• Google: Serviço de Contra Inteligência dos EUA como Alvo de Hackers

    Citando funcionários e ex-funcionários do governo norte-americano, o Washington Post publicou uma matéria indicando que o extensivo ataque hacker ao Google em 2009 último teve como motivo espionar as informações de contra-inteligência do governo dos Estados Unidos. Ainda de acordo com o jornal, os hackers ganharam acesso para a base de dados contendo informação sobre as contas de Gmail do Google que possuíam ordens para serem monitoradas. Aparentemente, as milhares de ordens incluíam algumas classificadas vindas da suprema corte federal dos Estados Unidos que havia aprovado a vigilância para alvos estrangeiros considerados espiões, diplomatas e suspeitos de terrorismo. O relatório destaca um oficial informando que os atacantes podem ter utilizado essas informações para alertar agentes chineses que tenham atraído a atenção das autoridades norte-americanas, permitindo que os mesmos possam agir para destruir informações e retirar os mesmos do país. Ainda de acordo com o mesmo oficial, os chineses ainda poderiam ter enganado os oficiais de inteligência dos Estados Unidos ao gerarem informações falsas.


    Quando o Google revelou a descoberta dos ataques em 2010 último, a companhia afirmou que os mesmos tiveram como alvo principal as contas de e-mail de ativistas dos direitos humanos na China. Porém, não existem informações sobre a invasão a base de dados que continha as ordens da corte federal norte-americana. O Washington Post também informa que, até o momento, ainda não está claro quanta informação os hackers realmente obtiveram. E para piorar ainda mais a situação, um executivo de alto-escalão da Microsoft afirmou que apenas algumas semanas antes do ocorrido no Google, os atacantes também procuraram nos servidores da empresa informações referentes a contas que possuíam ordem de vigilância.

    Tanto o Google quanto o FBI não quiseram comentar sobre o ocorrido na matéria do Washington Post. Em 2010, a China negou qualquer envolvimento com o ataque efetuado por hackers. Ao invés disso o país afirmou que eles próprios foram vítimas do mais intensivo ataque hacker dos últimos tempos.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: Google: US counterintelligence service was targeted by Chinese hackers (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L