Resultados da Enquete: A sua outorga teve como base esse projeto?

Votantes
60. Você não pode votar nesta enquete
  • Sim

    32 53,33%
  • Não

    28 46,67%
+ Responder ao Tópico

  1. Citação Postado originalmente por deliam Ver Post
    Bom, sou engenheiro de computacao, eu mesmo assinei e a anatel nao recusou o projeto. Vale lembrar que quem vai dizer se pode ou nao, e o CREA, a anatel nao vai nem olha isso, se o CREA registrar sua empresa e colocar que um ENG. CIVIL PODE SER RESPONSAVEL TECNICO, n teras problemas na anatel. Eu nao sei se vc's sabem, mas tem alguns engenheiros que tem 1 tal de CARTA BRANCA (sao aqueles bemmmmmmmm antigos) eles conseguem assinar como responsavel por todas as areas. Agora vai uma dica, se quer algo rapido, procure 1 eng. da area por ser mais garantido, pq o CREA demora uns 30 a 40 dias pra REGISTRAR A EMPRESA e REGISTRAR O RESPONSAVEL TECNICO. Qualquer coisa e so perguntar, em relacao ao crea eu tenho experiencia de tanto que eu fui la.

    vlw
    Deliam,

    Se o CREA da sua região o aceitou significa então que você possui registro no CREA ok?

    Se a empresa contratou você como responsável técnico ela também obteve o CREA ok?

    Então, tá então. Tudo como d'antes na terra de Abrantes (espero ter escrito correto, rs.)

    Agora pelo pouco que sei, deve haver alguma regulamentação sobre Engenharia de Computação no CREA/Confea que estabelece o que pode ser realizado ou não por alguem com sua formação.

    A Anatel se baseia no critério do Crea/Confea em aceitar a assinatura de alguem com a inscrição na autarquia e não fica questionando a formação não.

    Abraços,


  2.    Publicidade


  3. Citação Postado originalmente por wagnerb Ver Post
    Deliam,

    Se o CREA da sua região o aceitou significa então que você possui registro no CREA ok?

    Se a empresa contratou você como responsável técnico ela também obteve o CREA ok?

    Então, tá então. Tudo como d'antes na terra de Abrantes (espero ter escrito correto, rs.)

    Agora pelo pouco que sei, deve haver alguma regulamentação sobre Engenharia de Computação no CREA/Confea que estabelece o que pode ser realizado ou não por alguem com sua formação.

    A Anatel se baseia no critério do Crea/Confea em aceitar a assinatura de alguem com a inscrição na autarquia e não fica questionando a formação não.

    Abraços,


    Prezados Participantes,


    A profissão de engenharia de computação foi devidamente regulamentada somente em 1993 através da resolução n° 380 do Confea, artigo 1°, o qual direciona as atribuições desta profissão ao art. 9° da res. 218, do mesmo conselho:
    Art. 1º - Compete ao Engenheiro de Computação ou Engenheiro Eletricista com ênfase em Computação o desempenho das atividades do Artigo 9º da Resolução nº 218/73, acrescidas de análise de sistemas computacionais, seus serviços afins e correlatos.
    Assim, os engenheiros de computação integram a categoria da engenharia - modalidade eletricista, cuja câmara especializada nos CREA's também é a de engenharia elétrica.

  4. Vou dar um "pitaco" na resposta do colega que respondeu antes ao tópico:
    Apesar do engenheiro de computação fazer parte da "árvore" da engenharia elétrica, que ainda tem eletrônica, telecomunicações, engenharia biomedica, automação e controle e até robótica/mecatrônica, o engenheiro de computação não pode exercer as funções de engenheiro eletricista, nem de eletrônica e nem de telecomunicações. Mas sim e somente dentro da computação.

    Como o CREA da região do colega de computação o aceitou como responsável por uma empresa de telecom das duas uma: ou fizeram vistas grossas ou não perceberam que o mesmo é da área de computação e não de eletrônica ou de telecomunicações.

  5. Citação Postado originalmente por MarceloGOIAS Ver Post
    Vou dar um "pitaco" na resposta do colega que respondeu antes ao tópico:
    Apesar do engenheiro de computação fazer parte da "árvore" da engenharia elétrica, que ainda tem eletrônica, telecomunicações, engenharia biomedica, automação e controle e até robótica/mecatrônica, o engenheiro de computação não pode exercer as funções de engenheiro eletricista, nem de eletrônica e nem de telecomunicações. Mas sim e somente dentro da computação.

    Como o CREA da região do colega de computação o aceitou como responsável por uma empresa de telecom das duas uma: ou fizeram vistas grossas ou não perceberam que o mesmo é da área de computação e não de eletrônica ou de telecomunicações.

    Caro Participante,

    Acredito que V. Sª, não tenha visto que a citação abaixo foi copiada diretamente da resolução n° 380 - 17/12/1993:
    Art. 1º - Compete ao Engenheiro de Computação ou Engenheiro Eletricista com ênfase em Computação o desempenho das atividades do Artigo 9º da Resolução nº 218/73, acrescidas de análise de sistemas computacionais, seus serviços afins e correlatos.
    Consultando a resolução n° 218 - 29/06/1973 em seu artigo 9°, citada no artigo acima:
    Art. 9º - Compete ao ENGENHEIRO ELETRÔNICO ou ao ENGENHEIRO ELETRICISTA, MODALIDADE ELETRÔNICA ou ao ENGENHEIRO DE COMUNICAÇÃO:
    I - o desempenho das atividades 01 a 18 do artigo 1º desta Resolução, referentes a materiais elétricos e eletrônicos; equipamentos eletrônicos em geral; sistemas de comunicação e telecomunicações; sistemas de medição e controle elétrico e eletrônico; seus serviços afins e correlatos.
    Espanta-me muito V. Sª. dizer absurdos num fórum onde existem vários profissionais que conhecem do assunto, sem ter o cuidado de pelo menos verifcar se o que está dizendo tem fundamento.

    Para finalizar informo que V. Sª. engana-se mais uma vez dizendo que os profissionais das áreas de mecatrônica / robótica fazer parte da "árvore" da engenharia elétrica. O CREA possiu 7 (sete) câmaras especializadas e divididas nas áreas de atuação, cuja mecatrônica / robótica tem sua própria câmara.

    Para conferir as cãmaras especializadas existentes no sistema CONFEA / CREA, segue link abaixo:

    http://www.crea-pr.org.br/crea2/pub/...nal/camara.htm

    Não acredito que o CREA da minha região se enganou ou vez vistas grossas, muito menos eu.

  6. Bom dia,

    não precisa dar uma resposta tão mal educada. Quis apenas contribuir com a discussão. Seja educado, não mal faz a ninguém. Não fiz especialização em mecatrônica, mas caso eu queira fazer você não pode me impedir baseado na lei acima. Eu sei muito bem que mecatrônica é a "junção" de engenharia mecânica com elétrica ou eletrônica.

    Com certeza Mecatrônica tem uma legislação específica devido a engenharia mecânica envolvida. Se você conhece a lei exponha educadamente. Se eu estiver errado ou desconhecer tal lei reconhecerei com certeza. Mas considero inaceitável a sua resposta.


  7.    Publicidade




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L