+ Responder ao Tópico



  1. MORTE e VIDA

    guamanet info diz:
    oi sr gilvan bom dia td bem
    estou precisando de 4 antenas de 60 cm de 5,8 já com dipolos duplos
    Gilvan diz:
    Alimentador duplo só 90Cm
    guamanet info diz:
    só serv com as de 90 cm é ?
    Gilvan diz:
    Alimentador duplo exige parábola de 90Cm
    guamanet info diz:
    ok tudo bem
    Gilvan diz:
    Pedi para a Patrícia entrar co contato contigo.
    Como vão as instalações?
    guamanet info diz:
    já estou com ela aki, rapaz iam bem mas tivemos um acidente em uma torre desta que ia fechar este link.
    Gilvan diz:
    Onde?
    guamanet info diz:
    onde teve uma morte foi em Rio Grande do Norte perdi algo muito valioso que foi meu irmão.
    Gilvan diz:
    Gostaria de poder ser um anjo e subir as torres atrás de vocês.
    guamanet info diz:
    o que aconteceu foi duro e traiçoeiro eles caiu de uma altura de 25 metros.
    Gilvan diz:
    Teu irmão hoje está no ar junto com as ondas eletromagnéticas compreendendo melhor que nós este mundo que vivemos. Tua tristeza também está dentro de mim.
    guamanet info diz:
    pensei em larga o ramo e mudar mas a vida continua não vou baixa cabeça vou ser forte
    Gilvan diz:
    Agora tu não podes mais mudar. Teu irmão falecido será para sempre a tua melhor ferramenta de trabalho.
    guamanet info diz:
    Mas ele não morreu da queda foi da burrada medica pois apenas tinha quebrado o fêmur. O acidente foi na terça e ele faleceu no sábado a noite sr Gilvan ele foi por mim pois passei o dia todo em cima dessa torre.
    Gilvan diz:
    Ele morreu porque o tempo dele chegou ao fim. Agora ele compõe campos de energia maiores que o campo da vida. Agora ele é Universo.
    guamanet info diz:
    Desci ás 15 e 40 e teria que retorna para levar um cartão xr5 para o outro técnico e na hora de subir ele bateu em meu ombro e falou: Irmão fica que eu vou pois vc já trabalhou de mas hoje. Ele não costumava subir, ás 16 horas do dia 16 de junho o sistema de sustentação veio a partir e a torre foi ao solo
    com eles dois
    Gilvan diz:
    Tinha que ser assim. Pena que nós tenhamos que morrer para compreender a morte. Tu não tens nenhuma culpa, teu irmão apenas está mais na frente que tu. Nossa vez chegará.
    guamanet info diz:
    24 anos só o moleque tinha
    Gilvan diz:
    Quem era mais alto? Tu ou ele? Lembro de três no fundo da sala lá em Feira de Santana durante o curso.
    guamanet info diz:
    No curso eu era o mais alto.
    Gilvan diz:
    Que bom.
    Gilvan diz:
    Posso colocar nosso papo no fórum? Outros técnicos se cuidem mais?
    guamanet info diz:
    sim logico
    guamanet info diz:
    Olhe depois que tudo o que aconteceu existem vários cuidados como não usar ferramenta em bolso na queda o alicate de bico perfurou ele.
    Gilvan diz:
    Nunca colocar solda em sistemas de sustentações de cabos.
    Gilvan diz:
    Quem sabe se a morte do teu irmão ainda possa salvar a vida de muitos outros?
    guamanet info diz:
    O nosso acidente foi uma solda partida inclusive o Mesquinta, seu técnico, esteve nessa torre com nós para bater fotos.
    Gilvan disse (10:11):
    Não deixe que a vida te derrube não te deprimas por não poderes interferir nos acontecimentos. Somos assim frágeis, mortais e poderosos, somos até capazes de criar telecomunicação, mesmo que seja com o preço da morte.

    Fim. Comecei a chorar.


    Gilvan

  2. Puxa, meus sentimentos ao colega guamanet, realmente temos que tirar liçoes das peças que o destino nos prega, as vezes com um golpe duro , como deste relato, por aqui temos bastante cuidado quanto a questão de segurança, sempre brigo com os colegas, pois uma torre é algo muuito serio e brincadeiras tem hora, toda atenção é pouco, e jamais subam em torre molhada, e isso serve não só pra torre, mas sim pra qualquer anteneiro que vivem trepados em casas e edificios, muitas vezes colocando a vida em risc. Como mestre Gilvan postou "Quem sabe se a morte do teu irmão ainda possa salvar a vida de muitos outros.........

