• Relatórios Emitidos Pelas Empresas Ignoram Ocorrência de Cibercrime

    Um novo relatório emitido pelo Home Office, considera que o número de crimes cometidos contra estabelecimentos comerciais de atacado e varejo, caiu significativamente ao longo dos últimos dez anos - em torno de 21,5 milhões em 2002 para sete milhões em 2012. No entanto, esse relatório exclui as práticas de cibercrime. Nesse contexto, Daniel Beazer, diretor de estratégia da companhia de segurança de hospedagem em nuvem, FireHost, fez alguns comentários sobre esse fato.


    Claro, se você contar com as maiores novidades do mercado para a indústria do cibercrime que tem aparecido nos últimos vinte anos, você estará "produzindo" algumas estatísticas de criminalidade, mostrando um percentual de mais de 50%. No entanto, um relatório sobre o crime - que não inclui o cibercrime - é como um estudo que enfatiza todos os esportes mas simplesmente, "esquece" de mencionar o futebol.

    E mesmo que o inquérito tenha apresentado ocorrências de ataques cibernéticos, ainda provavelmente ele não iria mostrar uma imagem verdadeira. Além disso, inquéritos sobre os crimes e as estatísticas apresentadas por definição, abrangem que apenas foi informada a ocorrência do crime tradicional, mais essas ocorrências foram notificadas. E as ocorrências de cibercrime, continuaram, obviamente, sendo preteridas.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=15116

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L