+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Sobre Como Usar equipamento Homologados no Provedor !

    Gostaria de esclarecer umas duvidas que sei que é de todos que trabalham com wireless e querem ficar dentro da legalidade.
    Primeiro quero dizer que tudo que estou relatando foi lido e relido no site da Anatel.
    SEÇÃO IX do Regulamento.
    Características – 900 MHz, 2,4 GHz e 5,7 GHz:
    Sobre a potencia máxima permitida para uso em cidades com menos de 500.000 habitantes em 2,4 ghz é de 36 DBM = 4 W ( soma do cartão + antena ).
    Com isso se meu cartão estiver homologado posso usar ele em conjunto com qualquer antena homologada, mas tenho que limitar a potencia dele para não ultrapassar 4 W. No caso o cartão não pode passar 1 W, se tiver 1 W a antena não pode passar de 6 dbi. Isso tudo para cidades com menos de 500.000 habitantes.

    Ptx £ 1 W
    £ 4 W e.i.r.p.

    G antena £ 6 dBi

    Caso seja utilizada antena com ganho direcional superior a 6 dBi, a potência do transmissor deve ser reduzida da mesma quantidade em dB que o ganho direcional da antena exceder a 6 dBi.

    No caso especifico Ponto a Ponto.
    2400-2483,5 MHz
    Ponto-a-Ponto Reduzir 1 dB no Tx para cada 3 dB que o Ganho da antena exceder a 6 Bi.

    5725-5850 MHz
    Ponto-a-Ponto Ganho da antena pode ser > 6 dBi, sem necessidade de reduzir a Ptx.

    Para aqueles equipamentos que possuem em sua homologação:
    Possui antena incorporada com ganho máximo de 2 dBi.
    Neste caso estou mostrando a homologação do WLA5000AP, veja que em sua homologação esta assim:
    Características técnicas básicas:
    Faixa de Freqüências Tx
    (MHz)

    Potência Máxima de Saída
    (W)

    Designação de Emissões
    Tecnologias
    Tipo de Modulação
    5725,0 a 5850,0
    0,06998
    16M8X9D
    OFDM
    16QAM, 64QAM

    Possui antena incorporada com ganho máximo de 2 dBi.

    Observações:


    Na instalação do produto devem ser observados os valores de potência E.I.R.P. conforme a seção IX do Regulamento sobre Equipamentos de Radiocomunicação de Radiação Restrita. A antena usada com o transmissor não deve ser operada em conjunto com nenhuma outra antena ou transmissor.


    Resumindo:
    Neste caso entede-se que ao usar a freqüência homologada (5725,0 a 5850,0) não ultrapassando a potencia máxima de saída (0,06998), posso usar ele de acordo com o regulamento E.I.R.P. conforme a seção IX do Regulamento sobre Equipamentos de Radiocomunicação de Radiação Restrita. E com isso poderei instalar ele com outra antena de ganho maior sim. Para outro tipo de uso só posso usar em conjunto com a antena 2 dbi.


    Se estiver equivocado nas colocações, por favor me corrijam.

    Abraço a todos.



  2. #2

    Padrão

    Olá Shadow,

    Eu também tive este entendimento, será que alguem mais esclarecido no assunto pode confirmar ou corrigir este entendimento???


    Obrigado,

    Rogério



  3. #3

    Padrão

    olá Amigos !

    so para eu ter um melhor entendimento !

    na questão de paineis setoriais


    antenas 17dbi radio com potencia 19dbm = 36dbm certo ?

    agora nao entendi a parte dos ponto a ponto

    se eu tiver uma antena de grade aquario 25 dbi qual a potencia que posso usar no cartão ?

    pois sempre escutei que ponto a ponto pode se usar a potencia original dos cartões

    tipo aquele engenius de 600mw

    ai ficaria 25dbi mais os 600mw posso usar isto ?

    claro isso numa cidade com menos de 500k habitantes


    Até mais!

  4. #4

    Thumbs down

    Beleza!

    Os Doutores em Wireless só querem Ajuda Mas Não Ajudam Ninguém, Não é por menos que nenhum dos colegas com mais experiência responderam este tópico.



  5. #5

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Giovani.couto Ver Post
    Beleza!

    Os Doutores em Wireless só querem Ajuda Mas Não Ajudam Ninguém, Não é por menos que nenhum dos colegas com mais experiência responderam este tópico.
    No caso especifico Ponto a Ponto.
    2400-2483,5 MHz

    Ponto-a-Ponto Reduzir 1 dB no Tx para cada 3 dB que o Ganho da antena exceder a 6 Bi.

