+ Responder ao Tópico



  1. #7

    Padrão

    Salve galera, na faculdade que eu estudo que fica distane da cidade existe um link dedicado por radiofrequencia direto da torre da brasil telecom, a escola paga cerca de 2.500,00 mensais por um link full de 2 megas, me surgiu uma coisa na cabeça , caso se consiga no contrato disposição pra vender um link desse nao seria necessario parceria scm, ja que o tronco seria caracterizado a torre da brasil telecom e onde vc recebe o link seria uma repetidora, é isso ou nao? é muito mais viavel que uma parceria caso fosse possivel.

  2. #8
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão

    Citação Postado originalmente por fernandofiorentinn Ver Post
    Salve galera, na faculdade que eu estudo que fica distane da cidade existe um link dedicado por radiofrequencia direto da torre da brasil telecom, a escola paga cerca de 2.500,00 mensais por um link full de 2 megas, me surgiu uma coisa na cabeça , caso se consiga no contrato disposição pra vender um link desse nao seria necessario parceria scm, ja que o tronco seria caracterizado a torre da brasil telecom e onde vc recebe o link seria uma repetidora, é isso ou nao? é muito mais viavel que uma parceria caso fosse possivel.
    Não,

    só é considerado repetidora ou extensão quando se tratar da mesma empresa (mesmo CNPJ). Quem receber esse link é considerado um terceiro, caracterizando também exploração comercial.



  3. #9

    Padrão

    Citação Postado originalmente por MarceloGOIAS Ver Post
    Entendido,

    mas qual operadora fornece contrato permitindo revender ADSL? Atuo em todo o Brasil e todos os contratos de operadoras (que já vi pelo menos) não permitem redistribuir sinal de internet turbo.
    Marcelo,

    Não afirmei que existe operadora que permita o uso de ADSL em seus contratos, mas se o cidadão desejar usar ele até poderia, mas desde que a operadora o permiti-se em contrato essa revenda usando ADSL, entendeu? Certo que jamais uma operadora iria permitir tal prática, mas se éla autoriza-se mediante contrato, o provedor poderia usar tranquilamente!, mas isso sendo SCM é claro!

    Um exemplo: Tenho um plano da Embratel chamado VBL, que significa VOZ e Banda Larga, o meu consultor da Embratel sugeriu que que pegasse esse produto para por no meu provedor e perguntei para ele se poderia revender esse produto, ele afirmou que sim, porém no contrato não tinha isso, dai exigi que ele colocasse no contrato essa permissão de revenda, e fizesse um documento a parte, declarando a exploração comercial usando esse produto e assim a Embratel no Rio de Janeiro fez e me enviou o documento por Sedex e ficou tudo tranquilo, quando houver fiscalização e por acaso a Anatel frescar, eu mostro a documentação comprobatória e morreu o caso!

  4. #10
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão

    Citação Postado originalmente por jociano Ver Post
    Marcelo,

    Não afirmei que existe operadora que permita o uso de ADSL em seus contratos, mas se o cidadão desejar usar ele até poderia, mas desde que a operadora o permiti-se em contrato essa revenda usando ADSL, entendeu? Certo que jamais uma operadora iria permitir tal prática, mas se éla autoriza-se mediante contrato, o provedor poderia usar tranquilamente!, mas isso sendo SCM é claro!

    Um exemplo: Tenho um plano da Embratel chamado VBL, que significa VOZ e Banda Larga, o meu consultor da Embratel sugeriu que que pegasse esse produto para por no meu provedor e perguntei para ele se poderia revender esse produto, ele afirmou que sim, porém no contrato não tinha isso, dai exigi que ele colocasse no contrato essa permissão de revenda, e fizesse um documento a parte, declarando a exploração comercial usando esse produto e assim a Embratel no Rio de Janeiro fez e me enviou o documento por Sedex e ficou tudo tranquilo, quando houver fiscalização e por acaso a Anatel frescar, eu mostro a documentação comprobatória e morreu o caso!
    Foi justamente isso o que eu quis dizer ao fazer a pergunta: nenhuma operadora que disponibiliza ADSL a usuário final põe cláusula em contrato permitindo redistribuir. Pelo contrário, há cláusulas bem claras evidenciando a não permissão.



  5. #11

    Padrão

    Citação Postado originalmente por MarceloGOIAS Ver Post
    Foi justamente isso o que eu quis dizer ao fazer a pergunta: nenhuma operadora que disponibiliza ADSL a usuário final põe cláusula em contrato permitindo redistribuir. Pelo contrário, há cláusulas bem claras evidenciando a não permissão.
    Pois é! Porque imagina ai como ficaria o cenário? o Concorrência pesada ia ser kkkk! Flw! Irmão Abraços!

  6. #12

    Padrão

    Citação Postado originalmente por jociano Ver Post
    Marcelo,

    Não afirmei que existe operadora que permita o uso de ADSL em seus contratos, mas se o cidadão desejar usar ele até poderia, mas desde que a operadora o permiti-se em contrato essa revenda usando ADSL, entendeu? Certo que jamais uma operadora iria permitir tal prática, mas se éla autoriza-se mediante contrato, o provedor poderia usar tranquilamente!, mas isso sendo SCM é claro!

    Um exemplo: Tenho um plano da Embratel chamado VBL, que significa VOZ e Banda Larga, o meu consultor da Embratel sugeriu que que pegasse esse produto para por no meu provedor e perguntei para ele se poderia revender esse produto, ele afirmou que sim, porém no contrato não tinha isso, dai exigi que ele colocasse no contrato essa permissão de revenda, e fizesse um documento a parte, declarando a exploração comercial usando esse produto e assim a Embratel no Rio de Janeiro fez e me enviou o documento por Sedex e ficou tudo tranquilo, quando houver fiscalização e por acaso a Anatel frescar, eu mostro a documentação comprobatória e morreu o caso!
    como é esse plano, quanto vc paga? como conseguiu?