• Serasa Experian: Empresas de Telefonia Superam Bancos em Tentativas de Fraude

    O número de fraudes no setor de telefonia no Brasil, tem superado o número registrado em relação ao setor bancário. O que mais assusta, é que o tempo para que os criminosos possam agir é mínimo, levando apenas 15 segundos entre uma tentativa e outra de se aplicar o delito conhecido como roubo de identidade, a partir do qual dados pessoais são usados para firmar negócios sob falsidade ideológica, ou mesmo para obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos.


    Registros Feitos Entre Janeiro e Julho de 2013

    Essa informação faz parte do Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraudes ao Consumidor, divulgada na última sexta-feira dia 23 de agosto, que registrou entre os meses de janeiro e julho de 2013, mais de 1 milhão de tentativas de fraudes. Esse vem a ser um número recorde no período desde 2010, quando a mensuração desses números teve início. No ano de 12, houve mais de 1,20 milhão de registros entre os meses de janeiro e julho e, em 2011, 1,13 milhão em relação ao mesmo período.


    O Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraudes mostra ainda que, nos primeiros sete meses do ano de 2013, lideraram os registros os setores de telefonia e de serviços. Entre os meses de janeiro e julho, houve mais de 500.000 casos de tentativas de fraude envolvendo o setor de telefonia, correspondendo a 42% das ocorrências. Já no ano de 2012, esse índice havia sido de 31% e, em 2011, de 25%.


    Imobiliárias e Seguradoras Também são Vítimas de Tentativas de Fraudes

    O setor de serviços, que inclui construtoras, imobiliárias, seguradoras e serviços em geral registrou exatamente 376.889 reclamações, o equivalente a 31% do total. Até o ano passado, este era o setor que mais sofria tentativas de fraudes, respondendo por 37% das ocorrências no acumulado de janeiro a julho de 2012, e 33% no mesmo período de 2011. Além disso, esse ranking é composto por bancos e instituições financeiras, varejo e outros setores também atingidos.

    Em relação ao setor bancário, o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraudes – Consumidor demonstra que a participação nas tentativas de fraudes no setor se manteve a mesma no período de janeiro a julho deste ano, com relação ao mesmo período do ano passado, por conta da retração na procura por crédito e por causa de um crescimento em telefonia e serviços. Além do mais, a popularização do uso da Internet e das mídias sociais é apontada como um fator que deu um grande impulso a tipo de atividade criminosa.


    Fraudadores não Isentam nem os Mortos

    De acordo com as pesquisas feitas pelo Serasa Experian, os consumidores que tiveram seus documentos roubados está bem mais vulneráveis a sofrer qualquer tipo de investida fraudulenta. Com apenas uma carteira de identidade ou um CPF nas mãos de golpistas, dobra a probabilidade da pessoa ser vítima de uma fraude, isso porque as vezes os criminosos chegam a combinar dados, montando uma nova identidade com dados de filiação de uma pessoa e data de nascimento de outra.

    Entretanto, até mesmo as pessoas que já morreram são vítimas de fraude: os criminosos usam os dados pessoais de falecidos, como nome e CPF, para adquirir bens, serviços e linhas de crédito, deixando prejuízos para os comerciantes e muito transtorno e sofrimento para as suas famílias. Além disso, é comum as pessoas fornecerem seus dados pessoais em cadastros na Internet, sem verificar a idoneidade e a segurança dos sites que requerem as informações. Não satisfeitos, pois a cibercriminalidade não tem limites, os golpistas ainda costumam comprar telefone para ter um endereço e comprovar residência, por meio de correspondência, e, assim, abrir contas em bancos para ter acesso a talões de cheque, solicitar cartões de crédito e fazer empréstimos bancários usando o nome de outras pessoas.


    Principais Tentativas de Golpe Apontadas pelo Serasa Experian

    Emissão de cartões de crédito: o golpista solicita um cartão de crédito usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a "conta" para a vítima e o prejuízo para o emissor do cartão. No caso de financiamento de eletrônicos, o golpista compra um bem eletrônico (TV, aparelho de som, celular, etc.) usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a conta para a vítima.


