoas pelo site, permitindo contato com amigos antigos e aumentando o número de novas amizades, está por trás do crescente número de divórcios, além de incentivar a tentação das pessoas em trair seus parceiros. Esse é o primeiro dos casos encontrados na Internet, e envolve processos judiciais, onde o Facebook é "citado".


    Facebook Incentiva o Suicídio Infantil

    Essa "acusação" partiu de um membro da Igreja Católica. O Arcebispo Vincent Nichols, líder da Igreja Católica na Inglaterra, o alerta que o Facebook encoraja os adolescentes a ver suas relações de amizade como "commodities", o que os está levando ao suicídio. De acordo com o argumento do Arcebispo, esse é mais um dos muitos sites de rede social que leva os adolescentes a construírem "relações transientes", tornando-os altamente dependentes do sistema, e incapazes de lidar com a situação quando sua "rede" colapsa.


    Facebook Acusado de Matar Dizeres Tradicionais

    Ainda na Grã Bretanha, o Facebook é acusado de matar lentamente as palavras e expressões britânicas, como "a little bird told me" (na tradução, "um passarinho me contou") e "hold your horses" (na tradução, "segure seus cavalos", ou "controle-se"). Em um levantamento sobre o "problema", foi constatado uma tendência nas frases utilizadas nessas comunicações, e foi percebido que as frases que eram usadas pelos pais e avós tem "desaparecido".

    Vai entender... Eu ainda acho mais "preocupante" a tortura, lenta e dolorosa, e com requintes de crueldade (seguidas de assassinato, é claro) que nossos cidadãos comentem com a "nossa" Língua Portuguesa, que de última flor do Lácio, parece ter se tornado a "última peça de carne do açougue"... E esse problema tem se alastrado para nossas escolas... Afinal, os alunos parecem se dedicar mais a "escrita" em conversas de chat de seus computadores, do que em sala de aula.


    Facebook Acusado de Incentivar o Raquitismo

    Para variar, de novo na Grã bretanha, o Facebook tem sido responsabilizado pelo aumento do número de crianças que sofrem de raquitismo. Os pesquisadores escreveram para a revista British Medical Journal, dizendo ter encontrado "relação" entre a rede social e o aumento de incidência do raquitismo, "aifrmando" que o uso do Facebook e seus jogos levam a doença, causado pela deficiência crônica de vitamina D. A "desculpa" para tal "acusação" foi a permanência do cidadão, na maior parte do seu tempo pendurado na frente de seus computadores (e nessa rede social), ficando assim cada vez mais distante da luz solar, e de uma dieta alimentar de boa qualidade. E os mesmos pesquisadores afirmam que esse quadro é "perturbadoramente comum" entre as crianças britânicas.

    Ao meu ver, qualquer vício que distraia o cidadão de uma boa vida, e o prive de seus direitos básicos e sagrados, é suficiente para levá-lo ao caminho das "doenças". Lembrem-se que o ser humano tem o direito de "viver", e não de "sobreviver".


    Facebook Acusado de Tornar os britânicos Introvertidos

    Em um estudo da Mintel, uma empresa de pesquisa de mercado, foi "constatado" que mais da metade dos adultos que utilizam sites como o Facebook, admitem que passam mais tempo em chats online que falando pessoalmente com os amigos e conjugues. Os também pesquisadores descobriram que os usuários fazem menos ligações via celular (detalhe, no passado o celular foi alvo das mesmas acusações...), enviam menos texto em menos e-mails (que bom! deve ter bem menos gente enviando SPAM no mundo :-D, assistem menos televisão (que bom! Menos gente com "cérebro embotado" :-D, e passam menos tempo jogando no computador (que ótimo para quem reclamava que as pessoas passavam a maior parte do tempo jogando CS e derivados).

    E tudo isso por causa de seu "novo hábito" online (i. é, a rede social facebook). É interessante constatar que o ser humano parece estar fadado a "colecionar" vícios, não importa a Era. Esses apenas vão rotacionando com o tempo, nunca sendo extintos.


    Facebook Torna os Parceiros Ciumentos

    Desta vez a pesquisa vem da Universidade de Guelph. Os pesquisadores "encontraram" que com o uso do Facebook, aumentam os "níveis" de ciúmes entre os parceiros de uma relação, devido a um maior intercâmbio social com os amigos e, principalmente, com parceiros anteriores. Eles também "descobriram" que, quanto mais tempo um parceiro passa na Internet utilizando a rede social para monitorar seus respectivos parceiros, maior a suspeita deles. Resumindo: a mente humana é capaz de "coisas incríveis", não é verdade? :-D


    Facebook Faz seus Usuários Se sentirem Pouco Atraentes

    Essa é uma das melhores. Milhões de usuários do Facebook afirmam evitar fazer upload de suas fotos, e querem sempre remover seus nomes de todas as fotos deles no site, porque se sentem muito gordos, feios e/ou velhos... A pesquisa revelou que, uma em cada duas pessoas, admitiram não colocar nunca no site as imagens de seus "dias gordos", quando fazem a atualização de seus profiles.

    E tem muito mais casos "contra" o Facebook descritos na Internet. É só fazer a sua pesquisa e rir um pouquinho das "situações". Acho o cenário muito surreal, e quando vejo esse tipo de notícia falando de acusações "sem-pé-nem-cabeça" sempre me belisco para ver se não estou dormindo e tendo pesadelos... e nunca consigo acordar...


    Under-Linux no Facebook

    Por sinal, já visitaram o Under-Linux no Facebook? Apareça por lá e participe de nossa Comunidade: http://www.facebook.com/underlinux


    Notícias Relacionadas:

    - Alerta: Facebook Não Causa Sífilis


    Links de Interesse:

    - Facebook: what social networking site 'is blamed for' amid syphilis claims
    - Facebook Does Not Cause Syphilis: Facebook
    - Facebook could sue over syphilis claims

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L