    5725-5850 MHz
    Ponto-a-Ponto Ganho da antena pode ser > 6 dBi, sem necessidade de reduzir a Ptx.

    Para meu entendimento é isso aqui.

  6. #6

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Giovani.couto Ver Post
    Beleza!

    Os Doutores em Wireless só querem Ajuda Mas Não Ajudam Ninguém, Não é por menos que nenhum dos colegas com mais experiência responderam este tópico.
    O caso é que em matéria de legislação ninguém quer arriscar. Cada região a própria Anatel parece tem um entendimento diferente em alguns temas.
    Fica muito mais fácil para os experientes em configuração wireless ajudar na parte técnica do que na legislação.

    Mas eu vou arriscar.
    Eu entendi que 36dbi é o máximo, somando antena e rádio, independente de ter ou não 500 mil hab.
    Esta restriçaõ quanto a habitantes está mais relacionada com o licenciamento da base. Eu entendi lá que em cidades com menos de 500.000 e até 400mW de Eirp ou seja o total irradiado, não precisaria licença da base instalada. Mas precisa SCM.
    Mas na prática ninguém fica com 400mW EIRP.

    Caso não seja esse o entendimento, sintam-se a vontade, pois como disse é o meu entendimento, mas não tenho certeza para afirmar.



  7. #7

    Thumbs up

    [quote=ShadowRed;358185]No caso especifico Ponto a Ponto.
    2400-2483,5 MHz
    Ponto-a-Ponto Reduzir 1 dB no Tx para cada 3 dB que o Ganho da antena exceder a 6 Bi.

    5725-5850 MHz
    Ponto-a-Ponto Ganho da antena pode ser > 6 dBi, sem necessidade de reduzir a Ptx.

    Ok OK OK

    Se eu tiver um cartão de 28db e uma antena de 25dbi, fazendo os cálculos terei que setar o cartão para 21db, isso passara do 4000mw ou 36 dbm!
    E agora pode ou não pode?

  8. #8

    Padrão

    Interessante esta sua colocação.

    Eu entendi que na prática não pode passar de 36dbi todo o conjunto rádio+antena.
    É mais um argumento para que não se use alta potência. Não precisa mesmo. É preferivel baixar tudo que pode no rádio e usar o ganho da antena.



  9. #9

    Padrão

    Realmente, esse assunto volta e meia retorna ( https://under-linux.org/forums/wirel...ena-radio.html ).

    Para faixa de frequencia de radiação restrita 2,4GHz:

    Se sua cidade tem MENOS de 500 mil habitantes, você pode utilizar potência eirp de até 36 dbm no conjunto rádio+antena (máximo de 30 dbm do rádio + máximo de 6 dbi da antena).
    Se por exemplo for utilizar um rádio com 20 dbm de saída, pode-se usar uma omni de até 16 dbm.

    Usando antena direcional essa potência eirp pode ser muito maior, utilizando-se o cálculo que permite aumentar o ganho da antena em 3 dbi além dos 6 dbi, para cada 1 dbm diminuido na saida do transmissor.
    Exemplo: para usar uma antena de 24 dbi, o máximo de potência de saída permitida no rádio é de 24 dbm.

    Se a cidade tiver MAIS de 500 mil hab., isso tudo acima vale, só que vc vai ter que registrar a estação na Anatel.
    Se não quiser gastar $$$$, o conjunto rádio+antena não pode passar de 400 mW (26 dbm), independente do tipo de antena utilizada.

  10. #10

    Thumbs up

    [quote=ryiades;359482]Realmente, esse assunto volta e meia retorna ( https://under-linux.org/forums/wireless/110288-potencia-antena-radio.html ).



    Usando antena direcional essa potência eirp pode ser muito maior, utilizando-se o cálculo que permite aumentar o ganho da antena em 3 dbi além dos 6 dbi, para cada 1 dbm diminuido na saida do transmissor.
    Exemplo: para usar uma antena de 24 dbi, o máximo de potência de saída permitida no rádio é de
    24 dbm.

    Olá Amigo!
    Desculpa-me, mas ainda não consegui entender sua lógica, não me caiu a ficha si é que me entende !
    Poderia me dar mais exemplos!

