Página 3 de 13 PrimeiroPrimeiro 12345678 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Infelizmente vivemos em um país em que existem leis porém não existe fiscalização. Se todos os provedores clandestinos que aparecessem fossem fiscalizados pela Anatel teria menos concorrência para os provedores legais e estes teriam mais espaço pra crescer, pena que não a ponto de confrontar as grandes teles de frente. Alguns tipos de serviço pequenos podem chamar atenção, como projetos pra empresas, montar redes cabeadas... esse tipo de coisa pequena só pra dar melhor impressão de profissionalismo pro povo.

    Mas, caso nada der certo, bora virar hippie!

  2. Citação Postado originalmente por Xororo Ver Post
    Infelizmente vivemos em um país em que existem leis porém não existe fiscalização. Se todos os provedores clandestinos que aparecessem fossem fiscalizados pela Anatel teria menos concorrência para os provedores legais e estes teriam mais espaço pra crescer, pena que não a ponto de confrontar as grandes teles de frente. Alguns tipos de serviço pequenos podem chamar atenção, como projetos pra empresas, montar redes cabeadas... esse tipo de coisa pequena só pra dar melhor impressão de profissionalismo pro povo.

    Mas, caso nada der certo, bora virar hippie!
    Pois é Xororo os legais provavelmente são fiscalizados porque são faceis de serem encontrados, em compensação....

    Um dos serviços que eu creio ser legal de se empreemder é consultoria a pequenas empresas.

    Hoje as pequenas empresas tem um custo operacional elevado em se tratando de serviços de telecom e não tem acesso a profissionais adequados (leia-se acessíveis) para prestar esse tipo de serviço. As operadoras fazem algo parecido, mas somente em ambiente corporativo que normalmente possui equipe de TI própria.

    Imagine um cliente empresarial que precise de espelhamento de base de dados, ou interligar 2 unidades próximas (escritorio comercial com a fábrica), acessar internet com segurança, hospedar website.

    Uma coisa difícil de se fazer, mas que pode gerar um lucro legal é realizar uma espécie de "outsourcing" dentro da empresa pequena.

    Seria algo do tipo: Fazer a rede cabeada, instalar os switchs, configurar servidores, interligar a internet, prover o email empresarial, estabelecer políticas de TI. Só que alugando tudo e cobrar uma mensalidade por ponto ou desktop.

    Com contratos de longo prazo (36 ou 48 meses) se bem planejado dá pra realizar um lucro acima do esperado, sem contar com a fidelização do cliente. Agora tem que ser muito profissional para garantir os níveis de serviço com o cliente.

    Acredito que este seja um caminho a se pensar trilhar no futuro...

    Abraços,



  3. Citação Postado originalmente por wagnerb Ver Post
    Seria algo do tipo: Fazer a rede cabeada, instalar os switchs, configurar servidores, interligar a internet, prover o email empresarial, estabelecer políticas de TI. Só que alugando tudo e cobrar uma mensalidade por ponto ou desktop.
    Isso em particular me chamou a atenção. É uma opção interessante e muito viável, só que a área de implantação não é muito ampla.

    Veja dessa forma: Você mora em uma cidade do interior (onde normalmente tem um número médio de empresas e 1 ou 2 provedores além do seu). Você faz esse serviço por exemplo para umas 5-6 empresas de médio porte. Levando em conta que a concorrência pode te atrapalhar implantando algo parecido pode acabar não dando tanto lucro quanto esperado, e você terá que contratar 1-2 técnicos para plantão para essas empresas. Em cidades maiores você pode cobrar bem mais nesse serviço, mas é nessas cidades que as teles pegam mais pesado, apresentando uma concorrência ainda mais forte. Sem dúvidas que é uma boa técnica a ser implantada, mas pode não render tanto quanto esperado. Caso não tenha concorrência em sua cidade, vá em frente e seja feliz.

    Eu trabalhei 4 anos em um provedor (OBS: tenho 17 anos, mas foi lá que eu aprendi muita coisa), hoje trabalho em uma revendedora de produtos wireless, de segurança, telefonia móvel, etc. e vendendo equipamentos para outros provedores aqui dá pra ver a dificuldade que eles passam com esse negócio de concorrência.

