• JBoss agora se chama WildFly

    O anúncio da Red Hat em Outubro de 2012 sobre seus planos de renomear o JBoss, seu servidor de aplicação Java largamente utilizado no mercado, foi recebido com grande surpresa. Afinal, tudo o que é desenvolvido e vendido utilizando a marca JBoss já possui suas raízes no nome desse servidor de aplicação de código aberto lançado originalmente em 1999. Entretanto, agora que a marca JBoss está firmemente atrelada ao portal JBoss.org da comunidade, o próprio servidor de aplicação, assim como seus produtos de middleware, a Red Hat decide instituir a estratégia de diferenciação que já foi utilizada para o Fedora e o Red Hat Enterprise Linux (RHEL). A esperança é que a confusão seja mínima entre seus clientes.


    E agora o novo nome foi revelado --- o servidor de aplicações JBoss será chamado a partir de agora de WildFly. O nome é resultado de um processo de pesquisa e votação que foi realizado no final do ano passado e teve o intuito de ajudar a escolher um novo nome que represente sua natureza de "agilidade extrema, leveza, sua indomabilidade e verdadeira liberdade". De acordo com Mark Little, Vice-Presidente da Red Hat/JBoss, a comunidade sugeriu mais de 2.000 nomes. Após ter feito a verificação por marcas já registradas, sobraram apenas cinco candidatos antes que o novo nome fosse escolhido e formalmente apresentado no JUDCon (JBoss Usuários e Developers Conference) realizado no Brasil.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: JBoss is now WildFly (em Inglês)

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L