• Ardour 3.2 com Suporte para Vídeo

    Paul Davis, o desenvolvedor líder do Ardour, anunciou recentemente o lançamento da versão 3.2 de sua estação de trabalho de áudio digital de código aberto (DAW - Digital Audio Workstation). A adição de maior destaque nessa versão é o suporte para vídeo, uma funcionalidade na qual o desenvolvedor Robin Gareus "esteve trabalhando por alguns anos", de acordo com Davis. O suporte para vídeo permite que os usuários do DAW possam extrair, editar e mixar de forma fácil as trilhas de áudio associadas com o vídeo, enquanto são capazes de ver o vídeo em um preview.


    A nova funcionalidade de vídeo pode apresentar trilhas de vídeo importadas com granularidade frame-by-frame em uma timeline, além de permitir que os usuários possam travar as trilhas de áudio para frames de vídeo individuais. Após o trabalho de edição ter sido finalizado, os usuários podem então exportar a trilha de áudio mixada para o novo arquivo de vídeo.

    A funcionalidade foi projetada de forma modular e várias estações de trabalho podem ser combinadas para que assim uma delas apresente a timeline do vídeo enquanto outra permite que o usuário possa editar o áudio. Um servidor de vídeo dedicado também pode ser adicionado para essa configuração, que então cuidará do processo de decodificação e arquivamento atual dos arquivos editados e seus ativos. Porém, o desenvolvedor destaca que, atualmente, o Ardour não oferece a capacidade de edição de vídeo.

    Dentre outras alterações no Ardour 3.2, destacamos a capacidade de encadear vários plugins LV2, um workflow de gerenciamento de janelas e alguns tweaks de interface de usuário. Os desenvolvedores também corrigiram um número de bugs e implementaram melhorias nas traduções para o Alemão e o Francês no programa.

    O código fonte do Ardour 3.2 está disponível para download do web site do projeto sob a licença GPLv2 ou superior. Já os binários "prontos para rodar" podem ser adquiridos mediante pagamento do tipo "pague-quanto-puder", iniciando do mínimo de US$ 1,00 (um dólar norte-americano), e os usuários também podem se cadastrar para efetuar pagamentos de US$ 1, US$ 4 ou US$ 10 por mês como suporte para o desenvolvimento desta aplicação. O modelo de assinatura foi criado para permitir que Davis possa trabalhar no Ardour em tempo integral.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: Ardour 3.2 adds video support (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L