Página 6 de 8 PrimeiroPrimeiro ... 2345678 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Nem sempre a corda rompe do lado do mais fraco, a corda é sempre mais forte do lado numeroso, a maioria quase sempre vence, se unir caso esse boato seja verídico.

  2. Procure a o pessoal da globo local, procure conversar na parte tecnica, leve o projeto da sua rede com frequencia , potencia e antena, nao deixe chegar na anatel procure resolver antes pois TV tem prioridade nos meios de comunicacao . Boa sorte, ja tive este tipo de problema mais se resolveu facil .



  3. Freqüências para TV digital põem Brasil e EUA em lados opostos

    Americanos querem liberar freqüências para usar em telefonia e internet sem fio, mas Brasil tem outros planos


    O Brasil se opõe aos planos do governo americano de definir as freqüências da TV digital no mundo. O governo vai tentar bloquear a iniciativa americana na conferência que ocorre nesta semana, em Genebra, promovida pela União Internacional de Telecomunicações (UIT). A idéia dos americanos é de permitir que uma banda seja definida rapidamente para que a freqüência usada pela TV analógica possa ser liberada para outros fins, como celulares e internet sem fio. Mas o Brasil é contrário a essa posição. "Enquanto os americanos pegam todas as freqüências existentes para a telefonia, nós precisamos ainda de espaços para outras finalidades. Só a TV pública, por exemplo, precisará de quatro canais", afirmou o ministro das Comunicações, Hélio Costa.

    Pelos cálculos americanos, a definição das freqüências abriria um espaço de US$ 15 bilhões para o uso comercial das freqüências que seriam liberadas. Mesmo assim, a posição brasileira é bem diferente. "Nosso prazo para a migração para a TV digital é 2016. Não podemos defender que a freqüência seja definida já", disse Costa. Segundo ele, o governo americano gastou US$ 1,5 bilhão para subsidiar a migração de casas onde a renda não permitia a compra de novos aparelhos.

    Mas os americanos tem outra percepção. O embaixador americano Richard Russel estima que a freqüência é "valiosa demais" para simplesmente esperar. Os americanos querem ter concluído a migração da TV analógica para a digital até fevereiro de 2009.

    "Sabemos que nem todos os países vão se mover no mesmo ritmo, e que os que farão mais tarde não querem uma definição já. Mas nossa avaliação é de que temos de definir a faixa para que empresas possam se sentir à vontade para desenvolver suas tecnologias", disse Russel.

    Outra briga do Brasil está relacionado à tentativa dos europeus de definir a banda C como de uso exclusivo de celulares. Costa também é contra a proposta. "No Brasil, 18 milhões de pessoas assistem TV por antenas parabólicas que usam essa freqüência", disse.

    RÁDIO

    O governo ainda deverá usar a conferência da OIT para tentar fazer avançar os testes com as tecnologias de rádio digital. Há dois anos o governo promove testes com o sistema americano, mas não está satisfeito.

    Recentemente, testes foram iniciados com a tecnologia européia. Ontem, Costa se reuniu com autoridades européias para pedir uma maior cooperação. "Queremos implementar um novo padrão, mas que seja acessível também às pequenas rádios."

    Folha de São Paulo

  4. Para ajudar a entender a Tv Digital:

    Via6 - TRANSMISSOR E RECEPTOR DE TV DIGITAL



  5. O Brasil é contra pq nenhum grande grupo é a favor pq nesse nossa pais nada é feito pensando no bem da população, mais sim nos bolsos cheios de grana de bando de politico ladrão.
    É por isso que somos tão atrasados, quem aqui tem cliente que já morou e trabalhou no japão ai o cara vem e te pergunta qual o serviço de internet vc tem pra residencia, vc enche a boca por ter muito orgulho do seu provedor e diz, tenho planos de 128kbps, 200kbps e 256kbps, ae o cara olha bem pra vc e diz, vc não tem planos mais rapidos no Japão eu tinha acesso residencial de 20mbits, ae vai vc esplica pro cara que paga 3000,00 em 2mbits aqui e que tem sorte pq em algumas regioes do Brasil esse valor não contrata nenhum MB de link.

    Abraços

    Clecio

    Citação Postado originalmente por magal Ver Post
    Freqüências para TV digital põem Brasil e EUA em lados opostos

    Americanos querem liberar freqüências para usar em telefonia e internet sem fio, mas Brasil tem outros planos


    O Brasil se opõe aos planos do governo americano de definir as freqüências da TV digital no mundo. O governo vai tentar bloquear a iniciativa americana na conferência que ocorre nesta semana, em Genebra, promovida pela União Internacional de Telecomunicações (UIT). A idéia dos americanos é de permitir que uma banda seja definida rapidamente para que a freqüência usada pela TV analógica possa ser liberada para outros fins, como celulares e internet sem fio. Mas o Brasil é contrário a essa posição. "Enquanto os americanos pegam todas as freqüências existentes para a telefonia, nós precisamos ainda de espaços para outras finalidades. Só a TV pública, por exemplo, precisará de quatro canais", afirmou o ministro das Comunicações, Hélio Costa.

    Pelos cálculos americanos, a definição das freqüências abriria um espaço de US$ 15 bilhões para o uso comercial das freqüências que seriam liberadas. Mesmo assim, a posição brasileira é bem diferente. "Nosso prazo para a migração para a TV digital é 2016. Não podemos defender que a freqüência seja definida já", disse Costa. Segundo ele, o governo americano gastou US$ 1,5 bilhão para subsidiar a migração de casas onde a renda não permitia a compra de novos aparelhos.

    Mas os americanos tem outra percepção. O embaixador americano Richard Russel estima que a freqüência é "valiosa demais" para simplesmente esperar. Os americanos querem ter concluído a migração da TV analógica para a digital até fevereiro de 2009.

    "Sabemos que nem todos os países vão se mover no mesmo ritmo, e que os que farão mais tarde não querem uma definição já. Mas nossa avaliação é de que temos de definir a faixa para que empresas possam se sentir à vontade para desenvolver suas tecnologias", disse Russel.

    Outra briga do Brasil está relacionado à tentativa dos europeus de definir a banda C como de uso exclusivo de celulares. Costa também é contra a proposta. "No Brasil, 18 milhões de pessoas assistem TV por antenas parabólicas que usam essa freqüência", disse.

    RÁDIO

    O governo ainda deverá usar a conferência da OIT para tentar fazer avançar os testes com as tecnologias de rádio digital. Há dois anos o governo promove testes com o sistema americano, mas não está satisfeito.

    Recentemente, testes foram iniciados com a tecnologia européia. Ontem, Costa se reuniu com autoridades européias para pedir uma maior cooperação. "Queremos implementar um novo padrão, mas que seja acessível também às pequenas rádios."

    Folha de São Paulo






Tópicos Similares

  1. Respostas: 15
    Último Post: 17-06-2014, 12:43
  2. Respostas: 191
    Último Post: 23-07-2011, 21:11
  3. Qualidade da internet via rádio
    Por crismineiro2010 no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 10-03-2010, 07:05
  4. Respostas: 60
    Último Post: 09-04-2009, 13:55
  5. Internet via radio
    Por pensador-ce no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 5
    Último Post: 30-03-2003, 00:49

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L