• Cibercriminosos e Hijacking Contra Sistema do Santander

    Os vilões cibernéticos estão se tornando cada vez mais descarados e audaciosos, isso é um fato já constatado por muitos de nós. A última trama desses cibercriminosos revela o quão dominante o crime cibernético está se tornando, e por isso é cada vez mais importante a prática de proteção contra roubo de identidade.


    Cibercriminosos Tentam Tomar Controle de um Banco

    É difícil ainda não ter visto nenhuma cobertura sobre as tentativas de uma quadrilha de 11 homens que tentar tomar, remotamente, o controle de uma agência do banco Santander por seqüestro de seus computadores. Foi uma trama tão audaciosa e incomum, que a mídia se abateu sobre a história "en masse".



    Hijacking Bank Utilizando um Dispositivo KVM

    Os pretensos criminosos, aparentemente, plantaram um dispositivo KVM no banco. KVM (stands for keyboard video mouse), trata-se de uma ferramenta a partir da qual as equipes em ambientes empresariais de TI usam para assumir remotamente o controle do computador de um usuário, para resolver problemas. É uma ferramenta padrão e vem nas mais diferentes formas. Por exemplo, ele pode ser incorporado ao hardware ou mesmo funcionar como um dispositivo de comutação independente, que pode ser ligado a um computador. Alguns até têm o seu próprio endereço IP para que eles possam ser localizados em uma rede.


    KVM, Cable Sneaks, Disfarces e Gerenciamento Cibercriminoso

    Parece que neste caso, o KVM era um dispositivo de comutação (uma pequena caixa) porque aparentemente, tudo indicava que um falso engenheiro de manutenção teria entrado no ramo e o dispositivo estaria ligado a um computador. Imagine uma fileira de mesas em um escritório, cada uma delas com um monitor, e debaixo de cada uma dessas mesas, computadores reais. Streams de cable sneaks sob as mesas disfarçariam muito fácil um switch KVM que estivesse infiltrado entre os cabos.

    Logo após a prisão, a polícia soube que os elementos envolvidos nesse esquema tinham criado um escritório em Hounslow, uma parte bastante anônima de West London que fica bem perto do aeroporto de Heathrow, de onde eles planejavam realizar e gerenciar a sua farsa.

    O switch KVM teria permitido a eles, ver que o que estava acontecendo nos computadores que havia sido anexado. Em um cenário igual a esse, você pode imaginar a informação sobre a qual teria acesso, como números de contas bancárias, saldos, nomes e endereços, registros de transações e assim por diante. Além disso, alguns dispositivos KVM permitiram que, remotamente, houvesse o desligamento de um computador; por isso, teoricamente, eles poderiam ter ligado o computador quando o banco estivesse fechado.


    Necessidade de Proteção para Cartão de Crédito

    Toda essa trama revela, como o crime mainstream e os crimes cibernéticos estão fortemente interligados. Em face de todas essas ocorrências, só há a possibilidade de especular como a quadrilha teria desviado dinheiro. Claramente, uma tentativa de esvaziar enormes quantias de dinheiro em um único golpe que seria realizado durante a noite, iria fazer com que todos os tipos de alarme possíveis soassem ao mesmo tempo, o que não seria uma estratégia nem um pouco inteligente; além disso, é bem mais provável que a quadrilha quisesse retirar o dinheiro em pequenas quantidades, de modo a não atrair a atenção.

    De fato, o potencial para a grande fraude é surpreendente, e só seria limitado pela imaginação do próprio bandido. Vale lembrar que o Banco Santander tem 25 milhões de clientes no Reino Unido, e seu raio de alcance seria enorme. No entanto, possuir informações de conta bancária, como nomes, números e endereços já é algo bastante valioso, pois estes detalhes são dignos de divisas no mercado negro.
    Embora seja difícil prever exatamente de onde as próximas ameaças cibernéticas virão, você pode tomar medidas mais enérgicas para se proteger.


    BullGuard Identity Protection: Protegendo suas Informações Financeiras

    Nesse contexto, BullGuard Identity Protection protege sua informação financeira pessoal. Se, por exemplo, seus dados estão sendo utilizados para realizar golpes com cartão de crédito ou de empréstimos, ou está sendo oferecido para venda, BullGuard Identity Protection irá detectar a ação maliciosa e notificá-lo imediatamente sobre isso. Em um mundo onde o crime cibernético está se tornando cada vez mais comum, como acessar a Internet de forma onipresente, seu bom senso está sendo usado para proteger-se contra roubo de identidade e outros transtornos similares.


    Saiba Mais:

    [1] Blog BullGuard http://blog.bullguard.com/2013/09/cy...computers.html


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L