+ Responder ao Tópico



  1. leleobhz,

    "Bom, consolidamos o problema do "povão". Agora a gente podia bem desvirtuar esse tópico e propor idéias pra mudar isso (A Acris já comecou lá atras, e a gente faz isso todo dia, mas quicá sai algo extraordinário?) "

    Idéias: aí entra um pouco da nossa psicologia também e o maior entrave, pelo menos ao meu ver, é a tal resistência, o medo do desconhecido...acho que tudo é uma questão de convencer essas pessoas a mudar, mas sem bater de frente com elas; é difícil, mas "lábia", persistência e credibilidade ao que se vai falar e oferecer são pontos importantes.

    Mais idéias surgirão!

  2. O mais interessante é ver pelo menos 2 mulheres postando aqui de forma inteligente. Tenho esperança de recussitar esse fórum do Girls, a CammyL é uma que vai me ajudar, a aCris tá mais do que convidada :P

    Mas achei a discussão muito, MUITO superior do que o esperado. Estamos até esbarrando em psicologia comportamental, medos e afins, a procrastinação, a relação de devoção x pé no chão x inovação... caraca, esse Under está muito melhor do que eu vi (antes do meu tempão off).

    Só deixando uma observação ao que Magnun disse sobre o Wine, meu maior problema in the job é que existe uma p* de um termo que se assina cujo "ativos e sistemas" são padronizados totalmente, acesso apenas à Intranet... geralmente empresas muito grandes são lotadas de regras fechadas e isso envolve toda a parte de tecnologia também. Dependendo do segmento da empresa (tu sabes meu caso) os terminais são totalmente travados a qualquer instalação/modificação (uma verdadeira... *plim*). Infelizmente o máximo que posso fazer é rodar um SO no pen drive SE eu quiser realmente sentir o Linux por lá. E isso, claro, quando não estou embutida em atividades que me obrigam a ficar no Windows. E até concordo, já imaginou se a coisa fosse livre? Como disse e repito: Depende MUITO do negócio da empresa. Em ramo específico de TI, putz... aí é tolice pura mesmo.

    Entendi a discussão toda (por todos os lados). Diz a canção que "basta ser sincero e desejar profundo / você será capaz de sacudir o mundo". Mas também existe infelizmente a procrastinação geral, o próprio desconhecimento até de informática do DONO do negócio faz com que o costume seja prevalecido (embora piraton... se todo mundo realmente pagasse licença a Microsoft estaria com mais zeros no bolso do Tio Gates). Já vi ogro em reunião de apresentação de sistema só pensando no quesito e-mail. Já vi gente trabalhando para Windows achando um puta tédio MAS que no momento está focado no trabalho a qual lhe pagam (não vou discutir o comportamental e nem o resumé destes caras, é a vida).

    Uma vez liguei para o Suporte contratado que me atende e papo vai papo vem, o cara numa desmotivação, aquele tal de "clica alí, abriu? clicou?" e eu para mostrar que não era uma retardada atrás do telefone falei: "clicar nesse botão onde parece o chapéu do Red Hat"? Espantosamente o menino mudou na hora, começou a rir e querer prolongar o papo e eu falei bem assim "tu riu porque sabes do que falo, né"? Mas ele tava alí dando suporte para o Windows... fazer o quê

    Enfim - antes que vire outro texto enorme - acho que começar de casa a usar o Linux já é um bom começo. Mas isso tem que ter preparo, senão vem o "medo" de não encontrar um botão ou outro e tudo vai por água abaixo.




  3. Sukkubus,

    Com certeza todos que estão participando da discussão, tem uma parcela de contribuição bastante significativa; pelos comentários e observações feitas, nós podemos perceber isso.

    A tua iniciativa de fazer o forum ressurgir e ganhar mais força foi, no mínimo, sensacional!

    Sds,

  4. Atropelei um pouco a leitura mas vamos, lá.


    - Primeiro contato

    Tentei usar o Caldera, acho que em 2000 ou 2001, mas o bixinm não se batia com minha sis630 on-board mas como sou teimoso[...] há 4 ou 5 anos uso linux em desktop e servidor.

    - Linux está pronto pra Desktop:
    Acho importante diferenciar usuário de administrador ou técnico; a responsabilidade de instalar o SO, os programas e as configurações incluindo redes é destes, aquele usufrui.
    Hoje é assim: boa parte dos usuário copia, cola, bate papo, troca slides, acessa youtube e orkut; ah baixa musica, filme e reclama que a net tá lenta. Esse uso pode ser feito no Linux.

