• BYOD: Virtualização e Gerenciamento de Dispositivos como Garantia de Segurança

    A implementação de ferramentas que ofereçam maior controle da rede corporativa e um melhor processo de gerenciamento dos dispositivos móveis, pode reduzir muitos riscos e o número de ameaças à segurança das informações, que tem sido cada vez mais frequentes. Mesmo com as facilidades prometidas pelas práticas de BYOD (Bring Your Own Device), ainda há muitas empresas que resistem fortemente à sua adoção. O que torna-se de fato, um grande entrave na tomada dessa decisão ainda são as inúmeras dúvidas quanto à segurança das informações, e quanto aos riscos que a utilização de dispositivos móveis pelos colaboradores pode trazer para as organizações.


    CIOs: Postura Conservadora Relacionada a Inovações

    De acordo com as declarações do executivo Rodrigo Suzuki, gerente de consultoria da PromonLogicalis, em qualquer situação inédita, principalmente no que diz respeito à segurança, os CIOs mantem uma postura conservadora. Além disso, algumas empresas reconhecem que o BYOD pode trazer muitos ganhos com a produtividade, mas isso não se torna fator excludente das diversas preocupações que existem com o vazamento de informações.



    Riscos Oferecidos Pelas Práticas de BYOD

    Realmente, os riscos são muitos. E ainda podem surgir em situações em que um funcionário perde um smartphone, ou então, instala uma nova aplicação. Por causa disso, vem a pergunta: como controlar a segurança da informação e implementar sistemas de prevenção contra ataques de vírus? "As ameaças cibernéticas não são diferentes no BYOD; elas apenas trazem formas de ataques diferentes. Suzuki disse ainda que, ao utilizar um tablet que é da empresa, provavelmente ele estará blindado. Mas quando o dispositivo é pessoal, não dá pra garantir que haverá toda essa proteção, por isso existe a enorme necessidade de garantir esse controle de ameaças.


    Desafios do BYOD

    A implementação de ferramentas e infraestrutura que garantam a segurança da informação, maior controle da rede corporativa e gerenciamento de dispositivos móveis são os grandes desafio do BYOD. Conforme tem sido comprovado a eficácia das plataformas de gerenciamento de dispositivos móveis (MDM, da sigla em inglês), as empresas têm se mostrado mais abertas a esse processo. Diante de situações como a perda ou roubo do aparelho, essas soluções de MDM permitem que os dados e outras informações de igual relevância, sejam apagados remotamente.

    Levando esses fatores em consideração, a virtualização das aplicações é uma grande aliada para que seja obtido um nível maior de segurança na utilização de dispositivos móveis. O executivo da PromonLogicalis diz ainda que, a partir do momento em que for disponibilizado acesso somente à tela, com a virtualização, é possível assegurar que não exista nenhum tipo de dado da empresa dentro do dispositivo. O dispositivo passa a ser somente de acesso, e não de processamento.

    Além disso, Suzuki destaca a nacessidade de haver uma política de controle também por parte da empresa, do data center, realizando um acompanhamento mais afinado em relação ao uso das aplicações. Há algum tempo, ter um NOC (Network Operation Center) era o suficiente para acompanhar esse processo de utilização. Como está havendo uma mudança significativa de um cenário de ataque à estrutura para ataque à aplicação, soluções como firewalls de aplicação e sistema de correlações de eventos são fundamentais, para que a empresa tenha a capacidade de detectar e responder, em tempo hábil, a eventuais ataques. Portanto, implementar a virtualização atrelada a um controle rigoroso dos dispositivos é o caminho para a adotar, com segurança, as práticas de BYOD nos ambientes corporativos.


    Saiba Mais:

    [1] PromonLogicallis http://www.br.promonlogicalis.com/
    [2] Information Week http://informationweek.itweb.com.br/...a-ao-controle/

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L