Página 3 de 11 PrimeiroPrimeiro 12345678 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #13

    Padrão

    Citação Postado originalmente por wagnerb Ver Post
    Seria algo do tipo: Fazer a rede cabeada, instalar os switchs, configurar servidores, interligar a internet, prover o email empresarial, estabelecer políticas de TI. Só que alugando tudo e cobrar uma mensalidade por ponto ou desktop.
    Isso em particular me chamou a atenção. É uma opção interessante e muito viável, só que a área de implantação não é muito ampla.

    Veja dessa forma: Você mora em uma cidade do interior (onde normalmente tem um número médio de empresas e 1 ou 2 provedores além do seu). Você faz esse serviço por exemplo para umas 5-6 empresas de médio porte. Levando em conta que a concorrência pode te atrapalhar implantando algo parecido pode acabar não dando tanto lucro quanto esperado, e você terá que contratar 1-2 técnicos para plantão para essas empresas. Em cidades maiores você pode cobrar bem mais nesse serviço, mas é nessas cidades que as teles pegam mais pesado, apresentando uma concorrência ainda mais forte. Sem dúvidas que é uma boa técnica a ser implantada, mas pode não render tanto quanto esperado. Caso não tenha concorrência em sua cidade, vá em frente e seja feliz.

    Eu trabalhei 4 anos em um provedor (OBS: tenho 17 anos, mas foi lá que eu aprendi muita coisa), hoje trabalho em uma revendedora de produtos wireless, de segurança, telefonia móvel, etc. e vendendo equipamentos para outros provedores aqui dá pra ver a dificuldade que eles passam com esse negócio de concorrência.

    Observe o caso da minha cidade: a uns 2 anos atrás o único provedor da cidade era o que eu trabalhava. Era vendida até 150k a uns R$90,00 e instalações a R$200,00. A prefeitura ao invés de apoiar o negócio (foram feitas algumas reuniões e tal) eles trouxeram pra cá a Velox (ADSL), e perdemos vários clientes na época. Foi quando começamos a fazer promoções e baixar preços. Nós sempre fizemos projetos empresariais e dominávamos boa parte da região, depois da chegada da ADSL perdemos alguns clientes corporativos. Uma das maiores empresas que prestávamos serviços aqui cancelou o contrato e um dos funcionários (genrente sei lá) abriu um provedor aqui, e ele é daqueles que tem grana pra investir. Veio ainda outro provedor de outra cidade pra cá a pouco tempo (esse não é tão perigoso), agora totalizando 4 provedores em uma cidade de 50 mil habitantes. Agora imaginem a merda. É difícil disputar com mais 3 em cidade pequena, ainda mais tentar abocanhar alguma empresa pra conseguir um lucro extra. Estão sempre tentando passar por cima de você, às vezes da maneira mais suja possível, e não tem Anatel que fiscalize.

    Abraços!

  2. #14

    Padrão

    Xororo

    Posso falar por experiencia própria. Se chegou velox na sua região é porque estava previsto no plano de expansao da Oi e não porque um político pediu, pode ter certeza. Lucro é tudo para esta telecom.

    Agora a concorrencia até que está bem legal.

    Imagine que dos 50K habitantes, 10% queiram acesso a Internet. Estamos falando de 5000 possíveis usuários. O velox provavelmente foi instalado com algumas 480 portas apenas, ou seja, sobram 4520 possíveis usuários. Se dividir isto por 4 temos algo mais de 1000 clientes para cada provedor.

    Se bem trabalhada uma localidade dessas, lógico por não conhecer não posso falar com propriedade, pode-se atingir uns 20% de habitantes o que melhora ainda mais a quantidade de assinantes do serviço e melhora o "share" entre as concorrentes.

    Tenha em mente que uma grande empresa não gera lucro imediatamente, por isso falei no "outsourcing" na outra mensagem.

    Mas vamos que vamos.

