• Mozilla: Science Lab Busca Reativar Processo Científico

    A Mozilla criou recentemente uma nova iniciativa com o intuito de ampliar a adoção da Internet, aa pesquisa digital e o uso de tecnologias de código aberto entre cientistas e pesquisadores. Kaitlin Thaney havia anunciado em seu blog que iria liderar o recém criado Mozilla Science Lab como diretora. A iniciativa é fundeada pela Mozilla e pela Alfred P. Sloan Foundation e está conectada com a Software Carpentry, uma organização de voluntários que já ajudam os cientistas a "serem mais produtivos", ao educá-los com técnicas gerais de computação e programação.


    Antes de aceitar o trabalho junto a Fundação Mozilla, Thaney gerenciava o programa científica junto a Creative Commons e também trabalhava para o MIT e o Boston Globe. Atualmente ela preside a conferência Strata sobre big data da O'Reilly em Londres. Junto a Thaney na gerencia do Science Lab da Mozilla estão Greg Wilson e Amy Brown, ambos provenientes da Software Carpentry.

    A missão da Mozilla declarada para o Science Lab tem como meta aumentar a adoção da Internet e tecnologias relacionadas entre diferentes segmentos dos campos da ciência. A Mozilla disse que "mesmo sabendo que a web foi inventada por cientistas, nõs ainda não vimos a mesma mudar as práticas científicas em igual extensão". A missão de uma nova iniciativa está em desafiar esse status quo. A ideia subjacente está em tornar a pesquisa mais rápida, mais ágil e mais colaborativa.

    A iniciativa ainda está em sua infância. Entretanto a Mozilla ainda não compartilhou nenhum plano concreto de como planeja alcançar essas metas de longa distância, e quais ramos da pesquisa científica irá trabalhar primeiramente, além de dizer que "irá convocar uma conversação ampla sobre as abordagens web abertas e técnicas de treinamento, trabalhando com as ferramentas de desenvolvimento existentes e oferecendo suporte para a comunidade global de pesquisadores".

    Como bem sabemos a pesquisa científica realizada em países como Brasil ainda está longe de utilizar não somente a Internet, mas também o sistema operacional Linux e software livre e de código aberto correspondente no processo de pesquisa. Uma coisa é certa: essa iniciativa terá muito trabalho pela frente, e muita resistência, já que muitos pesquisadores se prendem ao sistema operacional da Microsoft para quase nada em suas pesquisas.

    Saiba Mais:

    - heise Online: Mozilla's Science Lab aims to revitalise the scientific process (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L