• Open Recall: MIMO, openSUSE milestone, Minecraft Assemble e Cube Slam

    O Open Recall é um espaço do Heise Online sobre aqueles assuntos que são pequenos demais para se tornar uma notícia individual, mas de grande importância para o público. Por esse motivo, as informações mais importantes são condensadas nessa coluna semanal. Nesta edição do Open Recall temos, MIMO na TDF, segundo milestone do openSUSE 13.1, o mais recente Parted Magic, Minecraft clonado via assembler, limpeza de código no LibreOffice, jogando Pong com WebRTC, e GStreaming em dispositivos iOS.


    MIMO na TDF: Após ser padronizado no LibreOffice, o grupo de trabalho MIMO que representa vários ministérios e administrações da França, acaba de se juntar aos oito membros da Advisoty board da Document Foundation para representar um grande número de organizações, um total de 50.000 usuários, nesta diretoria.

    Segundo milestone do openSUSE 13.1: Os desenvolvedores do openSUSE continuam seu trabalho na próxima versão principal desta distribuição Linux, a versão 13.1. Ainda em estágio de desenvolvimento, seu =ultimo lançamento - seu segundo milestone - contém em sua maioria atualizações para vários pacotes como LibreOffice e Firefox, além de upgrades para PulseAudio 4.0 e o próprio kernel Linux 3.10rc4. Essa versão de desenvolvimento prévia já está disponível para download. O próximo milestone deverá incorporar o GCC 4.8 e o Perl 5.18 nesta distribuição.

    O mais recente Parted Magic: Após um mês de desenvolvimento, um novo wallpaper para desktop e uma atualização, um processo de auto-refresh, e um Parted Magic Mount compatível com o device-mapper, os desenvolvedores acabam de anunciar o lançamento do Parted Magic 2013_06_14. Mas eles relançaram o mesmo um dia depois como Parted Magic 2013_06_15, que corrigiu a remoção de uma flag partclone que tinha entrado em conflito com o Clonezilla. O mesmo já está disponível para download.

    Minecraft clonado via assembler: Alexander Overvoorde precisava construir um jogo em assembler para um trabalho universitário. Assim sendo, ele construiu o MineAssemble, um clone inicializável do Minecraft, parcialmente em assembler x86 (que foi parcialmente construído em C por causa do tempo reduzido de desenvolvimento). O mesmo pode ser inicializado em uma VM ou QEMU, ou mesmo diretamente através pendrive USB ou dispositivo de armazenamento de dados SSD compatível. O jogo está sob a licença MIT.

    Limpeza de código no LibreOffice: Querendo saber como o código do LibreOffice está sendo polido e limpo de código redundante, e consequentemente, sendo migrado para novos sistemas de construção? O desenvolvedor do LibreOffice (e SUSE) Michael Meeks criou um post de blog exatamente sobre esse assunto.

    Jogando Pong com WebRTC: O WebRTC é a última novidade de comunicação em tempo real na web, e está sendo desenvolvido em uma coleção de padrões. Para mostrar o que pode ser feito com o WebRTC, o Google lançou o Cube Slam, um jogo de Pong de código aberto que permite mostrar apessoa com quem você está jogando contra. O Cube Slam utiliza a última versão do Chrome, que possui suporte para o PeerConnection e o DataChannel do WebRTC, além de também mostrar as capacidades do WebGL. O código fonte está sob a licença MIT e disponível para download via Google Code.

    GStreaming em dispositivos iOS: Deseja um framework de mídia familiar no iOS? A Collabra e a Fluendo tem desenvolvido o suporte para iOS do GStreamer, além de incorporar o mesmo no GStreamer SDK. O novo suporte está em fase preview no momento e já pode ser baixado. Uma aplicação de demonstração também está disponível via GitHub. O suporte comercial virá no futuro e no lançamento final nos próximo mês.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: Open Recall: MIMO, openSUSE milestone, Minecraft Assemble, Cube Slam (em Inglês)

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L