+ Responder ao Tópico



  1. #13

    Padrão

    Quais são os gastos e exigencias para se tirar uma scm?
    E quais os gastos mensais/anuais após se tirar a licença?

  2. #14

    Padrão

    Brow, boa tarde;
    Trabalho na SHTURBO Brasilia e vi seu comentário correto sobre parceria scm!
    Vejo que já tem muitos donos de provedor abrindo olho com esse negocio de parceria...

    Citação Postado originalmente por rafasysop Ver Post
    Nao caia nessa, tire a sua prória SCM, esse negócio de Parceria nao funciona na ANATEL.

    O que pode dar certo é Vc fazendo uma filial da empresa licenciada!
    sendo que qualquer erro seu a empreza matriz pode ter caçamento da SCM!
    Última edição por Shturbo Internet; 06-01-2009 às 15:34.



  3. #15

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Shturbo Internet Ver Post
    Brow, boa tarde;
    Trabalho na SHTURBO Brasilia e vi seu comentário correto sobre parceria scm!
    Vejo que já tem muitos donos de provedor abrindo olho com esse negocio de parceria...
    Voltou Shturbo?

    Bemvindo, mas o comentário do amigo que você citou, não fala nem em parceria nem franquia.

    Eu entrei em contato telefonico com Anatel, e o que funciona é unicamente filial. AFinal, a outorga é para a empresa explorar o serviço em todo o território nacional.

    Tem que ter contrato social na Junta Comercial, registro de CNPJ, alvará de localização, etc. afinal, uma verdadeira filial.
    Daí a empresa legalmente estabelecida no município poderá assumir em comodato instalações de
    terceiros para ela mesma administrar.

    Dai vem um pensamento agora: A pessoa que estiver respondendo na cidade pelo serviço, terá que ter um vínculo com a Outorgada de SCM, para provar o relacionamento como funcionário, senão pode ficar um furo e a fiscalização querer incomodar, apesar de relações de trabalho não ser atribuição deles, mas é um fato a mais para legitimar ou não a filial. Afinal, ninguém abre uma filial e não tem nenhum funcionário.

    Ou seja, a empresa tem que estar com endereço de filial na cidade onde for fazer sua base e todas as implicações advindas deste estabelecimento..

    Se uma empresa com SCM tiver 50 "parceiros" ou "franquiados", como queira, ela terá que ter 50 filiais. Tu já imaginou o que isso iria gerar em termos administrativos?

    Eu já não sei mais que rumo tomar com estas orientações. Só resta a SCM mesmo.
    Fora isso, tudo vai depender do rigor da equipe que fiscalizar.

  4. #16

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Voltou Shturbo?

    Bemvindo, mas o comentário do amigo que você citou, não fala nem em parceria nem franquia.

    Eu entrei em contato telefonico com Anatel, e o que funciona é unicamente filial. AFinal, a outorga é para a empresa explorar o serviço em todo o território nacional.

    Tem que ter contrato social na Junta Comercial, registro de CNPJ, alvará de localização, etc. afinal, uma verdadeira filial.
    Daí a empresa legalmente estabelecida no município poderá assumir em comodato instalações de
    terceiros para ela mesma administrar.

    Dai vem um pensamento agora: A pessoa que estiver respondendo na cidade pelo serviço, terá que ter um vínculo com a Outorgada de SCM, para provar o relacionamento como funcionário, senão pode ficar um furo e a fiscalização querer incomodar, apesar de relações de trabalho não ser atribuição deles, mas é um fato a mais para legitimar ou não a filial. Afinal, ninguém abre uma filial e não tem nenhum funcionário.

    Ou seja, a empresa tem que estar com endereço de filial na cidade onde for fazer sua base e todas as implicações advindas deste estabelecimento..

    Se uma empresa com SCM tiver 50 "parceiros" ou "franquiados", como queira, ela terá que ter 50 filiais. Tu já imaginou o que isso iria gerar em termos administrativos?

    Eu já não sei mais que rumo tomar com estas orientações. Só resta a SCM mesmo.
    Fora isso, tudo vai depender do rigor da equipe que fiscalizar.

    é exatamente isso ai amigo, em questão de padrões de parte física(torres, equipamentos e etc) a própria matriz irá ou deverá lhe enviar uma norma ou padrão a ser seguido, pois lembramos que ela estará sujeita a ser fechada, lacrada ou até mesmo tendo a SCM caçada(território nacional) levando você também. Não é só a filial que Responde e sim a empresa toda, por isso e bom escolher uma empresa rigorosa para que outras filiais nao ponham tudo a perder, sempre há riscos ... o ideal é tirar mesmo a própria SCM, o nosso amigo Rodrigo pode fazer toda a parte burocrática para você, vale lembrar também que ele é engenheiro e tirou a própria SCM sem ajuda de ninguem, e hoje ele vem fazendo serviços para o brasil inteiro por um preço razoavél!



