• Lançado MySQL Cluster 7.3

    Recentemente a Oracle lançou a versão 7.3 de seu software MySQL Cluster como GA (Generally Available). Nos destaques desse lançamento, que estava em preview pelos últimos 12 meses, inclui um NoSQL JavaScript Connector para o Node.js e suporte para Foreign Key. A nova edição trabalha com a última versão do MySQL e trás melhorias nas conexões entre nódulos com um provisionamento de thread mais escalonável. Um novo auto-instalador também simplifica o processo de ativação, permitindo que seja feita uma configuração em modo gráfico, o que a Oracle afirma ser a nível de produção, podendo refinar os clusters automaticamente.


    O conector Node.js utiliza a biblioteca API nativa do MySQL Cluster para se conectar aos nódulos de dados de forma direta, sem a necessidade de passar através de servidores MySQL intermediários. O desenvolvimento em conjunto com o Node.js requer que o desenvolvedor crie uma classe de mapeamento em javaScript e aplique o mesmo para uma tabela na base de dados do MySQL Cluster. Após efetuar as conexões, o desenvolvedor pode inserir, apagar e recuperar dados de forma assíncrona. Um tutorial rápido de como trabalhar com o Node.js e o MySQL Cluster abrange os detalhes do conector. Vale ressaltar que essa funcionalidade foi colocada como preview em Outubro de 2012.

    No caso das Foreign Keys (Chaves Estrangeiras), introduzidas há um ano atrás quando o Cluster 7.3 ainda estava em desenvolvimento nos laboratórios, permite o relacionamento entre chaves com a base de dados para ser definida. Os relacionamentos do tipo chave estrangeira podem ser definidos via padrão de elementos de referenciação CASCADE, RESTRICT, NO ACTION e SET NULL. As chaves estrangeiras podem ser definidas e removidas em tempo de execução sem a necessidade de interromper a operação do sistema. Maiores detalhes sobre chaves estrangeiras você encontra em um tutorial sobre ClusterDB. O MySQL Cluster é construído com o motor de armazenamento NDB Cluster instalado com o MySQL 5.6 Server. Para aplicações que necessitem de tabelas do tipo InnoDB ou MyISAM, podem utilizar o processo tradicional de servidores MySQL escravos para os nódulos do cluster, sendo que essas configurações já podem ser criadas junto a GUI de auto-instalação.

    O MySQL Cluster está sob licenciamento duplo nas variantes comercial e software livre sob a GPL. A versão comercial possui todas as funcionalidades da Enterprise Edition do MySQL. Os binários e o código fonte estão disponíveis para download e um guia rápido (PDF em Inglês) também está disponível para as instalações em plataformas Linux, Mac OS X e Windows. As notas de lançamento também podem ser obtidas para uma lista detalhada de todas as alterações embarcadas nessa nova versão.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: MySQL Cluster 7.3 is finalised (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L