    - Como apresentar Linux:
    Sou suspeito pois tinha (estou mudando) grande dificuldade em ensinar. Linux deve ser apresentado com simplicidade. Acho que a melhor forma é a demonstração.
    Mostre onde fica o "novo" menu iniciar (para gnome), a "Internet" (Firefox, Opera), o mensageiro, o "Word" (OOo) etc; abuse do mouse. Baixe um arquivo e mostre a ele onde o arquivo foi parar; algo como: vc clica aqui, depois abre essa pasta aqui e... tcharannn!!! Use termos conhecidos.
    O usuário não precisa saber de sistema de arquivos, estrutura de diretório, fisolofia (a palavra pode assustar) e outros detalhes dos bastidores. No máximo explique ao usuário como usar o synaptics, e mostre a ele que ele não precisa procurar pelo programa por aí e não há risco(é muito baixo) de baixar um vírus achando que é programa; tudo isso a pouco cliques de mouse.

    - Breve relato
    Outro fui à uma cliente e ela me perguntou sobre Linux e observei que: Apesar dela não usar no trabalho nota que num setor da empresa ele é usado e teve algum interesse; apesar que não querer usar em casa, jogos do irmão novinho, não via dificuldades no Linux, quando "fuçava" nesse setor.


    Acho que o usuário não está pronto para uma pequena mudança, é muito acomodado, enquanto não se sentir incomodado e perceber o Linux como um "lugar" de conforto.
    Não somos muito diferentes: outro dia (+ de 2 anos) instalei o Free BSD aqui (não lembro qual foi) e penei para formatar a partição pois a ferramenta é muito diferente da de costume. Blz, cheguei na linha de comando e não sabia para onde ir, hehehe; até hoje não experimentei outro, que sabe depois desse post.
    Última edição por bjaraujo; 08-04-2009 às 21:37.



  5. Citação Postado originalmente por bjaraujo Ver Post
    Atropelei um pouco a leitura mas vamos, lá.


    - Primeiro contato

    Tentei usar o Caldera, acho que em 2000 ou 2001, mas o bixinm não se batia com minha sis630 on-board mas como sou teimoso[...] há 4 ou 5 anos uso linux em desktop e servidor.

    - Linux está pronto pra Desktop:
    Acho importante diferenciar usuário de administrador ou técnico; a responsabilidade de instalar o SO, os programas e as configurações incluindo redes é destes, aquele usufrui.
    Hoje é assim: boa parte dos usuário copia, cola, bate papo, troca slides, acessa youtube e orkut; ah baixa musica, filme e reclama que a net tá lenta. Esse uso pode ser feito no Linux.

    - Como apresentar Linux:
    Sou suspeito pois tinha (estou mudando) grande dificuldade em ensinar. Linux deve ser apresentado com simplicidade. Acho que a melhor forma é a demonstração.
    Mostre onde fica o "novo" menu iniciar (para gnome), a "Internet" (Firefox, Opera), o mensageiro, o "Word" (OOo) etc; abuse do mouse. Baixe um arquivo e mostre a ele onde o arquivo foi parar; algo como: vc clica aqui, depois abre essa pasta aqui e... tcharannn!!! Use termos conhecidos.
    O usuário não precisa saber de sistema de arquivos, estrutura de diretório, fisolofia (a palavra pode assustar) e outros detalhes dos bastidores. No máximo explique ao usuário como usar o synaptics, e mostre a ele que ele não precisa procurar pelo programa por aí e não há risco(é muito baixo) de baixar um vírus achando que é programa; tudo isso a pouco cliques de mouse.

    - Breve relato
    Outro fui à uma cliente e ela me perguntou sobre Linux e observei que: Apesar dela não usar no trabalho nota que num setor da empresa ele é usado e teve algum interesse; apesar que não querer usar em casa, jogos do irmão novinho, não via dificuldades no Linux, quando "fuçava" nesse setor.


    Acho que o usuário não está pronto para uma pequena mudança, é muito acomodado, enquanto não se sentir incomodado e perceber o Linux como um "lugar" de conforto.
    Não somos muito diferentes: outro dia (+ de 2 anos) instalei o Free BSD aqui (não lembro qual foi) e penei para formatar a partição pois a ferramenta é muito diferente da de costume. Blz, cheguei na linha de comando e não sabia para onde ir, hehehe; até hoje não experimentei outro, que sabe depois desse post.
    Show! Vou acompanhar esse tópico. Agora ficou além do que consigo opinar, passarei mais a ler mesmo. Meninas, fogo na roupa! Quiçá não sai até artigo disso aqui






Tópicos Similares

  1. Comandos do Linux (iniciantes ou não)
    Por Magal no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 0
    Último Post: 03-05-2010, 17:14
  2. instalar e configurar um servidor em linux(fedora ou outro)
    Por meds no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 10
    Último Post: 20-05-2005, 08:33
  3. Mandrake linux oficial ou beta
    Por felidalcin no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 26-03-2005, 17:10
  4. Instalando Linux em maquinas gemeas (100 maquinas ou mais)
    Por GothInTorment no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 18-02-2003, 09:43
  5. ADSL - Ligar no linux ou no HUB?
    Por gholtz no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 7
    Último Post: 20-11-2002, 12:27

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L