• Gastos com Segurança Cibernética em Infraestrutura Crítica Chega aos 46 Bilhões

    A digitalização de infra-estruturas críticas proporcionou muitos benefícios substanciais em termos de evolução socio econômica - envolvendo melhoria da produtividade, uma melhor conectividade além de maior eficiência. No entanto, alguns desses atributos também apresentam riscos significativos. A conectividade always-on a Internet deu início a uma nova cyber-age, onde os riscos são infinitamente maiores. Além disso, as perturbações e a destruição por meio de atividades maliciosas online são a nova realidade, com a "tríplice aliança" cyber-espionagem, cyber-crime e cyber-terrorismo tomando conta do cenário.


    Apesar da natureza aparentemente virtual destas ameaças, as consequências físicas podem ser bastante tangíveis. A proteção cibernética de infraestrutura crítica tornou-se a principal preocupação mais imediata para os Estados-nação. Além disso, a revelação pública de ampla disseminação patrocinada pelo estado de ciber-espionagem, pressagia uma era de informação e de guerra cibernética em escala global entre os países, grupos políticos, hacktivistas, sindicatos do crime organizado e da sociedade civil - em suma, a qualquer pessoa com acesso a um dispositivo conectado à Internet.

    O foco em segurança cibernética está se tornando imperativo. Enquanto algumas indústrias tiveram mecanismos de ciber-defesa e de segurança altamente avançados em vigor há algum tempo (ou seja, o setor financeiro), outros estão sofrendo, severamente, com a falta desses mecanismos e apenas começando a implementar medidas (ou seja, energia, saúde).


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=15233

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L