• Windows 8 Continua a Cair

    Enquanto os apologistas da Microsoft continuam insistindo na teoria de que o Windows ainda é o sistema operacional dominante no desktop, eles continuam se esquecendo de "dois elefantes na sala": O primeiro é que o Windows 8 continua a ficar para trás do principal fracasso como sistema operacional da Microsoft: o Windows Vista, e o segundo é que o Windows não é mais o sistema operacional dominante entre os usuários finais.


    Windows 8 fica atrás do Vista com pontualão similar em seus ciclos de vida. Dados: NetMarketShare. Fonte: ZDNet.

    É verdade que, no desktop, o Windows 7 continua no ranking como o sistema operacional mais utilizado com 44,85 por cento, seguido pelo ainda popular Windows XP com 37,74 por cento. O Windows Vista vem em terceiro com 4,51 por cento. Considerando o fato de que encontrar r comprar PCs com Windows 7 se tornou cada vez mais caro e difícil de apenas tentar encontrar uma unidade em uma loja de varejo, o Windows 8 ainda vem em último lugar com 4,27 por cento.

    Para piorar ainda mais, a taxa de crescimento mensal do Windows 8 está piorando, ficando cada vez mais atrás dos terríveis números de adoção do Windows Vista em 2007. Quando o sistema operacional foi lançado, o Windows 8 ficava acima do Vista por apenas o,5 por cento entre os consumidores de PCs em seu primeiro mês. Agora, em seu oitavo mês de vendas, os números de mercado do Vista levaram o Windows 8 para 3,64 por cento. A cada mês que passa, o Windows 8 continua a cair atrás do Vista nos números mensais. Nem precisa dizer que ambos atolam bem atrás do Windows XP e Windows 7 em números, se comparado na época dos seus respectivos ciclos de vida.

    Se extrapolarmos essa análise, é bem provável que as coisas ainda ficarão cada vez piores para o Windows 8. O Blue, a nova atualização como Windows 8.1, promete abordar (com melhorias) algumas reclamações dos usuários sobre o Windows 8. Mas srá que todas as reclamações serão atendidas?

    Por exemplo, se o renascimento do Botão Iniciar (Start Button) será apenas o de oferecer outra maneira para que os usuários acessem a odiada interface Metro, você acha que os usuários do Windows XP e 7 se importarão? Não importa quão o Windows 8.1 venha a se tornar, é mais provável que os clientes empresariais irão deixar de comprar qualquer versão do Windows 8 até que o Blue esteja disponível no quarto trimestre de 2013.

    O Windows 8.1 será capaz de Reiniciar o Windows 8?

    Já no grande mercado do usuário final, Mary Meeker, uma reconhecida analista e investidora em capital de risco, aponta que no relatório de 2013 sobre Internet Trends lançado pela Kleiner Perkins Caufield & Byers, que o iOS da Apple e o Android do Google agora abocanham 65 por cento do mercado de dispositivos computacionais, estando acima dos 35 por cento do Windows. Mark Shuttleworth, o fundador do Ubuntu e da Canonical, já estava ciente do fato quando declarou que o bug número um do Ubuntu, que dizia "A Microsoft possui a maioria do mercado", foi fechado.


    As versões modernas do Windows não rodam em tablets e smartphones. Crédito: NetMarketShare. Fonte: ZDNet.

    As estatísticas para sistemas operacionais móveis da NetMarketShare mostram o iOS da Apple liderando o mercado com 59,49 por cento, seguido pelo Android do Google com 24,4 por cento da fatia. O Java ME vem em terceiro com 10,2 por cento e o Symbian com 2,03 por cento, o que nem mesmo sistema operacional para smartphone já que não emplacou. Abaixo de todos esses está o Blackberry OS, da Research in Motion (RiM), com também 2,06 por cento. E no último lugar, com todas as versões de Windows Phone combinadas vem a Microsoft com 1,21 por cento do mercado.

    A fatia de mercado do sistema operacional móvel da Microsoft atualmente ṕe pior do que parece. Nenhum de seus mais recentes sistemas operacionais para smartphones/tablets, Windows 8, Windows Phone 8 ou RT, isoladamente sequer quebram a barreira de 0,01 por cento no gráfico de mercado para sistemas operacionais móveis da NetMarketShare. E o quanto isso é ruim? O Android 1.6, por exemplo, com 0,01 por cento da fatia de mercado, aparece no gráfico.

