• ENISA: Relatório Sobre as Principais Ameaças Cibernéticas de 2013

    A ENISA apresentou a sua lista com as principais ameaças cibernéticas de 2013, como parte de Threat Landscape Report 2013. O estudo analisa 50 relatórios, e identifica um aumento das ameaças cibernéticas para infra-estrutura por meio de ataques direcionados, dispositivos móveis e mídia sociais com ênfase em roubos de identidade realizados por ciber-criminosos sobre serviços em nuvem.


    Algumas das principais tendências identificadas no estudo são:

    - Os cibercriminosos estão cada vez mais usando métodos avançados para implementar técnicas de ataques (vetores), que não são rastreáveis ​​e difíceis de derrubar. Tecnologias de anonimização e sistemas peer-to-peer (as chamadas tecnologias distribuídas), desempenham um papel importante neste processo. É claro, como todos sabemos, que a tecnologia móvel é cada vez mais explorada por cibercriminosos.




    - Ameaças de todos os tipos que foram encontrados nos cenários mais tradicionais de TI irão afetar dispositivos móveis e os serviços disponíveis nessas plataformas.

    - A ampla disseminação dos dispositivos móveis leva a um aumento do abuso com base no conhecimento / ataque usando métodos de segmentação de mídias sociais.

    - A disponibilidade de malware e ferramentas, e serviços de cyber-hacking com moedas digitais (por exemplo, os Bitcoins) e serviços de pagamento anônimos, está abrindo novos caminhos para a cyber-fraudes e atividades criminosas.

    Além disso, há uma possibilidade real de eventos de grande impacto quando os ataques que combinam várias ameaças são lançados com sucesso. Conforme relatado pela ENISA no seu relatório sobre os principais ataques cibernéticos (2013/07/20), o cyber-ataque é a sexta causa mais importante de falhas em infra-estruturas de telecomunicações, e isso impacta em cima de um número considerável de usuários. Levando em conta estes incidentes, e problemas com ameaças a desenvolvimentos de serviços, observa-se um aumento das ameaças de infra-estrutura em 2013.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=15616

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L