• Processadores: Novidades do Mercado em Maio

    Vários novos processadores, sendo que alguns deles já são esperados para lançamento no início de Junho, acabam de ser lançados. E para o interesse dos matemáticos em teoria dos números, Maio parece ter se tornado um mês farto para a área. Duas provas que os Matemáticos estão a procura por um longo tempo, parece que foram alcançadas: dois dos quatro problemas atribuídos a Edmund Landau que os anunciou como "inatacáveis até o presente estado da ciência" no International Congress of Mathematicians, em Cambridge, no ano de 1912, parece que foram resolvidos.

    Enquanto Yitang Zhang da University of New Hampshire em Durbam ainda não pode provar que existem infinitos primos gêmeos, ele foi capaz de mostrar que existem infinitos primos cuja separação é inferior a 70 milhões.

    Dois projetos de computação distribuída (o Twin Prime Search e o PrimeGrid) tem utilizado uma boa carga de poder computacional no intuito de encontrar maiores números primos gêmeos por anos. O recorde atual (acima de 200.000 dígitos) é de: 3.756.801.695.685 × 2666669 ± 1. Em meados de Maio, um participante do PrimeGrid descobriu que, atualmente, o maior divisor de Fermat conhecido com seu Opteron 2374HE de quatro-núcleos, foi um divisor de F2727497 com 827.082 dígitos.

    No mesmo dia, Harald Helfgott, um matemático Peruano, apresentou a prova para a conjectura ternária de Goldbach (também conhecida como a conjectura fraca de Goldbach) do ano de 1742, de acordo que cada número ímpar maior que cinco é a soma de três números primos. Essa prova, que ainda está sendo revista, somente é válida para números acima de 1030, mas os octilhões de números acima disso já foram abordados por - dentre outros - um projeto de computação distribuída visando provar a conjectura binária de Goldbach (também conhecida como a conjectura forte de Goldbach).

    Com Poder Computacional

    Com o novo processador Haswell da Intel nós podemos verificar isso imediatamente. Esse mastigador de números, com suas unidades computacionais AVX2 que já pode computar inteiros com 256 bits de tamanho, assim como a presença de duas pipelines FMA velozes, está predestinado para o trabalho. Mas preste atenção: mesmo com a versão top com 18-núcleos Haswell EX, ainda sim seriam necessários alguns anos para realizar a dada tarefa.

    Rani Borkar, a mulher forte nas arquiteturas de processador da Intel, previamente contribuiu para o trabalho no Pentium 4. Enquanto isso, vários desktop Haswells não estão apenas à venda na China, mas também (por exemplo), na maioria das lojas digitais na Alemanha. A Intel, é claro, não está contente com isso, mas é como as coisas funcionam, Anteriormente, a Intel havia anunciado alguns detalhes a mais sobre o processador Haswell e sua abordagem do tipo "salame" - a cada mês uma "fatia" de informação é liberada. No dia 23 de Maio deste ano corrente de 2013, Dia Mundial da Conspiração, Rani Borkar do Architecture Group da Intel apresentou a proeza do haswell em economia de energia com a ampla programação de energia e seus reguladores de voltagem, que são integrados. Para esse último, você precisa memorizar um novo acrônimo de quatro letras: FIVR, que significa Fully Integrated Voltage Regulator.


    Rani Borkar, a mulher forte nas arquiteturas de processador da Intel.

    Todas essas tecnologias tem por objetivo melhorar o ciclo de vida das baterias em consideráveis 50 por cento, se comparados aos sistemas equipados com o seu predecessor Ivy Bridge. Os tempos de espara são estimados para serem melhorados em um fator de 20 unidades.

    Já o competidor AMD acaba de perder a segunda posição, atrás da Intel, no ranking de vendas dos fabricantes de microprocessadores. De acordo com a IC Insights, a AMD caiu para a quarta posição com um volume de negócios anual de US$ 3,6 bilhões no segmento de processadores, atrás de duas empresas licenciadas para ARM: a Qualcomm e a Samsung (incluindo a Apple). No último trimestre (o primeiro trimestre de 2013), o volume de venda dos processadores da AMD alcançaram meros US$ 751 milhões. Muito menos que a Intel fez apenas com o processador Atom. Isso demonstra a importância do Jaguar como uma contra-parte competitiva do Atom para a AMD. No dia 21 de Maio deste ano corrente, a Microsoft finalmente se tornou cliente oficial do Jaguar com o lançamento de seu novo console de video-game, o Xbox One. Claro que a resposta mundial foi restrita, por causa do hardware, mas devido ao modelo de negócios da própria Microsoft.

    O mercado fértil de processadores permitiu a produção de três novas APUs da AMD: Kabini, Temash e Richland. Assim como no Haswell da Intel, foi possível adquirir sem nenhuma dificuldade o Temash com núcleos Jaguar, assim como o Richland com núcleos Piledriver. Também à frente da Computex, Andrew Feldman, chefe de servidores da AMD, orgulhosamente apresentou o Jaguar embarcado no Opteron, de codinome Kyoto com o antigo Atom-1200S Centerton, em uma base do tipo "nós temos o dobro de núcleos", e não com o Avoton na arquitetura Silvermont que irá florescer em breve, onde teremos também o dobro de núcleos do Jaguar embarcado (além de SATA, USB, 4-times Gbe, etc). Feldman poderia simplesmente ter efetuado o download dos detalhes sobre o Avoton e sua versão de armazenamento Rangeley, do site mirror da Intel onde dois PDFs oferecem uma descrição detalhada do customer reference board "Mohon Peak" patra ambos as versões dos processadores. O mais estranho foi que, após ser notificada que os PDFs estavam disponíveis, a Intel os tirou do ar, deixando apenas no local um arquivo chamado placeholder.txt.

    Esse mês de Maio passado também revelou informações interessantes sobre o tablet equipado com o processador Atom Clovertrail. Pelo menos nas páginas de benchmark do AnTuTu e GFXBench, um Samsung Galaxy Tab 3 10.1 apareceu como GT-P5200 sem 3G e GT-5210 com 3G - de acordo com o GFXBench equipado com Atom Clovertrail e PowerVR SGX 544MP. Enquanto esse Galaxy Tab 3 não foi muito bem no benchmark OpenGL da GFXBench, no banchmark do AnTuTu seus 24.616 pontos bateram quaisquer dispositivos comparados.


    Venda de processadores em 2012. Fonte: IC Insights.

    Será interessante esperar pela próxima geração do Atom, Bay Trail para tablets, e talvez bem mais excitante será ver o Atom Merrifield para smartphones, o que poderá ser o início de uma maravilhosa amizade entre a Intel e a Samsung.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: Processor Whispers: Of May and other cool things (em Inglês)

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

    Comentários 1 Comentário
    1. Avatar de pedrovigia
      pedrovigia -
      seria muito bom se uma dessas empresas abrisse uma fabrica no Brasil...
    + Enviar Comentário

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L