  5. #17

    Padrão

    Brow , boa tarde e obrigado pelas boas vindas!

    Olha o amigo esta meio certo!
    com franquaia.. se trabalha como um WordTernnis da vida! os franqueado tem empresas em nomes proprios, vende e faturam em nome proprio e paga o imposto devido do estado em nome proprio o franqueado so paga a marca o que é de uso da marca, mais em telecom é diferente na seguinte questão!
    O franqueado ganha o direito de representar a marca na região com venda e suporte local apenas, não tem o direito de mandar nenhum tipo de cobrança em nome da marca ou em nome proprio para o cliente por que isso caracteriza crime, pois o franqueado estaria cobrando por um serviço oqual ele não tem outorga para tal e sim a marca representanda, entendeu?
    Contudo os franqueado da SHTURBO so vendem e instalam em suas regioes, a shturbo fatura, da o suporte, pago o icms devido a telecom e (interconecta) todos os clientes, como exige a anatel e o fisco. o qual o mesmo não é feito em parceria por tanto não é mesma coisa nem de longe, bem pelo menos dessa maneira, outros podem fazer como fazem na parceria por baixo dos panos e dizer que é franquia ao fiscal da anatel.. vai pela cabeça de cada um.
    Ex: se vc fosse se franquear, quem iria vender internet ai, seria a shturbo não o seu provedor (ex: turbonet), vc seira a shturbo em sua região... vc seria o canal de vendas da shturbo, por isso vc receberia 65% do faturamento bruto na região.
    So que para isso vc precisa ter firma aberta para vc pagar o imposto devido de sua empresa por prestação de serviço prestado a cliente na area que vc atuar (ex: informatica), pois fisco nenhum vai lhe deixar abrir uma empresa sem pagar o devido imposto, ou funciona sem o devido alvara.
    Tambem abrimos Filiais quando o franquiado não tem cpnj e não for atuar em nenhuma outra area que não seja telecom(ex informatica), porem isso demanda mais tempo e custos a adesão da franquia, o custo mensal é o mesmo.
    abraço a todos...

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Voltou Shturbo?

    Bemvindo, mas o comentário do amigo que você citou, não fala nem em parceria nem franquia.

    Eu entrei em contato telefonico com Anatel, e o que funciona é unicamente filial. AFinal, a outorga é para a empresa explorar o serviço em todo o território nacional.

    Tem que ter contrato social na Junta Comercial, registro de CNPJ, alvará de localização, etc. afinal, uma verdadeira filial.
    Daí a empresa legalmente estabelecida no município poderá assumir em comodato instalações de
    terceiros para ela mesma administrar.

    Dai vem um pensamento agora: A pessoa que estiver respondendo na cidade pelo serviço, terá que ter um vínculo com a Outorgada de SCM, para provar o relacionamento como funcionário, senão pode ficar um furo e a fiscalização querer incomodar, apesar de relações de trabalho não ser atribuição deles, mas é um fato a mais para legitimar ou não a filial. Afinal, ninguém abre uma filial e não tem nenhum funcionário.

    Ou seja, a empresa tem que estar com endereço de filial na cidade onde for fazer sua base e todas as implicações advindas deste estabelecimento..

    Se uma empresa com SCM tiver 50 "parceiros" ou "franquiados", como queira, ela terá que ter 50 filiais. Tu já imaginou o que isso iria gerar em termos administrativos?

    Eu já não sei mais que rumo tomar com estas orientações. Só resta a SCM mesmo.
    Fora isso, tudo vai depender do rigor da equipe que fiscalizar.

  6. #18

    Padrão

    Analisando todos os aspectos legais, tive uma conversa com meu contador em relação a parceria, filial ... e conclui que a filial é o metodo mais seguro para o sistema (Parceria), mas esse metodo não é tão seguro para o dono da empresa que detém a SCM, pois o meu contador me expôs uma situação que fiquei com os "dois" pés atrás, ele me falou que com sistema de filial é arriscado pois o representante ou parceiro na filial pode ir no cartório e se tiver algum conhecido, pode fraudar uma procuração, e dai pra frente ele pode fazer o que bem entender...

    Fica minha contribuição