• Cisco e Arbor Networks Combatendo Ataques DDoS

    A Cisco Systems. Inc recentemente re-iniciou sua participação na luta contra ataques do tipo DDoS ao oferecer tecnologia da Arbor Networks junto aos seus roteadores de grande porte. Voltado para grandes empresas como Amazon, Claro e Telefonica, os equipamentos da Arbor Networks possuem soluções perfeitas contra ataques do tipo DDoS em larga escala. Isso irá permitir que as soluções CRS (Carrier Routing System) da Cisco possam detectar ameaças e tráfego suspeito em suas redes operacionais -- um trabalho que de outra forma precisava ser feito por equipamentos standalone da própria Arbor.


    Unidos Venceremos

    De acordo com Tom Bienkowski, diretor de marketing de produto da Arbor, a Cisco licenciou o Peakflow SP Threat Management System da companhia para que assim essa tecnologia possa ser embarcada no módulo Cisco Carrier Grade Services Engine (CGSE) em seus roteadores de grande porte do tipo CRS-1. Essa abordagem permite oferecer vantagens como não ter ataques de tráfego de rota permitindo que os centros dedicados possam ser limpos e economizar mais nos custos de retorno de tráfego.


    Tanto a Cisco como a Arbor estão armando os roteadores CRS-1 com tecnologia anti-DDoS. Bienkowski ainda afirma que cada CSGE pode suportar ataques DDoS de até 10Gbps de consumo de banda e que quatro blades juntas podem suportar um máximo de 40Gpbs. Vale ressaltar que a Arbor também possui um acordo de OEM semelhante com a Alcatel-Lucent e seus roteadores 7750SR.

    Porém, mesmo sabendo que possa existir uma redução de custos com largura de banda e gerenciamento de tráfego ao utilizar essa tecnologia embarcada de roteadores, ao comparar com as soluções separadas de equipamentos anti-DDoS da Arbor, Bienkowski afirma que o preço atual para o embarque de TMS-CGSE num CRS pode ficar um pouco acima em comparação a uma aquisição separada do Arbor Peakflow. Porém, o mesmo não ofereceu maiores detalhes sobre o assunto.


    Relação de Longa Data

    A Cisco e a Arbor já possuem uma longa relação de mercado, tanto de forma cooperativa quanto de forma competitiva. Há mais de uma década atrás, a Cisco foi um dos primeiros investidores da Arbor, e o Cisco NetFlow era uma importante fonte de dados para a detecção anti-DDoS.

    Ao longo dos anos, a Cisco tem utilizado sua própria tecnologia anti-DDoS, como o Anomaly Guard e o Anomaly Detector Modules para detecção e mitigação contra ataques do tipo DDoS, mas saiu desse mercado por volta de 2010. A empresa então estabeleceu uma relação próxima com as soluções anti-DDoS da Arbor em suas redes operacionais, e com o anúncio de hoje sobre o embarque de tecnologia Arbor diretamente nos roteadores Cisco representa um novo passo no relacionamento dessas duas companhias.


    Saiba Mais:

    Cisco joins with Arbor Networks to fight DDoS attacks


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L