Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #7
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão

    Bom dia,

    realmente as grandes operadoras têm encontrado brechas nas leis de telecomunicações para "bancarem" provedores de serviços internet, pois a priori uma empresa que tem apenas licença de exploração de serviço telefonia móvel ou telefonia fixa comutada não podem atuar como provedores de serviços. Se houvesse uma união de provedores esse ponto poderia ser questionado na justiça.

  2. #8

    Padrão

    Citação Postado originalmente por MarceloGOIAS Ver Post
    Bom dia,

    realmente as grandes operadoras têm encontrado brechas nas leis de telecomunicações para "bancarem" provedores de serviços internet, pois a priori uma empresa que tem apenas licença de exploração de serviço telefonia móvel ou telefonia fixa comutada não podem atuar como provedores de serviços. Se houvesse uma união de provedores esse ponto poderia ser questionado na justiça.
    Fico contente em saber que você compartilha a mesma opinião. Algum tempo atrás levantei esta questão aqui e quase apanhei.
    Sei que você é um dos que estão bem atualizados em wireless. Mas uma pressão assim poderia partir de associações como a Abramult ou Abusar. Pena que ainda não tenho SCM para poder me filiar a elas e pressionar.



  3. #9

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Fico contente em saber que você compartilha a mesma opinião. Algum tempo atrás levantei esta questão aqui e quase apanhei.
    Sei que você é um dos que estão bem atualizados em wireless. Mas uma pressão assim poderia partir de associações como a Abramult ou Abusar. Pena que ainda não tenho SCM para poder me filiar a elas e pressionar.


    Verdade,e eu estou de acordo com vcs, porem isso não impedem que eles comprem a SCM para poder operar nesta area, o legal, é que com 300 cliente um provedor foi lacrado e o dono esta respondendo a processo fereral aki na minha cidade, e a telefonicas moveis com seus milhares de clientes não rola nada?? Nem uma muntinha ???

    O mundo é de quem PAGA!!

    Ta dificil ser provedor neste brasil...

  4. #10

    Padrão

    Citação Postado originalmente por georgebrite Ver Post
    Verdade,e eu estou de acordo com vcs, porem isso não impedem que eles comprem a SCM para poder operar nesta area, o legal, é que com 300 cliente um provedor foi lacrado e o dono esta respondendo a processo fereral aki na minha cidade, e a telefonicas moveis com seus milhares de clientes não rola nada?? Nem uma muntinha ???

    O mundo é de quem PAGA!!

    Ta dificil ser provedor neste brasil...
    Por ex. na minha cidade, procurando por SCM, só tem uma base da BrasilTelecom, que distribui via fio telefônico.
    A Claro, Vivo e Tim estão a todo o vapor com a banda larga deles, que não é tão larga assim e sem SCM.

    Hoje por curiosidade fui ler sobre as especificações de um celular.
    Potencia de tx em 850 mhz - 1.43W
    Em 1800mhz - 0,70W

    Quer dizer, na média 1w de potencia colado no ouvido.
    Sem falar na potencia instalada lá na torre que eu não tenho nem idéia de quanto eles usam.

    Nós somos regulamentados para baixa potencia, os protocolos já preparados pra isso e eles além de terem acesso a outros protocolos mais modernos, ainda usam uma alta potencia. Isto garante a mobilidade, mas acho que abre caminho para alguns cancerzinhos também e as autoridades não estão nem aí.



  5. #11

    Padrão

    Amigos... vamos com calma... Toda operadora de Celular possui licenca propria pra operar e vamos convir que todas usam aparelhos de alta qualidade, não é comoós que comecamos usando placas de 200 reais e depois pulamos pra as de 40 .

    Quando o governo lanca edital de licitacao de operadoras, eles especificam tudo, inclusive a potencia e a frequencia que eles tem que operar, por exemplo, no Brasil foi especificado por lei que os canais de operacao vai de 1 ao 11 (muitos desobedecem e poem ate o 14) uma operadora de celular nao faz isso.

    Um celular tem 1Watt de potencia, mas a Anatel sabe disso, pois o modelo homologado pra essa potencia, mas nossos radios vem com 100mW e por meios ilegais colocamos amplificadores pra chegar a 1 ou 3 Watts. Quem aqui ja viu amplificador numa radiobase de celular? ninguem.

    O que acontece é que os provedores querem se impor fazendo o que querem e as grandes vendo isso querem acabar com esse espaço que conquistamos.

    Se escolhemos trabalhar nessa area, temos que nos conformar com o que esta na regulamentação, engana-se quem pensa que todas as grandes teleoperadoras nao tem SCM, tem sim e devemos agradecer por elas nao cismarem e atraves de acoes udiciais nao mandarem tirar nossas minusculas torres por alegar que atrapalha eles.