    Abraços,



  3. #15

    Padrão

    Eu já tive provedor e hoje sou prestador de serviços de telecom, aqui no Rio de Janeiro tenho 4 Clientes e mais 2 extras ... passo rede cabeada ... fechos links e etc... enfim tudo que um provedor precisa ... configuro servidores ( mikrotik, linux e afins ), nao tenho mais a dor de cabeça que eu tinha antes e durmo mais sossegado ... o negocio pra mim tem sido bem rentavel e lucrativo... o problema eh que a cada dia que se passa a concorrencia tem aumentado bastante ... e jah tenho alguns clientes que desistiram de ter provedor ... enquanto isso estou fazendo cursos e me preparando ... pq uma coisa é certa : o mercado de tecnologia é muito instavel ... hora ele dá super lucros e tem hora que não ... eu estou trabalhando mas com a mente aberta pro futuro ... eu ainda acho que esse negócio de wi-max pode vir a dar um " boom " na internet brasileira ... hoje só tem para empresas ... e amanhã ??? jah vi até notebook com conexao sem-fio no padrao do wi-max .... o resto vcs já sabem ! No final das contas se acontecer o que eu to esperando o negócio eh entrar pra uma telecom doida dessa ai da vida pra pelo menos garantir o pão de cada dia.

  4. #16

    Padrão

    admskill você disse tudo. "mercado de tecnologia é instavel". Estou ha muito tempo nele e sei o que vi chegar e o que conseguiu ficar.

    No Rio de Janeiro é complicado mesmo, mas eu acredito que ainda tenha espaço pra crescer. O problema é como e com quanto.

    Procurei diversas vezes provedores no google, paginas amarelas, associação de provedores e veja só, não encontrei muita coisa por ai. Minha irma queria uma conexão barata pro ap onde ela mora e não achou nada.

    O velox da Oi é caro (na medida do possível) e ainda rola um provedor por fora.

    Agora tive contato com Wi-Max há 4 anos atras quando estive envolvido com um projeto para o aterro do flamengo e de lá pra cá muita coisa já rolou, mas não acredito que as operadoras virão a ofertar isto muito em breve para mercado varejo. Só a licença custa muito dinheiro, vide as licenças que as oper compraram para operar o 3G.

    Talvez wi-max corporativo venha mais rápido, mas internet barata e para todos, opte por um velox ou star-one ou virtua.

    Abraços,



  5. #17

    Padrão

    Wagner

    Não é que o prefeito trouxe a Velox, é que ele tem um contrato com a Oi para prestar serviço pra unidades municipais e eles também têm o apoio da associação comercial. Teoricamente a prioridade é deles pra qualquer grande projeto. Teria sido melhor pro crescimento econômico da cidade apoiar o provedor que já estava instalado a cerca de 8 anos na cidade e já tinha um número considerável de usuários.

    Sobre os números você tem razão, mas a Velox se não me engano tem um limite maior que esse aqui, mas de qualquer forma já está cheia. O que tinha que pegar já pegou. Esse provedor que eu trabalhei deve estar com quase 1000 clientes, os outros 2 eu não sei, só que em 2 meses um deles conseguiu cerca de 250 clientes. Pro porte da cidade isso é muito, o provedor que eu trabalhei tem 11 anos de serviço, e o outro em 2 meses consegue 1/4 desses clientes! Mas é certo que hoje em dia instalação e mensalidade é muito mais barata e portanto novos provedores não têm tanta dificuldade com clientes. Quando começou wireless aqui a mensalidade era uns R$400,00 e instalação quase 1k! O mais foda é que nenhum dos concorrentes coopera com potência e põe tudo no talo.

    Abraços!
    Última edição por Xororo; 21-01-2009 às 15:46.

  6. #18

    Padrão

    Amigo o wi-max corporativo já eh uma realidade hoje a Embratel tem cerca de 65% de cobertura no BRasil ... enquanto isso pelo que eu tenha acompanhado a claro tah investindo pesado no 3g posso dizer hoje que em regioes onde eu nunca acreditei q iria ter internet banda larga ... hoje já tem o 3g funcionando redondinho .. com a liberaçao desses radinhos 2,5 ghz a TVA vai brincar aqui no RJ já que nao tem tanto lugar onde tem visada ... que é a maior concentraçao de clientes interessado no produto !


    Abraços !