    Documentos Falsos para Compra de Telefones Celulares e Abertura de Conta em Banco

    Os golpistas abrem conta em um banco usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a "conta" para a vítima. Neste caso, toda a "cadeia" de produtos oferecidos (cartões, cheques, empréstimos pré-aprovados) potencializa um possível prejuízo às vítimas, aos bancos e ao comércio. Há ainda a compra de automóveis que muitos desses golpistas realiza, usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a conta para a vítima e a abertura de empresas com o uso desses roubados, que serviriam de máscara para a aplicação de golpes no mercado.

    A Serasa Experian responde, todos os dias, a 6 milhões de consultas, auxiliando 500 mil empresas de diversos portes e segmentos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio, desde a prospecção até a recuperação. Levando em consideração o que mostrou a pesquisa, a própria Serasa Experian orienta o consumidor a adotar cuidados simples em seu cotidiano, como não fornecer dados pessoais para pessoas estranhas; não fornecer ou confirmar suas informações pessoais ou número de documentos pelo por telefone, tomando cuidado com promoções ou pesquisas; estar sempre atento aps seus documentos de identificação quando solicitados, para protocolos de ingresso em determinados ambientes ou quaisquer negócios; do mesmo modo, não deixar que atendentes de lojas e outros estabelecimentos levem seus cartões bancários para longe de sua vista sob o pretexto de efetuar o pagamento.


    Cuidado com Senhas de Cartão de Crédito ou Débito

    A pessoa também deve ter muito cuidado ao digitar a senha do cartão de débito/crédito na hora de realizar pagamentos, principalmente na presença de desconhecidos, além de não informar os números dos seus documentos quando preencher cupons para participar de sorteios ou promoções de lojas; não fazer cadastros em sites que não sejam de confiança e ter bastante cuidado com sites que anunciam oferta de emprego ou promoções. Portanto, é preciso estar atento às dicas de segurança da página, por exemplo, como a presença do cadeado de segurança. São orientações bastante conhecidas de muitos, mas sempre é bom reforçar porque ainda há muita gente caindo em golpes.


    Comunique ao Serasa

    Caso a pessoa seja vítima de roubo, perda ou extravio de documentos, a primeira medida a tomar é cadastrar a ocorrência, gratuitamente, na base de dados da Serasa Experian, no link www.serasaconsumidor.com.br. Esta informação estará disponível na mesma hora para o mercado. Depois, o consumidor deve fazer um boletim de ocorrência; assim, a cada consulta realizada, o concedente de crédito será alertado de que se trata de documentos roubados, evitando que quaisquer tipos de transações sejam realizadas.


    Sobre Serasa Experian

    Como muitos sabem, Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para oferecer melhor suporte na tomada de decisões das empresas. No Brasil, o órgão é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, que vai desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas para atender a todas as suas necessidades.

    Detentora de um profundo conhecimento sobre o mercado brasileiro, Serasa Experian conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007, e responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando cerca de 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio. além disso, é a maior Autoridade Certificadora do Brasil, provendo todos os tipos de certificados digitais e soluções customizadas para utilização da tecnologia de certificação digital e de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), tornando os negócios mais seguros, ágeis e rentáveis.


    Liderança Mundial em Serviços de Informações

    Além disso, a Serasa Experian é parte da Experian, líder mundial em serviços de informação, que trabalha no fornecimento de dados e ferramentas de análise a clientes ao redor do mundo. O grupo auxilia os clientes no gerenciamento do risco de crédito, na prevenção a fraudes, no direcionamento de campanhas de marketing e na automatização do processo de tomadas de decisão. A Experian também oferece suporte à pessoas físicas, na verificação de seus relatórios e scores de crédito e na proteção a fraudes de identidade.

    Vale ressaltar que a Experian plc está registrada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100. A receita total para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2013 foi de exatamente, US$ 4,7 bilhões. Além disso, a empresa emprega cerca de 17.000 pessoas distribuídas em 40 países e possui sede corporativa em Dublin, na Irlanda e sedes operacionais em Nottingham, no Reino Unido; na Califórnia, nos Estados Unidos, e em São Paulo, Brasil.


    Saiba Mais:

    [1] Serasa Experian http://www.serasaexperian.com.br/rel...icia_01315.htm

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L