• Irã: Confusão Sobre Suposto Ataque do Stuxnet

    Um porta-voz do governo iraniano, negou relatos de que um ataque desencadeado pelo worm Stuxnet estaria atingindo alvos industriais no Irã. Citando a agência de notícias ISNA como sua fonte, meios de comunicação ocidentais citaram um representante da sociedade civil do Irã como organização de defesa, afirmando que um ataque foi repelido com a ajuda de crackers que estavam trabalhando para o governo. Alega-se que, há alguns meses, uma amostra de malware como o Stuxnet foi infiltrada em uma série de alvos industriais, incluindo um fornecedor de electricidade na província de Hormozgan.


    O worm Stuxnet, que teria sido projetado por Estados Unidos e Israel com fins de espionagem industrial, está em pauta novamente. Ele teria desencadeado novos ataques contra alvos iranianos, o que mais tarde foi negado por um porta-voz do governo daquele país.

    O site da emissora de televisão estatal iraniana agora está relatando que o porta-voz da agência do governo em questão, disse que isso não é correto e que as declarações que ele fez em uma conferência de imprensa foram mal interpretadas. Agora, ele disse apenas ter afirmado que a agência está preparada para se defender contra tais ataques.

    Como muitos sabem, o worm Stuxnet foi descoberto em 2010, dando início a uma sequência de ataques e sabotagens a sistemas de controle industrial. Acredita-se que ele pode ter sido usado pelo governo dos EUA para interromper o programa nuclear iraniano. Segundo relatos, o Stuxnet é um pedaço de malware relacionado com o Flame, e ambos foram desenvolvidos pelo serviço de inteligência dos EUA e pelos militares israelenses. O especialista russo em segurança, Eugene Kaspersky, recentemente, advertiu sobre uma ameaça contínua provocada pelo famigerado e perigoso Stuxnet.


    Saiba Mais:

    [1] Heise On-line http://www.h-online.com/security/new...n-1774496.html

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L