Página 2 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. To usando o Centos no kernel 2.6
    Vou fazer o teste e mantenho o post atualizado
    Valeu pela ajuda

    Citação Postado originalmente por galahad Ver Post
    Qual o sistema de arquivos você está utilizando?
    Qual a versão do kernel?

    Pelo que andei vendo do /proc/sys/vm/drop_caches, ele faz a liberação forçada dos indicadores de memória, então é aconselhável você rodar o sync(1) antes de passar o parâmetro pra esse arquivo.

    Pode ser que, se você colocar no seu script o comando sync antes de alterar o drop_caches, ele não trave, já que vai sincronizar as informações da memória com o disco e liberar de fato os endereços livres.

    Acho que vale a tentativa.

  2. É isso mesmo que ele faz. Contudo, no caso de um backup, certamente ele não vai fazer uso desses dados, pois estão todos compactados (tgz), prontos pra ir pro FTP, então não faz sentido manter isso em memória.

    Citação Postado originalmente por galahad Ver Post
    Qual o sistema de arquivos você está utilizando?
    Qual a versão do kernel?

    Pelo que andei vendo do /proc/sys/vm/drop_caches, ele faz a liberação forçada dos indicadores de memória, então é aconselhável você rodar o sync(1) antes de passar o parâmetro pra esse arquivo.

    Pode ser que, se você colocar no seu script o comando sync antes de alterar o drop_caches, ele não trave, já que vai sincronizar as informações da memória com o disco e liberar de fato os endereços livres.

    Acho que vale a tentativa.
    Citação Postado originalmente por fredy10 Ver Post
    Bom, não sei se entendi direito o problema, mas pelo que sei, o Linux pega uma grande parte da memória livre e faz cache. Portanto, por mais que ele não esteja usando a memória, ela vai estar como "cached" no TOP.

    Esse parâmetro, pode ser interpretado - de certa forma - como uma memória livre, pois o linux aloca ela para poder utilizá-la mais rapidamente quando necessário.



  3. Mas de qualquer forma, os dados vão continuar na memória! pois ele não irá zerar os bits das memórias, então os dados estarão lá gravados fisicamente... E se o linux precisar de realocar esse espaço para alguma outra coisa, ele irá reescrever os dados, o que não dá diferença nenhuma.

  4. Então o mais indicado é eu continuar a dar reboot diário?

    Citação Postado originalmente por fredy10 Ver Post
    Mas de qualquer forma, os dados vão continuar na memória! pois ele não irá zerar os bits das memórias, então os dados estarão lá gravados fisicamente... E se o linux precisar de realocar esse espaço para alguma outra coisa, ele irá reescrever os dados, o que não dá diferença nenhuma.



  5. Citação Postado originalmente por hamasterisk Ver Post
    Então o mais indicado é eu continuar a dar reboot diário?
    Não... Uma das grandes vantagens do linux em relação ao ruindows é a questão de gerenciamento de memória... Ele não fragmenta muito a memória e por isso ganha performance.

    A questão de cached, ele mesmo vai se virando. Você não precisa se preocupar com isso. É só você ficar de olho, quando a memória em cache (cached) estiver alta, é sinal que tem memória livre. Se for diminuindo muito e a memória livre também estiver baixa, aí sim está faltando memória fisica.

    Passe por favor o resultado do TOP para eu dar uma olhada.






Tópicos Similares

  1. Como limpar memória no Mikrotik?
    Por agpnet no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 16-07-2009, 09:20
  2. "limpar" a memória
    Por juniox no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 5
    Último Post: 20-12-2005, 20:10
  3. Limpar memória
    Por guardian_metal no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 25-09-2003, 08:54
  4. memória
    Por engmoraes no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 04-01-2003, 10:50
  5. como limpar o cache do squid?
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 17-08-2002, 11:13

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L