    Alguns podem até argumentar que comparar sistemas operacionais móveis e para desktop é o mesmo que comparar maçãs e laranjas. Uma comparação melhorada seria entre cavalos e carros. Ambos oferecem transporte. Os PCs e seus sistemas operacionais estão caminhando para a extinção. A Microsoft, é claro, pode discordar dessa analogia.

    Será que o Windows não importa mais? É claro que não. Alguns usuários sempre irão precisar de PCs, e a maioria deles prefere o conforto da inércia e utilizarão Windows. A questão para o Windows hoje é "Será que alguém vai querer o Windows 8?", e o mercado respondeu: "Não".

    Saiba Mais:

    - ZDNet: Windows 8 continues to fail (em Inglês)
    Comentários 11 Comentários
    1. Avatar de pedrovigia
      pedrovigia -
      que fracasso esse windows...
    1. Avatar de code
      code -
      Citação Postado originalmente por pedrovigia Ver Post
      que fracasso esse windows...
      O Windows 8, realmente, tem tomado o posto do Windows Vista de "O Pior Windows". Mas na minha opinião, o pior Windows mesmo foi (e continua sendo) o Windows ME (calafrios só de pensar nele...)
    1. Avatar de Gustavinho
      Gustavinho -
      Windows 8 esta com essa decadência, por conta da nova interface de acesso aos aplicativos e a retirada do *Menu Iniciar* de forma pratica.

      Para o usuário que esta acostumado, mudar pra algo tao novo, com pouca explicação, faz com que ele desista de explorar o sistema na primeira utilização.
    1. Avatar de valterBR
      valterBR -
      Não precisava de tanta mudança, era só para melhorar a performance, melhorar os botões...o w7 é perfeito, só tinha que deixar um pouco mais leve e compatível.
    1. Avatar de debeijer
      debeijer -
      Uma bosta.
      Eu gostaria de ver um comparativo entre o Windows 8 x DEbian Wheezy ou mesmo sems air de casa, Windows 8 vs Windows Seven
    1. Avatar de code
      code -
      Uma pena que a inovação da Microsoft tenha parado apenas naquela tela inicial. De resto é tudo igual. Queria ver eles realmente se aventurando em produzir um sistema operacional inovador, com usabilidade inovadora também.
    1. Avatar de NetXPress
      NetXPress -
      Olá a todos!

      Deixa eu vender o meu lambari também.

      O maior problema que vejo, foi a MS impor as mudanças do Windows 8 para o PC, tablet e telefone é uma coisa, PC é outra, acho que ela esqueceu essa diferença.

      E para falar a verdade, o Windows 7 esta tão bem, roda bem os programas, não esta pesado, não tem tantos bugs e o melhor de tudo funciona. Acho que não era a hora de lançar um novo windows agora, principalmente com certas imposições e mudanças que a MS fez. Muito pouco tempo do Windows 7, empresas investem milhões para desenvolver sistemas e homologar o windows 7, agora a MS vem e lança outro. Em time que esta ganhando não se mexe.
    1. Avatar de NetXPress
      NetXPress -
      Citação Postado originalmente por Gustavinho Ver Post
      Windows 8 esta com essa decadência, por conta da nova interface de acesso aos aplicativos e a retirada do *Menu Iniciar* de forma pratica.

      Para o usuário que esta acostumado, mudar pra algo tao novo, com pouca explicação, faz com que ele desista de explorar o sistema na primeira utilização.
      E vamos falar a verdade, essa retirada foi fatal. Uso o Windows desde a versão 3.0, é uma coisa pratica e habitual o botão iniciar, é como se ja fizesse parte do micro. Agora vem a MS querendo reinventar a roda. Não que eu não me adaptei ao 8, mas a MS poderia ter deixao a opção da interface metro ou a clássica. Te garanto que a adoção seria bem maior.
    1. Avatar de saryshagan
      saryshagan -
      Citação Postado originalmente por NetXPress Ver Post
      E vamos falar a verdade, essa retirada foi fatal. Uso o Windows desde a versão 3.0, é uma coisa pratica e habitual o botão iniciar, é como se ja fizesse parte do micro. Agora vem a MS querendo reinventar a roda. Não que eu não me adaptei ao 8, mas a MS poderia ter deixao a opção da interface metro ou a clássica. Te garanto que a adoção seria bem maior.
      Concordo. Um pouco de retrocompatibilidade na usabilidade não iria matar ninguém. Se o Menu Iniciar é algo tão essencial para o usuário Windows (NOTA: nunca usei Windows, só uso Linux), deveriam ao menos deixar uma opção nas configurações para o usuário escolher entre "Modo Clássico" e "Modo Atual".