    Observe o caso da minha cidade: a uns 2 anos atrás o único provedor da cidade era o que eu trabalhava. Era vendida até 150k a uns R$90,00 e instalações a R$200,00. A prefeitura ao invés de apoiar o negócio (foram feitas algumas reuniões e tal) eles trouxeram pra cá a Velox (ADSL), e perdemos vários clientes na época. Foi quando começamos a fazer promoções e baixar preços. Nós sempre fizemos projetos empresariais e dominávamos boa parte da região, depois da chegada da ADSL perdemos alguns clientes corporativos. Uma das maiores empresas que prestávamos serviços aqui cancelou o contrato e um dos funcionários (genrente sei lá) abriu um provedor aqui, e ele é daqueles que tem grana pra investir. Veio ainda outro provedor de outra cidade pra cá a pouco tempo (esse não é tão perigoso), agora totalizando 4 provedores em uma cidade de 50 mil habitantes. Agora imaginem a merda. É difícil disputar com mais 3 em cidade pequena, ainda mais tentar abocanhar alguma empresa pra conseguir um lucro extra. Estão sempre tentando passar por cima de você, às vezes da maneira mais suja possível, e não tem Anatel que fiscalize.

    Abraços!

  4. Xororo

    Posso falar por experiencia própria. Se chegou velox na sua região é porque estava previsto no plano de expansao da Oi e não porque um político pediu, pode ter certeza. Lucro é tudo para esta telecom.

    Agora a concorrencia até que está bem legal.

    Imagine que dos 50K habitantes, 10% queiram acesso a Internet. Estamos falando de 5000 possíveis usuários. O velox provavelmente foi instalado com algumas 480 portas apenas, ou seja, sobram 4520 possíveis usuários. Se dividir isto por 4 temos algo mais de 1000 clientes para cada provedor.

    Se bem trabalhada uma localidade dessas, lógico por não conhecer não posso falar com propriedade, pode-se atingir uns 20% de habitantes o que melhora ainda mais a quantidade de assinantes do serviço e melhora o "share" entre as concorrentes.

    Tenha em mente que uma grande empresa não gera lucro imediatamente, por isso falei no "outsourcing" na outra mensagem.

    Mas vamos que vamos.

    Abraços,



  5. Eu já tive provedor e hoje sou prestador de serviços de telecom, aqui no Rio de Janeiro tenho 4 Clientes e mais 2 extras ... passo rede cabeada ... fechos links e etc... enfim tudo que um provedor precisa ... configuro servidores ( mikrotik, linux e afins ), nao tenho mais a dor de cabeça que eu tinha antes e durmo mais sossegado ... o negocio pra mim tem sido bem rentavel e lucrativo... o problema eh que a cada dia que se passa a concorrencia tem aumentado bastante ... e jah tenho alguns clientes que desistiram de ter provedor ... enquanto isso estou fazendo cursos e me preparando ... pq uma coisa é certa : o mercado de tecnologia é muito instavel ... hora ele dá super lucros e tem hora que não ... eu estou trabalhando mas com a mente aberta pro futuro ... eu ainda acho que esse negócio de wi-max pode vir a dar um " boom " na internet brasileira ... hoje só tem para empresas ... e amanhã ??? jah vi até notebook com conexao sem-fio no padrao do wi-max .... o resto vcs já sabem ! No final das contas se acontecer o que eu to esperando o negócio eh entrar pra uma telecom doida dessa ai da vida pra pelo menos garantir o pão de cada dia.






Tópicos Similares

  1. Será o fim dos provedores de Internet?
    Por owner no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 27
    Último Post: 03-12-2012, 22:30
  2. Não se enganem, pode ser o fim dos mikrotik's e redes wireless 2.4 [movido]
    Por Roberto21 no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 27
    Último Post: 25-11-2008, 00:19
  3. O Futuro Dos Provedores Wireless
    Por NetoGO23 no fórum Redes
    Respostas: 17
    Último Post: 20-09-2008, 19:10
  4. Futuro dos provedores Wireless ?!?!?
    Por edilsonlaz no fórum Redes
    Respostas: 25
    Último Post: 05-05-2008, 14:48
  5. Respostas: 2
    Último Post: 10-01-2005, 09:38

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L