+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Neste caso, a frequencia está relacionada com o som, música e coisas do gênero.
    frequencia é frequencia não é, não importa qual grandeza la na tabela esta cedida, hz, khz, mhz, ghz,thz sei lá..

  2. Citação Postado originalmente por johnicar Ver Post
    ...
    Podemos usar qualquer linha de qualquer impedancai desde que ela esteja sintonizada a multiplos de meia onda da frequencia , ja que ela se comporta nese caso como neutra, a impedancia que entra e a mesma que sai.
    ...
    Quando fiz o exame de radioamador uma das perguntas em radioeletricidade foi relacionada com isso.
    Qualquer cabo, com qualquer impedância serviria, desde que houvesse um perfeito casamento das impedancias de saida do rádio com a de entrada da antena. O cabo se comportaria como uma linha neutra.
    Mas no meio radioamadoristico está questão persite até hoje. Há os que juram que não dá certo e os que garantem que sim.
    Por via das dúvidas eu usava um acoplador de antenas, ou antenna turner, que me garantia o perfeito casamento, baixa ROE e maior rendimento na transmissão.
    Às vezes outro radioamador quando me visitava, dizia: você usa acoplador? seu sinal está preso, não sai, vai queimar ser rádio, etc, etc. Agora eu pergunto: porque a Kenwood fabrica um dos melhores acopladores de antena, inclusive automático? Será que a Kenwood está errada?

    Mas eu fiz a volta ao mundo assim. Teoria não sei muito, mas na prática funcionava muito bem.
    E acho que em 2.4 não deve ser muito diferente, só que como as medidas são menores, pode ser mais chato fazer estes ajustes. Mas o Gilvan garante que é assim. E quem já fez o curso dele, também. Acoplamento.



  3. certo, meia onda de 2.4 ghz, 12.248/2 =6,124 cm.
    Como chegaram ao cabo de 10m, que muitos dizem q não pode passar desse comprimento?
    em teoria 10m=1000cm / 6,124= 163,291xxxxxx multiplos de meia onda, mas é um numero quebrado...

  4. Citação Postado originalmente por abelardo Ver Post
    Efeito skin : quanto mais alta a frequencia mais o sinal de propaga mais superficialmente. A camada de profundidade por onde o sinal de Rf se propaga é inversamente proporcional a frequência. Ou seja, não existe o limte de 1GHz para haver o efeito skin.

    Repito também que a densidade da malha não afeta a atenuação do sinal de RF, afeta apenas a blindagem eletromagnética, o resistência ôhmica para sinais de baixa frequência e a resistencia a torção e tensão sobre o conector.

    Sem muito bostejo, a atenuação do cabo de RF depende apenas das dimensões do cabo (diâmetro externo e diâmetro do condutor central) e do material dielétrico (o isolante entre os 2 condutores). A capacitância do cabo é função da contante de dielétrico e das dimensões do cabo .

    Um fato importante é que o se usar um cabo de 75 ohms num sistema de 50ohms vai haver reflexão de sinal tanto na saída do transmissor (entrada do cabo) e na interface cabo antena. Este sinal que é refletido volta para o transmissor do sinal podendo provocar a queima do transmissor, ou redução de vida do mesmo.

    Sobre o o 1GHZ aki fala justamente o que estou falando sobre o efeito SKIN... será se tem outras pessoas erradas como eu publicando materiais como esse, de forma errada... veja que quem montou esse material entende do assunto.
    http://www.producaoprofissional.com....1222804103.pdf

    veja onde fala justamente isso....

    Mas, enquanto que com sinais de freqüências baixas
    a corrente circula por toda a secção do fio, nas
    correntes alternadas de alta-freqüência essa circulação
    vai sendo feita pelo centro do condutor, concentrando-
    se, em função da freqüência, na sua periferia,
    num efeito denominado “efeito pelicular”.
    É por isso que, por exemplo, nos cabos que ligam
    os transmissores de UHF de média e alta potência
    ao sistema de antenas, o condutor central do cabo
    coaxial é um tubo. Mas este efeito pelicular só é
    predominante até cerca de 1 Ghz; a partir daí é o
    dielétrico o principal responsável pelas perdas no
    cabo, mas até a uniformidade e a densidade da
    malha da blindagem passam a ser importantes.

    Acho que nao temos que discutir.... ok? Não podem ignorar a qualidade de conhecimento da fonte.Não sou só eu que estou falando isso.



  5. Citação Postado originalmente por nandofer Ver Post
    Sobre o o 1GHZ aki fala justamente o que estou falando sobre o efeito SKIN... será se tem outras pessoas erradas como eu publicando materiais como esse, de forma errada... veja que quem montou esse material entende do assunto.
    http://www.producaoprofissional.com....1222804103.pdf

    veja onde fala justamente isso....

    Mas, enquanto que com sinais de freqüências baixas
    a corrente circula por toda a secção do fio, nas
    correntes alternadas de alta-freqüência essa circulação
    vai sendo feita pelo centro do condutor, concentrando-
    se, em função da freqüência, na sua periferia,
    num efeito denominado “efeito pelicular”.
    É por isso que, por exemplo, nos cabos que ligam
    os transmissores de UHF de média e alta potência
    ao sistema de antenas, o condutor central do cabo
    coaxial é um tubo. Mas este efeito pelicular só é
    predominante até cerca de 1 Ghz; a partir daí é o
    dielétrico o principal responsável pelas perdas no
    cabo, mas até a uniformidade e a densidade da
    malha da blindagem passam a ser importantes.

    Acho que nao temos que discutir.... ok? Não podem ignorar a qualidade de conhecimento da fonte.Não sou só eu que estou falando isso.
    Mas este efeito pelicular só é
    predominante até cerca de 1 Ghz; a partir daí é o
    dielétrico o principal responsável pelas perdas no
    cabo, mas até a uniformidade e a densidade da
    malha da blindagem passam a ser importantes.
    Acho que não precisa questionar???

    EM 2.4 GHZ SE É O DIELETRICO, DIRETAMENTE É A CAPCITANCIA... POIS ELE QUEM DETERMINA O VALOR. DESDE A PRIMEIRA PAGINA DISSE ISSO AQUI.
    Última edição por nandofer; 29-04-2009 às 00:53.






Tópicos Similares

  1. Melhor antena para rede wireless em um colégio
    Por leandro.tech no fórum Redes
    Respostas: 15
    Último Post: 01-10-2013, 14:53
  2. Qual a melhor placa para se usar em um PC-AP
    Por warllock01 no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 26-02-2008, 00:57
  3. RGC6 75 Ohms melhor que RGC58 50 Ohms!
    Por cambioco no fórum Redes
    Respostas: 22
    Último Post: 19-09-2007, 21:36
  4. Respostas: 10
    Último Post: 08-01-2007, 11:59
  5. Respostas: 31
    Último Post: 02-10-2006, 12:50

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L