• Ministério da Defesa: Aprovação de Política Cibernética

    Através de uma portaria publicada no dia 27 de dezembro de 2012, no Diário Oficial da União, o Ministério da Defesa (MD) aprovou sua Política Cibernética de Defesa. A finalidade de tal política é orientar as atividades de segurança e proteção no mundo cibernético, de forma estratégica e relacionado à guerra cibernética, envolvendo os níveis operacional e tático, no âmbito das Forças Armadas. As diretrizes desta política serão implementadas nos grandes eventos que serão sediados no país, dentre eles a Copa das Confederações de 2013, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.


    Com a vigência desta nova política, o Ministério da Defesa procura assegurar a utilização efetiva do espaço cibernético pelas Forças Armadas, além de impedir ou dificultar sua utilização contra os interesses do país. Segundo consta no documento, deverão ser criados e normatizados processos de segurança cibernética, cujo o objetivo será padronizar os procedimentos de defesa da grande rede. Na sequência, deverão também ser estipulados alguns programas e projetos para garantir a capacidade de atuar em rede com a devida segurança.

    Além disso, a portaria também prevê a criação do Sistema Militar de Defesa Cibernética (SMDC), que contará com a participação de civis e militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. Vale ressaltar que é atribuição do SMDC todas as atividades de coordenar e integrar as ações de defesa cibernética (na esfera do Ministério da Defesa), incluindo as áreas de inteligência, ciência e tecnologia, setor operacional, doutrina e recursos humanos. A incorporação e o gerenciamento deste novo sistema, é de responsabilidade do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA).


    Saiba Mais:

    [1] Ministério da Defesa https://www.defesa.gov.br/index.php/...tica-de-defesa

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L