• Wikipedia Troca MySQL por MariaDB

    De acordo com um post de blog efetuado pelo líder de projeto Asher Feldman, a Wikimedia terminou alguns dias atrás a migração suas edições da Wikipedia em Inglês e Alemão, assim como a Wikidata, do banco de dados MySQL 5.1 para o MariaDB 5.5. Por muitos anos a Wikipedia utilizou uma variante customizada do MySQL desenvolvida pelo Facebook, ao invés do banco de dados MySQL original. Feldman afirma que enquanto a Wikipedia estava feliz com essa variante do código da Oracle, o MariaDB estava oferecendo funcionalidades muito mais úteis como a melhoria do otimizador de requisições e os add-ons do tipo Percona que fornecem a habilidade de salvar o pool do bufer. Essa funcionalidade também permite que um servidor inicial possa ler o buffer de forma direta, sem perder tempo com o prévio preenchimento do pool respectivo.


    Aparentemente, os desenvolvedores da Wikipedia encontraram incompatibilidades em seu próprio código assim como dois bugs no MariaDB durante os testes de pré-migração. Por conta desses acontecimentos Feldman informou que "a equipe do MariaDB respondeu de forma rápida e responsiva para oferecer soluções". Uma vez que os problemas foram resolvidos e a nova base de dados executou de forma adequada dentro dos parâmetros de benchmark, a equipe de desenvolvimento da Wikipedia testou o MariaDB em produção. Feldman notou que o tempo médio de resposta encontrado caiu de 15,4 ms (milissegundos) para 12,7 ms. Isso significa um ganho de velocidade de resposta de 4 a 15 por cento com a versão 5.5.30 do MariaDB em ambiente de produção. Apenas 5 por cento das requisições estavam abaixo do valor médio. Nota importante: o site em Inglês da Wikipedia, sozinho, alcança um pico de acesso de 50.000 requisições por segundo.

    Feldman também acrescentou que o MariaDB sendo software livre foi outra razão importante na decisão de migração: "Como defensores do movimento da cultura livre, a Wikimedia Foundation prefere fortemente projetos de software livre, o que inclui a preferencia por projetos sem código bifurcado sobre diferentes tipos de licenciamento e edições empresariais". Vale ressaltar que a Oracle oferece tanto a versão comunitária quanto a versão empresarial do banco de dados MySQL, e a versão empresarial agora inclui várias funcionalidades que ainda não estão disponíveis na sua variante livre.

    Migração Total

    Até o próximo mês todos os sites da Wikipedia serão devidamente migrados para o MariaDB. Feldman afirma que ele não considera a versão 5.6 do MySQL, lançada em Fevereiro último, como uma alternativa viável para o projeto. Ainda de acordo com o desenvolvedor, o MariaDB já oferece muitas das funcionalidades presentes na variante empresarial da Oracle e as demais funcionalidades que ainda não foram implementadas devem estar embarcadas na versão 10 desse banco de dados de código aberto. Feldman também destacou que o MySQL 5.6 apresentou problemas de desempenho e estabilidade quando foi introduzido pela primeira vez, o que comprometeria sua adoção no projeto. Para ser mais exato, um projeto como a Wikipedia que possui um alto nível de tráfego e de acesso diário não pode ficar esperando por correções em uma ferramenta privada.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: Wikipedia switches from MySQL to MariaDB (em Inglês)
    Comentários 3 Comentários
    1. Avatar de bjaraujo
      bjaraujo -
      Vou dar uma olhada nesse DB a correria é tanta que ainda não fucei o Postgressql.

      de banchmark, a >> benchmark
      Feldman tambpem acrescentou qeu o >> também - que
      impo9rtante na >> importante
      , o qeu >> que


    1. Avatar de code
      code -
      Citação Postado originalmente por bjaraujo Ver Post
      Vou dar uma olhada nesse DB a correria é tanta que ainda não fucei o Postgressql.

      Garanto que você não vai se decepcionar O MariaDB tem tudo pra aposentar de vez o MySQL. E algumas distribuições Linux como o Arch já colocaram o MariaDB como padrão nos seus repositórios de pacotes.
    1. Avatar de code
      code -
      Citação Postado originalmente por bjaraujo Ver Post
      de banchmark, a >> benchmark
      Feldman tambpem acrescentou qeu o >> também - que
      impo9rtante na >> importante
      , o qeu >> que


      Agradeço as correções. Realmente esse artigo foi para publicação sem passar por revisão, mas todos os erros de digitação já foram resolvidos
    + Enviar Comentário


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L