• Guerra Entre Sistemas Operacionais Móveis: Android x iOS

    Quando a equipe da Clueful introduziu um sistema de segurança para Android, todos pensavam que os usuários móveis deveriam saber o que os aplicativos em seus dispositivos estavam fazendo. Um ano e uma imensidão de aplicações analisadas mais tarde, a Clueful descobriu uma tendência interessante: as aplicações são igualmente invasivas e curiosas tanto no iOS como no Android, mesmo que se possa argumentar que ele seja um dos sistemas operacionais mais seguros.


    Por cerca de um ano, os analistas tem recolhido as aplicações a partir da Play Store e do iTunes, com o intuito de analisar estática e dinamicamente. Para a versão Android do Clueful, estão sendo agregados 314.474 aplicativos gratuitos, enquanto a versão iOS de Clueful contém referências para 207.843 aplicativos gratuitos. Esses aplicativos são divididos, de forma que deem ao usuário uma visão transparente e abrangente do que a aplicação tenta acessar, o que exige privilégios. E assim, ele lidar com os dados que ele tem acesso ao enviá-los via Web.

    Antes de escavar ainda mais, é preciso mencionar que as permissões de aplicativos diferem de um sistema operacional para outro. Por exemplo, enquanto as permissões Android são declaradas na instalação e não podem ser alterado posteriormente, as permissões do iOS são concedidas em tempo de execução, quando os proprietários de dispositivos tiverem que permitir ou negar o acesso a vários recursos, tais como a localização atual. Independentemente disso, os aplicativos para Android e iOS podem realizar uma série de interações com o dispositivo do usuário, mas também com os serviços de internet de terceiros.

    A análise da Clueful se concentra sobre os comportamentos mais intrusivos que o desenvolvedor do aplicativo pode ter incluído em seus produtos de software. Também foram levadas em conta comportamentos que são muito semelhantes tanto no sistema do Google, quanto no iOS. Isso envolve questões de rastreamento, como uma grande preocupação tanto para as plataformas Android e iOS. Sua implantação e uso são semelhantes em ambas as plataformas e frequentemente solicitada pelos anunciantes através de APIs, para rastrear os hábitos dos usuários. O teste da Clueful revela que 45,41% dos apps iOS têm capacidades de rastreamento de localização, mesmo que eles não façam, explicitamente, ao contrário de apenas 34,55% dos aplicativos Android.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/article.php?id=1864

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L