• Nokia: Terceira Patente contra o VP8 do Google

    Acaba de ser revelado que a recente submissão da Nokia para o ITC (United States International Trade Commission) alega que os smartphones HTC estão infringindo seis patentes norte-americanas. De acordo com o relatório feito pelo comentarista de patentes Florian Müller, uma delas (US 6,711,211) descreve métodos que aparentemente a codec de vídeo VP8 do Google estaria infringindo. O VP8 está sendo atualmente proposto para padronização por várias organizações.


    A patente, adquirida em 2004, possui o título de "Method for encoding and decoding video information, a motion compensated video encoder and a corresponding decoder" (em tradução livre para o Português do Brasil: "Método de codificação e decodificação de informação de vídeo, um codificador de vídeo de movimento compensado e um correspondente decodificador"). Em um documento submetido para o ITC, a Nokia explica com alguns detalhes, ilustrando com os fontes de código aberto do VP8, como ela acredita que essa codec estaria infringindo sua patente. Todos os dispositivos que rodam o Android 2.3 ou superior do Google já são capazes de executar vídeos nesse formato. Isso significa que o HTC One também infringe essa patente.

    Na Alemanha, a Nokia já entrou com ações judiciais contra a HTC na Mannheim District Court, alegando violação de patentes afetando o VP8. As patentes em questão são as patentes Européias EP1206881 ("Apparatus and method for compressing a motion vector field", ou em Português do Brasil, "Aparatos e métodos para comprimir um campo de vetor em movimento") e a EP1186177 ("A method and associated device for filtering digital video images", em tradução, "Um método e dispositivo associado para filtragem de imagens de vídeo digital"). Um veredito para o primeiro caso deve sair até o dia 31 de Maio desse ano de 2013 (sexta-feira próxima).

    Padronização

    O Google busca estabelecer sua codec de vídeo como um padrão para HTML5, junto a IETF e com o grupo MPEG na ISO. O VP8 foi inicialmente anunciado como uma codec livre de patentes, mas em Março deste ano de 2013 foram concluídos acordos de licenciamento com os 11 membros do consórcio MPEG LA, que possui as patentes que estavam sendo infringidas inicialmente pela respectiva codec. O Google havia proposto uma licença cruzada, na qual os usuários do VP8 precisariam se inscrever para poderem utilizar, o que foi bastante controverso. Nessa época, a Nokia já havia declarado que 64 de suas patentes estariam sendo infringidas pelo VP8, e disse que a empresa não teria interesse em licenciar essas patentes como livres de Royalties ou no estilo FRAND (fair, reasonable and non-discriminatory). Ainda de acordo com a Nokia, a codec "proprietária" VP8 do Google não oferece vantagens sobre o H.264, que é um padrão de vídeo aceito.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: Third Nokia patent takes the field against VP8 (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L