      Mas esse "mal" de querer "empurrar novidades goela abaixo" dos usuários acontece a todo momento, seja no Windows, Linux ou Mac OS X. Mas isso um dia acaba (será?) quando os desenvolvedores e (principalmente) as empresas por trás do software pararem para pensar um pouquinho mais nas reais necessidades do usuário, independente do nível de conhecimento que ele tenha na ferramenta em questão.

      Vale lembrar que uma atitude errada pode até causar prejuízos se o prejudicado for um usuário empresarial (funcionários de uma ou mais empresas). Não é a toa que a Red Hat irá lançar o Red Hat Enterprise Linux, versão 7, com o ambiente de desktop GNOME 3 ainda no "Modo Clássico", para não obrigar seus usuários empresariais a terem de re-aprender a utilizar a interface de trabalho, evitando assim perda de produção e muito aborrecimento. E com isso eles garantem que não vão perder clientes empresariais e nem terão dor de cabeça com reclamações de seus consumidores.

      E para os clientes empresariais que desejem utilizar o "Modo Moderno" do GNOME 3, poderão mexer nas configurações de sessão do GDM, se assim desejar. Isso que é querer "agradar a Gregos e Troianos" ao mesmo tempo, e conseguir! A Microsoft poderia seguir esse exemplo simples...
    1. Avatar de hagahood
      hagahood -
      Citação Postado originalmente por code Ver Post
      Uma pena que a inovação da Microsoft tenha parado apenas naquela tela inicial. De resto é tudo igual. Queria ver eles realmente se aventurando em produzir um sistema operacional inovador, com usabilidade inovadora também.
      Nao é so o metro inicial. tem problemas no explorer(não lembro o que era).
      tem problema nos browsers concorrente.-ah, mas isso é problema dos concorrentes!- não a MS limitou a api do aplicativos por segurança, mas isso os outros browsers tem um desempenho inferior que comparado com 7. em compensação o IE tem acesso a api de mais baixo nivel.

      fora outros recursos que eu utilizava e o 8 perdeu
    1. Avatar de code
      code -
      Citação Postado originalmente por hagahood Ver Post
      Nao é so o metro inicial. tem problemas no explorer(não lembro o que era).
      tem problema nos browsers concorrente.-ah, mas isso é problema dos concorrentes!- não a MS limitou a api do aplicativos por segurança, mas isso os outros browsers tem um desempenho inferior que comparado com 7. em compensação o IE tem acesso a api de mais baixo nivel.

      fora outros recursos que eu utilizava e o 8 perdeu
      Isso me fez lembrar o que está acontecendo (de ruim) com os projetos KDE e GNOME. Ambos, com o "intuito" de criar novas formas de interação e funcionalidade para com os usuários, massacraram seus próprios desktops. Criaram arremedos de interface praticamente sem funcionalidade, tudo em nome do que acreditam "ser melhor", e ainda complicando as poucas funcionalidades embarcadas nessas variantes, com a criação de etapas extras (e desnecessárias) para uso de parte das funcionalidades do mesmo. E para "forçar" a migração para o que eles acreditam ser "melhor", param de dar suporte para as versões anteriores, deixando muitos órfãos no meio do caminho.

      Ainda por cima (é... ainda não acabou...) aproveitam para cada vez mais retirar a capacidade de refino dos desktops (configurações) das mãos dos usuários. Infelizmente, a cada dia que passa, mais e mais desenvolvedores (principalmente) de código aberto parecem estar seguindo "com orgulho" a "política Microsoft" de desenvolvimento de software. Chega a ser deprimente...

      Ser bom desenvolvedor, não é escrever muito código, ou criar algo que seja "inovador" (apenas na visão deles). Ser um bom desenvolvedor é respeitar o usuário, sempre perceber suas necessidades, e nunca o deixar o mesmo na mão (principalmente) quando estiver criando inovações.

      Porém, isso não significa que não se deve inovar. A inovação deve estar sempre presente, mas como "qualquer sistema em produção, ou missão crítica", não se usa o mesmo para fazer "Beta Tester". Se quer criar algo novo, faça em paralelo ao atual, mantendo o suporte para ambos até que a nova versão assimile todas as funcionalidades da anterior (ou que se prove um projeto inútil e seja corretamente descartado).

      Resumindo: software de qualidade é quando o desenvolvimento se preocupa com o usuário final, e não apenas com os próprios desenvolvedores.
    + Enviar Comentário


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L