    Por exemplo um cartão homologado 28dbm e uma antena homologada 25 dbi, qual o ajuste deste equipamento para um espalhamento espectral (usar ela como se fosse Painel Setorial) e para um PTP com outro equipamento igualmente nas mesmas condições?



  11. #11

    Padrão

    Tchê! Pelo que eu entendi, independe se é ponto a ponto ou não. O máximo permitido é 36 dbm.
    Eu acho que é por isso que tem tanto advogado (por favor, nada contra a nobre profissão), mas é que os textos das leis muitas vêzes são escritos de uma forma que gera várias interpretações.
    Cada um lê e diz uma coisa diferente.
    Ai entra o papel do juíz para decidir. Quem se apresenta como juiz? heheheh!!!


    [/Quote]Por exemplo um cartão homologado 28dbm e uma antena homologada 25 dbi, qual o ajuste deste equipamento para um espalhamento espectral (usar ela como se fosse Painel Setorial) e para um PTP com outro equipamento igualmente nas mesmas condições? [/FONT][/COLOR][/QUOTE]
    Última edição por 1929; 22-11-2008 às 14:40.

  12. #12

    Padrão

    [quote=Giovani.couto;359498]
    Citação Postado originalmente por ryiades Ver Post
    Realmente, esse assunto volta e meia retorna ( https://under-linux.org/forums/wireless/110288-potencia-antena-radio.html ).



    Usando antena direcional essa potência eirp pode ser muito maior, utilizando-se o cálculo que permite aumentar o ganho da antena em 3 dbi além dos 6 dbi, para cada 1 dbm diminuido na saida do transmissor.
    Exemplo: para usar uma antena de 24 dbi, o máximo de potência de saída permitida no rádio é de
    24 dbm.

    Olá Amigo!
    Desculpa-me, mas ainda não consegui entender sua lógica, não me caiu a ficha si é que me entende !
    Poderia me dar mais exemplos!

    Por exemplo um cartão homologado 28dbm e uma antena homologada 25 dbi, qual o ajuste deste equipamento para um espalhamento espectral (usar ela como se fosse Painel Setorial) e para um PTP com outro equipamento igualmente nas mesmas condições?
    A cada 1 db a menos na saída do rádio permite + 3 db de ganho direcional na antena, por isso somente ponto a ponto, para antena omni-direcional não vale.

    PTx ------ Antena

    30 dbm ----- 6 db
    29 dbm ----- 9 db
    28 dbm ----- 12 db
    27 dbm ----- 15 db
    26 dbm ----- 18 db
    25 dbm ----- 21 db
    24 dbm ----- 24 db
    23,67 dbm ----- 25 db (seu caso)
    23 dbm ----- 27 db
    22 dbm ----- 30 db
    .
    .
    .
    .
    Última edição por ryiades; 22-11-2008 às 11:22. Razão: erro de edição



  13. #13

    Padrão

    .
    Última edição por ryiades; 22-11-2008 às 11:23.

  14. #14

    Thumbs up

    [quote=ryiades;359517]
    Citação Postado originalmente por Giovani.couto Ver Post

    A cada 1 db a menos na saída do rádio permite + 3 db de ganho direcional na antena, por isso somente ponto a ponto, para antena omni-direcional não vale.

    PTx ------ Antena

    30 dbm ----- 6 db
    29 dbm ----- 9 db
    28 dbm ----- 12 db
    27 dbm ----- 15 db
    26 dbm ----- 18 db
    25 dbm ----- 21 db
    24 dbm ----- 24 db
    23,67 dbm ----- 25 db (seu caso)
    23 dbm ----- 27 db
    22 dbm ----- 30 db
    .
    .
    .
    .
    Olá Amigo!

    Agora entendi perfeitamente o calculo !
    Mas na questão de usar a grade de 25 dbi para espalhar sinal entra nesta regra ou entra na regra de 36dbm ?



  15. #15

    Padrão

    Bom Dia,

    É com grande prazer que anuncio a esta estimada comunidade a homologação da Anatel do produto Ubiquiti XtremeRange 5 - XR5.

    http://sistemas.anatel.gov.br/sgch/Certificado/HomologacaoPICC.asp?consulta=1&?NumRFGCT=214608

    A Homologação definitiva do XR5, demorou mais saiu.

    Aguardamos pedidos dos distribuidores,

    Atenciosamente

    Erick MacDonald Filzek
    Diretor Comercial
    USAImport Importação
    (19) 7801-6718 com Rafael
    Distribuidor Ubiquiti Brasil
    [email protected]