    Abraços a todos
    e fiquem com Deus.



  3. RESPONDENDO A PERGUNTA
    Lençol Digital é uma metáfora que serve para lançar o conceito de uma LAN Wireless onde todos os usuários estão equalizados em relação ao POP. Desculpe pela figura de linguagem, mas achei que nesse nosso tempo onde a vida é breve e a velhice é longa, eu estava trazendo um enriquecimento nos nossos conceitos de redes wireless e por isso criei este termo, Lençol Digital. Quanto mais rica for a nossa imaginação, mais nos aproximamos da natureza e vocês sabem que em minha opinião, o anteneiro é a semente que fertiliza a imaginação das telecomunicações.
    Claro que se vocês forem procurar na literatura acadêmica o termo Lençol Digital, não vão encontrar nada, isso é só um recurso pedagógico que eu uso para ensinar os meus alunos a enxergarem o invisível.
    Sei que alguns que fizeram o curso comigo, não me ouviram falar sobre o Lençol Digital, realmente o curso tem se modificado tanto que o último pouca coisa tem a ver com o primeiro. São só um dia de treinamento e eu procuro em cada curso um aperfeiçoamento maior, assim percebi que não bastavam apenas os conceitos teóricos para os alunos, não bastava apenas a repetição dos fenômenos durante as experiências. Era necessárias mais ferramentas de trabalho, então criei o Lençol Digital. Para construir um lençol digital, alem das ferramentas mecânicas, são necessárias doze ferramentas teóricas, a saber:
    1) Canal de RF... Modificação do canal de operação do rádio
    2) Polaridade... Qual das quatro polaridades usarem
    3) Elevação Azimute...Correção no lóbulo da antena
    4) Interferômetro... Margem contra interferência
    5) Stub... Casamento de impedância e acoplamento
    6) Sintonizador... Ajuste da curva de resposta da antena
    7) Superposição... Posição da antena na torre.
    8) Fresnel... Estudos na obstrução da visada
    9) Redoma... Para que e por que.
    10) Eficiência... Potência irradiada e refletida
    11) Equalização... Ajuste da potencia ERP
    12) Implantação... Escolha de cabo rádio e antena
    Gente é bom fazer o curso e é ótimo ter feito. Aprendam o Lençol Digital. Tradição só é cultura para os que não sabem renová-la. Se formos humildes nos transformaremos em poderosos. Dia 6 de Agosto estarei em São Paulo ensinando a construir o Lençol Digital. Espero vocês lá.

