+ Responder ao Tópico



  1. O fato é que a faixa de 900MHZ não é permitida para o uso de enlaces para provedores, e também para clientes.

    Segundo um provedor de Santa Catarina que eu visitei recentemente, eles usam os enlaces de 900MHZ para situações extremas onde não existe visada e usam este recurso enquanto não há um numero expressivo de clientes porque de acordo com a distância a velocidade de conexão nunca supera 2MBITS/s. Sem contar que se a fiscalização da Anatel pegar, um abraço. (a concorrência não pode saber desse uso nem por decreto)

    Eu também quis comprar enlaces nessa faixa pelo medo de não conseguir enlace por falta de linha de visada. Mas como a faixa de 900MHZ não é permitida e a probabilidade de interferência é muito grande, estou montando torres de 24m em pontos estratégicos e a freqüência será de 5.8 com direcionais de 31DBI, numa distancia máxima de duas milhas entre elas.

    Sobre a interferência, existe sim essa possibilidade, pois existem alguns tipos de telefone "made in Taiwan" que tem o DOM de derrubar um backbone se este for em 2.4 ou 900mhz. Aconselho a usar microondas, pois apesar de serem mais caros, a estabilidade e a velocidade de tráfego são infinitamente superiores...

  2. Citação Postado originalmente por Junior51 Ver Post
    O fato é que a faixa de 900MHZ não é permitida para o uso de enlaces para provedores, e também para clientes.

    ...


    é... e a Anatel faz homologação de um equipamento que não pode ser utilizado??? Legal... mais um "entendedor" de leis...

    Algumas sub-faixas em 900 Mhz são públicas, assim como 2.4 GHz e 5.8 GHz. Pode-se utilizá-las sem problemas, desde que respeite os limites impostos pelas normas da Anatel.



  3. Citação Postado originalmente por sergio Ver Post
    é... e a Anatel faz homologação de um equipamento que não pode ser utilizado??? Legal... mais um "entendedor" de leis...

    Algumas sub-faixas em 900 Mhz são públicas, assim como 2.4 GHz e 5.8 GHz. Pode-se utilizá-las sem problemas, desde que respeite os limites impostos pelas normas da Anatel.
    Concordo plenamente Sérgio.
    Inclusive lá no início do tópico eu citei o KIT MKBR100 lançado pela Mikrotik Brasil e é homologado.
    Este equipamento pode vir com 2.4, 5.8 ou 900 e todos homologados.
    Segundo o que me informaram na Mikrotik, o cartão de 900 só é considerado homologado quando vem junto no equipamento. Avulso ainda não existe homologado. O mesmo vale para o cartão R52H que é tão elogiado pelo desempenho.
    Só que o preço do KIT ainda está salgado. Mas acho que com o tempo deve ceder um pouco. R$ 2.200 ou 2.300 não me lembro exatamente agora, com 3 cartões R52H.
    Mas se o vivente está com problema de enlace por causa de visada ou distância, este investimento pode compensar. E tudo dentro da legalidade que é o melhor.

  4. 1929, que eu saiba a homologacao de mikrotik está nos Cartões..
    RB não influi! o lance ta exatamente no cartão..
    se o cartão X for homolgado e você colocar uma cpu encima da torre com 100 cartoes desse, vocÊ ta na lei..

    não existe essa de que tem que tar com o
    PC X , com a placa mae X com o cartao X + adpatador X pra ser homologado. :P



    ahh o XR9 é brutal mesmo!
    to pra fazer uns testes com ele entre 8km sem visada, 18km e 35km.. pra ver quanto ele faz e aguenta!
    e doido pra que saia o Power Station9 (900mhz)



  5. Citação Postado originalmente por luizbe Ver Post
    1929, que eu saiba a homologacao de mikrotik está nos Cartões..
    RB não influi! o lance ta exatamente no cartão..
    se o cartão X for homolgado e você colocar uma cpu encima da torre com 100 cartoes desse, vocÊ ta na lei..

    não existe essa de que tem que tar com o
    PC X , com a placa mae X com o cartao X + adpatador X pra ser homologado. :P



    ahh o XR9 é brutal mesmo!
    to pra fazer uns testes com ele entre 8km sem visada, 18km e 35km.. pra ver quanto ele faz e aguenta!
    e doido pra que saia o Power Station9 (900mhz)
    Vamos lá... vou dar uma de "entendedor" de leis agora:

    Quem disse que apenas o cartão deve ser homologado? Onde está descrito isso? Essa questão é apenas mais uma que a fiscalização faz vistas grossas e não decidiu até hoje "meter os ferros"...

    Na LEI (LGT) diz que todos os componentes de uma estação de telecomunicações devem ser homologados (caso de SCM, provedores e correlatos), então leia-se: desde cabos, conectores, até o rádio em si devem possuir homologação.

    Agora porque a Anatel faz homologação só do cartão?

    Porque no caso da homologação de um notebook, um apzinho de plástico, ou outra porcaria qualquer que use o porcaria do cartão, não é necessário realizar o ensaio do mesmo, pois já se encontra homologado, torna-se necessário então apenas do conjunto (board, conector, antena integrada, blindagem). Por isso a Anatel faz a homologação e o fabricante corre atrás da mesma. É assim que funciona.

    Se a board, a fonte, o sistema operacional (como o MT que consegue passar parâmetros que alteram potência, modulação, entre outros) podem alterar as características do equipamento em si, não devem ser homologados?

    Então sejamos coerentes e não saiamos por ai divulgando esse tipo de "pensamento/interpretação", pois senão um dia a casa cai e nessa hora não adianta "chorar". Lembrem-se do caso das antenas.
    Última edição por sergio; 03-06-2008 às 20:41.






Tópicos Similares

  1. Conectar-se no Mikrotik Pelo Kit Client
    Por tiagodroidx no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 16-01-2014, 13:39
  2. Respostas: 10
    Último Post: 23-10-2012, 04:34
  3. novos kits domésticos
    Por Fernando no fórum Redes
    Respostas: 11
    Último Post: 02-11-2004, 16:53
  4. Script para verificar fabricante de kit
    Por demiurgo no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 14-04-2004, 08:56
  5. Kit PCI adapter Planet wireless
    Por lss no fórum Redes
    Respostas: 15
    Último Post: 17-03-2004, 20:17

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L