    Eu sempre falo: Mexer com grandes operadoras é como se fosse mexer com uma canoa um navio gigante. Deixa elas la quietas. No dia que elas se retarem e disserem "internet de graca pra todos os que tem celular" ninguem vai poder fzer nada, pois elas dirão "nos pagamos milhoes de impostos todo ano, e esse provedor paga pouco mais que 9000 reais anuais. Quem terá razão?

  6. #12

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Pedro0278 Ver Post
    Amigos... vamos com calma... Toda operadora de Celular possui licenca propria pra operar e vamos convir que todas usam aparelhos de alta qualidade, não é comoós que comecamos usando placas de 200 reais e depois pulamos pra as de 40 .

    Quando o governo lanca edital de licitacao de operadoras, eles especificam tudo, inclusive a potencia e a frequencia que eles tem que operar, por exemplo, no Brasil foi especificado por lei que os canais de operacao vai de 1 ao 11 (muitos desobedecem e poem ate o 14) uma operadora de celular nao faz isso.

    Um celular tem 1Watt de potencia, mas a Anatel sabe disso, pois o modelo homologado pra essa potencia, mas nossos radios vem com 100mW e por meios ilegais colocamos amplificadores pra chegar a 1 ou 3 Watts. Quem aqui ja viu amplificador numa radiobase de celular? ninguem.

    O que acontece é que os provedores querem se impor fazendo o que querem e as grandes vendo isso querem acabar com esse espaço que conquistamos.

    Se escolhemos trabalhar nessa area, temos que nos conformar com o que esta na regulamentação, engana-se quem pensa que todas as grandes teleoperadoras nao tem SCM, tem sim e devemos agradecer por elas nao cismarem e atraves de acoes udiciais nao mandarem tirar nossas minusculas torres por alegar que atrapalha eles.

    Eu sempre falo: Mexer com grandes operadoras é como se fosse mexer com uma canoa um navio gigante. Deixa elas la quietas. No dia que elas se retarem e disserem "internet de graca pra todos os que tem celular" ninguem vai poder fzer nada, pois elas dirão "nos pagamos milhoes de impostos todo ano, e esse provedor paga pouco mais que 9000 reais anuais. Quem terá razão?
    Pedro, suas observações vão de encontro com o que pensamos. Eles são grandes e por isso acham que podem tudo.
    Mas quatro são as questões:

    1- eles não tem base cadastrada para distribuir sinal de internet, o que subentende que para distribuir internet precisa de SCM. Para confirmar, procura a torre de uma delas mais próximo de você e vai lá no site da Anatel e vê se está cadastrada?
    Talvêz até tenham a licença que é dada em carater nacional, mas cada base precisa do registro. Na minha cidade tem torre Vivo, Claro e Tim. Nenhuma aparece no cadastro. Só aparece BrasilTelecom, que distribui via fio. Esta última está certo.

    2- Pelo mapa de distribuição de frequencias, 850 e 1800 não são destinadas a dados, só a fonia móvel.

    3- Correto quanto a potencia e qualidade dos equipamentos. Não que eu seja adepto de mais potência, você mesmo sabe que eu estou com baixissima potencia e satisfeito com os resultados.
    Mas nós se quisessemos e pudessemos ainda não teriamos acesso a este tipo de tecnologia que nos permitisse manter um provedor oferecendo a comodidade de mobilidade aos seus usuários. Mesmo tendo recursos para obter estes mesmos equipamentos, por força da lei só podemos ficar em 2.4 e 5.8. Nestas frequencias são as tecnologias que nos limitam. Amanhã ou depois todo mundo vai querer andar de notebook dum lado para outro e ao natural iremos ser excluidos da competição.

    4- Saúde. Pois tem muita matéria alertando sobre o uso indiscriminado de micro-ondas. Nossa faixa de atuação, com equipamentos de radiação restrita está limitada em potencia, mais pelo aspecto poluição de sinais do que propriamente questões de saúde. Tenho a impressão que ninguém lá em cima quer pensar seriamente no assunto e vão empurrando com a barriga o assunto.

    Concordo plenamente com você, que mexer com grandes é problemático e perigoso. Mas expus já algum tempo estes assuntos mais por tema de reflexão do que pensando que poderiamos mudar alguma coisa. Afinal, já está provado que eles fazem o que querem. A OI comprou a BrasilTelecom por 2bi e seiscentos milhões, usando dinheiro do BNDES e a lei não permitia este tipo de fusão. O que se faz? Muda-se a lei para facilitar. No nosso caso muda-se a lei para nos complicar.

    Mas como você mesmo disse, já que escolhemos nos aventurar pela estrada dos provedores, temos que continuar indo em frente. Felizmente esta estrada ainda nos dá muito prazer.