Página 7 de 15 PrimeiroPrimeiro ... 23456789101112 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por alexsuarezferreira Ver Post
    pois e, mas wimax nâo e para nos, pequenos provedores, caro e ainda tem a questào sa liçensa, sem falar na liçitaçâo desas frequencias.....
    A Parks está com uma linha de rádios ( NetAir5800 )que eles se propõe a suprir uma lacuna do mercado. Anunciaram como sendo Wimax.
    Na faixa de 2.500,00. Me interessei. Achei bom demais.

    Mas entrei em contato e me informaram que era pré-wimax.
    É um termo meio enrolado esse.
    Ou é ou não é wimax.

    Fiquei no meu entendimento como wi-fi, já que o protocolo é 802.11a

  2. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    A Parks está com uma linha de rádios ( NetAir5800 )que eles se propõe a suprir uma lacuna do mercado. Anunciaram como sendo Wimax.
    Na faixa de 2.500,00. Me interessei. Achei bom demais.

    Mas entrei em contato e me informaram que era pré-wimax.
    É um termo meio enrolado esse.
    Ou é ou não é wimax.

    Fiquei no meu entendimento como wi-fi, já que o protocolo é 802.11a
    Esse negócio de pré-wimax é um termo desenvolvido por vendedores. Eu acho que é a mesma coisa que dizer que uma mulher está pré-gravida. Isso não existe. Participei de um webtreinamento da Ynoma sobre tecnologia da Sky Pilot (mesh) e o professor afirmou o seguinte: Wimax é 3.5 Ghz, o q está fora dessa frequência não é wimax. Outra, wimax na verdade é um forum que reune as empresas que estão desenvolvendo o protocolo baseado nas especificações do 802.16 (snme). Essa frequencia de 3,5 ghz tem só 5 empresas autorizadas no Brasil, e como foi comentado o último leilão pra vender as faixas está suspenso.



  3. Na mosca, Martini!!!

  4. Pré-grávidas ? auehauehauehauheauheaue vcs me matam de rir..

    Pré-wimax, não existe.

    Mas falando sério.... Nosso maior problema ainda é o preço dos links e a interferência do 2.4

    O resto, a receita pronta se não me engano já deixei em um outro posto lá tras.

    Abraços



  5. Anatel atribui mobilidade à faixa de 3,5 GHz e abre caminho para retomada do leilão

    Texto entra em consulta pública na semana que vem, prevendo um limite em torno de 30 MHz por operadora.
    O conselho diretor da Anatel deu importante passo para a retomada do leilão da faixa de 3,5 GHz. O colegiado aprovou na reunião realizada na quinta-feira, 30, as mudanças na utilização da faixa, como sua atribuição ao Serviço Móvel Pessoal (SMP), o que abre caminho para a oferta de mobilidade nesta freqüência. Também foi batido o martelo sobre o tamanho dos blocos, que serão licitados no limite de 30 MHz por operadora. No total, a faixa de 3,5 GHz tem 200 MHz, o que significa que o país terá até seis operações, com uma sobra de 20 MHz. Uma faixa do espectro será reservada para aplicações sociais.
    O texto entra em consulta pública na próxima terça-feira, 4, para receber contribuições durante 45 dias. A atribuição da faixa de 3,5 GHz ao SMP era aguardada desde que a União Internacional de Telecomunicações (UIT) destinou a faixa aos sistemas de terceira geração. Por conta disso, o futuro edital deve incorporar também a mobilidade. Na quarta-feira, 29, em entrevista na Futurecom, a conselheira Emília Ribeiro disse que o futuro edital para as licenças em 3,5 GHz deve estabelecer uma transitoriedade entre os serviços fixo e móvel. Ou seja, o WiMAX chega como serviço fixo, devendo ganhar mobilidade em um segundo momento.
    A caracterização de serviço móvel, no entanto, deve ter impacto sobre o preço das licenças no futuro leilão, pois a mobilidade agrega um valor que não estava sendo considerado na licitação anterior. A atribuição ao SMP também deve resultar em ônus para as operadoras que já detinham licença em 3,5 GHz, como a Brasil Telecom, Embratel e Neovia, afinal elas pagaram por uma licença de serviço fixo. A consulta pública já traz as regras de transição para essas empresas, incluindo o caráter oneroso da mobilidade.
    Na forma como foi feita a canalização das faixas, o espectro de 3,5 GHz poderá ser utilizado tanto pelos sistemas WiMAX quanto de LTE (Long Term Evolution). A intenção da Anatel é colher contribuições sobre a preferência do mercado, podendo vir a optar por uma das duas tecnologias quando da publicação do texto final.
    Na consulta, a Anatel propõe a discussão sobre o tipo de empresa que poderia participar da licitação, se autorizatárias ou concessionárias. O fomento à pesquisa e desenvolvimento também será abordado na consulta, como forma de a agência colher contribuições do mercado dobre o tema.

    Fonte: telecomonline.com.br






Tópicos Similares

  1. Acho que estou sendo Monitorado!!!!!!!!!!
    Por MarceloRibeiro no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 7
    Último Post: 29-07-2004, 06:28
  2. Eu acho que named
    Por doidoht no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 15
    Último Post: 23-05-2004, 15:43
  3. Uplink Wirelles (AD-HOC) acho que é isso :)
    Por clistenis no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 30-04-2004, 17:27
  4. eu acho que nao
    Por bouncer no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 4
    Último Post: 02-01-2004, 17:31
  5. acho que está infectado.
    Por vandemberg no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 23-12-2002, 12:11

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L