• Berlim: Proposta de Migração para Linux Rejeitada

    Uma petição para a utilização de mais ferramentas de código aberto na administração da cidade de Berlim, que foi proposta no parlamento pelo partido político alemão Green Party (Partido Verde), falhou. A petição foi rejeitada com os votos da coalizão governante SPD/CDU no comitê de "administração digital", responsável pela avaliação do documento. O plano do Green Party incluía uma migração para software livre e de código aberto em 25 por cento das estações de trabalho administrativas da cidade, e uma substituição abrangente de todos os servidores para o sistema operacional Linux, de forma similar ao que ocorreu no projeto LiMux da cidade de Munique.


    Membros do partido SPD haviam comentado que a estratégia da cidade a respeito do código aberto já estava claro o suficiente como parte de um plano além de já haverem alertado sobre o uso de código aberto em situações relevantes a segurança. Já os membros do partido CDU criticaram a proposta por expressar um viés do software de código aberto sobre as soluções proprietárias. Em seguida, os dois partidos passaram uma petição (NOTA: PDF em Alemão) para que a cidade e o estado de Berlim siga "de forma geral adotando mais padrões abertos". O Green Party respondeu que a petição alternativa estaria baixado os padrões da adoção do código aberto se comparado aos requerimentos anteriores.

    O Green Party de Berlim tem lutado para aumentar a adoção de software de código aberto por vários anos e já havia visto uma petição similar cair diante do governo SPD anterior.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: Linux migration proposal for Berlin rejected (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L