Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #7

    Padrão

    Estamos no mesmo Barco... rsrs
    Qualquer dúvida ou novidades vamos colocar aqui!

    Abraço

  2. #8

    Padrão

    -- Não sei o que voce esta pensando em montar mais eu nao tenho nenhum equipamento para esta torre que voce mostrou.
    -- Primeiro a resistencia dela com total certeza e muito baixa para o que provedores montam. outra para usar como telescopia vc toda vez que ter que dar manutenção tera que desmontar tudo. outra cabo coaxial para o que trabalhamos é com 3 metros no maximo e olha lá.
    -- O peso de um radio ou a resistencia de uma antena no vento é absurda pois o efeito alavanca e enorme. Nisso pode ser perigoso economizar neste.
    -- Lembre-se cada prefeitura tem o seu proprio plano diretor que pode ser torres só podem ser construidas de 1km em 1km em relação a outra um monte de lixo que uns vereadores adoram aprovar.
    -- Aqui a prefeitura aceitou nossa torre como Construção civel normal dentro das leis da mesma. Na qual solicitou tudo de projeto arquitetonico, engenheiro mecanico e CREA. Só o projeto desenho "CAD" o projetista cobrou R$ 1.200,00. Para se ter uma ideia o laudo fala até quantas porcas foram usadas para montar a torre. Tudo para uma torre de 40Mts ficou R$ 5.000,00 com taxas é documentos necessarios. Isso só para a torre que é muito alta agora para torres de até 10 mts eu não faço nada somente Anatel quando prescisa no caso cidades acima de 400mil hab.

    Tem foto dela neste site www.SFox.com.br



  3. #9

    Padrão

    Citação Postado originalmente por thiagotp26 Ver Post
    Entendi, mas essa torre a qual me refiro possui um sistema de válvulas que a cada 3 metros eu consigo desce-la fazendo com que ela fique com apenas 3 metros. entendeu?

    Exemplo: Tem uma torre desse tipo nesse site -
    Sat5 Loja Virtual


    A vantegem desse tipo de torre é justamente a facilidade.
    Ísto que o Marcelo falou é preciso mesmo levar em conta. Eu tenho uma de 12m aqui desativada porque para baixar é um parto. Tem que ter 2 pessoas com bons braços. Eu uma vêz quase perdi a ponta de um dedo quando a josca escapou um módulo.
    Além disso, como a ponta é fina, não aguenta o peso de uma cx hermética mais pesadinha e antena como setorial hyperlink, mesmo com os cabos esticados, ela se contorce na ponta.

    Agora este sistema de válvulas para baixar pode ser interessante, desde que numa repetidora tenha só um radinho e uma anteninha leve.
    No link que voce postou tem uma de 425,00 mas não fala nada em válvulas para facilitar abaixamento.
    É essa do link que está usando aí?

    Editando: Fui lá no site e verifiquei outros tamanhos. Tem uma lá de 21m. Que coisa louca deve ser mexer com ela. Eu estou montando uma de 21m com secção triangular de 40cm estaida e já achei uma altura exagerada. Ainda bem que não tem nada em volta. heheheh!!!!
    Última edição por 1929; 30-12-2008 às 08:11.

  4. #10

    Padrão

    Vlw por sua colaboração UltraFox,
    Bom, eu optei colocar este tipo de torrre justamente pela facilidade de instalação, de manutenção e também custo eu consigo abaixar a torre para 3 metros em alguns minutos sem nenhum tipo de trabalho e consigo fazer o que tiver de fazer com muito mais calma e sem o risco de estar a metros de altura...

    Será que há algum parâmetro na lei da Anatel que possa me prejudicar por usar este tipo de torre?

    Eu até já tenho uma torre esteiada de 20metros em casa para montar mas por acaso descobri esse tipo de torre telescópia e gostei pelos motivos o qual já citei e gostaria de usa-lá também em minha torre prinicipal..



  5. #11
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão

    Bom dia,

    Aviso: O meu intuito ao postar é contribuir, jamais julgar ou criticar a quem quer que seja.

    Há no Brasil o Sistema de Práticas Telebrás herança (ainda) dos de 1970, mas que deve ser seguido por fabricantes de torres, engenheiros e demais interessados. Muitos podem considerar muito exigente tais práticas. Mas lembrem-se: a lei pode pecar por excesso, jamais por omissão. Afinal após acidentes, prejuízos materiais e humano muitos dos que criticam cobram do Estado fiscalização e punição. Como punir se quase ninguém costuma seguir e obedecer às leis?

    Segue abaixo um breve resumo (isso mesmo, resumo, de exigências). Quem não seguir espero que sirva de alerta, pois no momento de homologar sua torre poderá ter problemas junto à Anatel, talvez junto à prefeitura local e principalmente evitar possíveis acidentes.

    Todo o cálculo na construção de torres deve levar em conta:
    - carga de vento operacional e máxima;
    - torres não devem ser construídas próximo a aérodromos;
    - zincagem por imersão a quente dos componentes estruturais (resistência à corrosão, às chuvas, às variações de temperatura);
    - projeto da fundação da torre;
    - pára-raios;
    - respeito às leis da cidade (postura municipal);
    - treliçamento da torre (ferragens transversais, mão francesa);
    - estrutura anti-torção (exemplo: estaios instalados corretamente em torres ''estaiadas");
    - cargas permanentes na torre (peso da estrutura, antenas, equipamentos, cabeamento e demais acessórios);
    - cargas acidentais (pessoas na torre, equipamento de manutenção);
    - deslocamento da fundação (devido ao peso, ao vento e oscilações no terreno. Exemplo: terreno arenoso);
    - suporte para guinços e roldanas em torres autoportantes;
    - as partes estruturais devem ser peças inteiras, sem emendas (sem soldas e parafusos dentro de cada módulo nas barras principais);
    - até parafusos, porcas e arruelas devem obedecer normas técnicas;
    - marcação e acabamento: todas as peças devem ser identificadas e numeradas;
    - acabamento de pintura deve também obedecer normas técnicas (há diferenciações para ambientes urbanos e rurais);
    - acessórios, como esteiras/escadas e plataformas para torres autoportantes.

    Bem, para não me alongar muito páro por aqui. Mas há, como disse antes, legislação específica para fabricação, montagem e utilização de torres. Entendo que o fator econômico pesa na hora da decisão. Mas procurem ficar o mais próximo possível das exigências legais.
    Última edição por MarceloGOIAS; 30-12-2008 às 19:03.

  6. #12

    Padrão parceria pra SCM

    Ei galera as parcerias sao boas mas cuidado! se nao forem bem feitas da cadeia do mesmo jeito
    ja tem uma engenheira que faz barato e eh um seviço confiavel
    o msn dela eh:
    [email protected]