• Políticas de BYOD Vigoram em Apenas 8% das Organizações no Reino Unido

    Como um maior nível de eficiência, a produtividade dos funcionários e redução dos encargos sobre as equipes de TI continuam a impulsionar a adoção de seu próprio dispositivo (BYOD), de acordo com uma pesquisa recente que envolveu mais de 500 tomadores de decisão de TI. A pesquisa feita pela Zenprise, sugere que as empresas do Reino Unido estejam deixando-se muito expostas a riscos de segurança, já que apenas uma pequena parcela dessas organizações estejam implementando políticas formais que regem o uso de dispositivos pessoais no local de trabalho.

    As implicações de segurança que permitem o acesso a redes corporativas e recursos de dispositivos pessoais são importantes, e sem uma gestão cautelosa, pode ocorrer um vazamento intencional ou acidental de dados corporativos sensíveis. Apesar desses riscos, 39% dos entrevistados afirmaram que grande parte dos funcionários estão autorizados a utilizar dispositivos para uso pessoal e corporativo, enquanto apenas 8% possuem uma política de BYOD formal.


    Mesmo quando as políticas de BYOD estão em vigor, as empresas não mostram que estejam convictas de que estes procedimentos possam ooferecer proteção adequada contra quebras, com apenas 31% dos entrevistados apresentando uma política sólida. A partir daí, há uma afirmação de que não haveria preocupações relacionadas à segurança.

    De todas as pessoas inquiridas, apenas 7% delas disseram que sua empresa foi capaz de bloquear o uso do aplicativo, enquanto apenas 5% possuem os meios para controlar dispositivos de GPS. Estes resultados apontam para um nível preocupante de complacência entre as organizações, no que diz respeito a assegurar os processos de gerenciamento de dispositivos móveis.


    Saiba Mais:

    [1] Help Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=14163

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L