Resultados da Enquete: A sua outorga teve como base esse projeto?

Votantes
60. Você não pode votar nesta enquete
  • Sim

    32 53,33%
  • Não

    28 46,67%
+ Responder ao Tópico

  1. Fala Mestre Kleber / Carlos

    Deixa eu perguntar uma coisa básica, conversando com um dos engenheiros da Anatel ele me disse uma coisa bem simples, que muitos dos provedores estavam pagando absurdo para engenheiros assinarem como agente de suas empresas e que esse mercado estava aquecido porém estava totalmente fora do padrão correto.

    Ele disse que não precisa registrar o Engenheiro, e tão pouco o mesmo estar trabalhando na empresa, o que precisa é apenas de um contrato de prestação de serviço de profissional liberal entre o engenheiro elétrico / técnico em eletronica - telecomunicação para que fiquem dentro da Lei.

    Desta forma, paga-se 1/2 salário e não 1 ou 2 salários por mês ao dito cujo para assinar o contrato e valida-lo no crea.

    E agora loro josé???


  2.    Publicidade


  3. É isso que temos observado na prática.
    O Engenheiro só para obter a outorga de SCM e licenciamento.
    De resto, técnico com CREA já é aceito.
    Tem uma briga de alguns CREAs com relação ao técnico.

  4. Para ter a outorga é pré-requisito ter registro ao CREA, para registrar ao CREA é pré-requisito a empresa ter contrato com um responsável técnico, que pode ser um técnico em telecomunicações. A empresa de telecom só precisa de um engenheiro para assinar projetos (básico, instalação, radiométrico, vistoria e licenciamento), ai paga-se a vulso, por "empreita" quando precisar.

  5. Citação Postado originalmente por filzek Ver Post
    Fala Mestre Kleber / Carlos

    Deixa eu perguntar uma coisa básica, conversando com um dos engenheiros da Anatel ele me disse uma coisa bem simples, que muitos dos provedores estavam pagando absurdo para engenheiros assinarem como agente de suas empresas e que esse mercado estava aquecido porém estava totalmente fora do padrão correto.

    Ele disse que não precisa registrar o Engenheiro, e tão pouco o mesmo estar trabalhando na empresa, o que precisa é apenas de um contrato de prestação de serviço de profissional liberal entre o engenheiro elétrico / técnico em eletronica - telecomunicação para que fiquem dentro da Lei.

    Desta forma, paga-se 1/2 salário e não 1 ou 2 salários por mês ao dito cujo para assinar o contrato e valida-lo no crea.

    E agora loro josé???
    Para a ANATEL ela não quer saber se tem um técnico, tecnólogo ou engenheiro como responsavel técnico e/ou se o profissional é contratado ou empregado da empresa. Para ela o que interessa é se a empresa tem registro no CREA da jurisdição da sede.

    Esse assunto já foi discutido em vários tópicos, sugiro fazer uma pesquisa.
    Última edição por EngenheiroAlvaro; 28-07-2012 às 15:41.

  6. so uma duvida amigo esse projeto que posto precisa ser assinado, a assinatura se tiver pode ser do meu engenheiro que ja responde pela area tecnica da empresa ou tem que ser outro?, li alguma coisa sobre ART, seria so se for pago alguma coisa para o engenheiro? obg


  7.    Publicidade




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L