    Gilvan

  4. O Adroaldo era um insuficiente renal crônico, mas esta debilidade o dominava só no corpo, a mente era sadia livre e brilhante. O Adroaldo trabalhava comigo numa firma instaladora de sistemas de telecomunicações, montávamos rádios mono canais e instalávamos antenas de todos os tipos e freqüências, e olha que isso já faz muito tempo, hoje o Adroaldo fica em casa cuidando dos netos enquanto os filhos trabalham. Coisa de velho gaga.
    Como todo o paciente renal, Adroaldo sonhava com um transplante, mas o seu tipo sanguíneo o tornava um receptor de um grupo onde havia poucas chances de transplante.
    Meu convívio dom o Adroaldo gerara uma relação carinhosa onde a empatia era soberana. Muitas vezes enquanto almoçávamos num restaurante de estrada. Ao ver o Adroaldo tomar um refrigerante, eu sentia uma pontada do lado direito do meu corpo como se o líquido que ele bebia se vingasse no meu rim.
    Éramos peritos em estabelecer enlaces radioelétricos, Ficávamos em cima das torres separadas de muitos quilômetros e trocávamos um com o outro, informações pelas próprias antenas até que elas ficassem perfeitamente alinhadas. Tínhamos que deixar o enlace dentro das constantes físicas do projeto de instalação, para isso, ajustavamos os stubs, a potência do rádio e o ganho das antenas. Tudo de tal forma, que o enlace ficasse perfeito. Porem, sempre acontecia uma coisa mórbida, era a linguagem que o Adroaldo usava comigo. Na hora marcada, com o rádio no ouvido eu recebia o chamado do amigo com aquele jeito estranho.
    -Receptor chamando doador, cambio. Receptor chamando doador, cambio.
    Eu tinha a impressão que ele não irradiava para mim, mas para o mundo. Outras vezes o Adroaldo usava uns termos estranho embora lógico. Ao invés dele dizer: Injeta mais 10mW no cabo coaxial, ele dizia: Injeta mais 10ml na veia. Ou então quando um conector era suspeito de estar gerando uma estacionária muito elevada, ele dizia: Vamos fazer um transplante.
    Assim, durante muitos anos o Adroaldo adjetivou daquele jeito comprometido. Nenhum anteneiro subestima a dificuldade de alinhar duas antenas que estejam geograficamente muito separadas. Vocês sabem um enlace não se faz com o máximo sinal e sim com o sinal certo, isso sempre nos acontecia nas instalações. Alem de bons instrumentos, os técnicos precisam ter muita afinidade, as vozes precisam ser claras e muito inteligíveis, existem palavras no português que podem nos confundir quando estão no meio de uma frase, assim como “pior” pode ser compreendido como “melhor” ou “melhorou” pode ser confundido com “piorou”, Em telecomunicação, trabalhamos muito com a dedução, realmente ouvimos cerca de setenta por cento do que é dito, o resto fica implícito pela dedução. Quando se está cansado, quase que existe um desejo de ouvir errado. Fora as confusões naturais da nossa língua como o do “pois sim” e do “pois não” que tem sentido trocado. Os anteneiros sabem disso.
    O Adroaldo não viajava muito, em três tardes por semana, ele se submetia a uma sessão de hemodiálise numa clinica médica. Ali ele filtrava o seu sangue numa máquina, enquanto conversava com uma médica responsável pelos serviços.
    Certo dia, fui esperar o Adroaldo na clínica depois de uma sessão. Guiado por uma enfermeira, me aproximei da sala onde se realizava a hemodiálise. Antes de entrar na sala, ouvi a voz do meu amigo que dizia para a médica;

    Continua...



  5. Continuação...

    -Para eu receber, alguém tem que transmitir e lá do outro lado não tem ninguém, alem disso eu acho que não sou um bom receptor.
    A médica que a princípio me pareceu uma pessoa pequena, botou a mão no ombro do meu amigo e disse:
    -A fonte humana é muito grande, sua capacidade é inesgotável e regenerativa, nela os transientes nocivos são cada vez menores, hoje os receptores tem muito mais oportunidade de ganharem um rim do que no passado. Em algum lugar vive uma pessoa que um dia vai te doar esse tesouro. Era vai transmitir o bem para ti sem nem ao menos te conhecer, pois ela não estará fazendo por ti, ela transmite sem a necessidade de recepção, transmite porque nós seres humanos somos assim. Filtra isso.
    Enquanto a Dra. lia um prontuário e se regogisava internamente com o silêncio que suas palavras haviam selado no seu paciente, o Adroaldo maquinava e filtrava.
    No lugar onde eu me encontrava, fiquei pensando. Porque o Adroaldo usava comigo lá na instalação a linguagem que deveria usar aqui na clínica e aqui na clínica usava a linguagem que deveria usar lá? Durante muito tempo eu havia aceitado o jeito do Adroaldo, sentia pena dele e ficava quieto, mas agora eu ouvira um jeito oposto de falar. Por quê?
    Retirei-me silencioso dali e esperei o Adroaldo fora da clinica, á medida que os minutos passavam, germinava em mim um desejo de massacrar o Adroaldo. Vou dissolver um soluço antigo.
    O Adroaldo chegou, Eu que o conhecia há muito tempo, notei primeiro a cor brilhante do seu rosto depois da sessão, sem o cumprimentar, fui logo dizendo:
    -Como foi a diálise?
    -Melhor que as outras.
    -Algum doador?
    -Milhões.
    -O que? Conseguistes um doador?
    -Claro que não, mas isso não é o mais importante, o importante é que o ser humano tem a capacidade cada vez maior de transpor grandes visadas, existem doadores, eu não estou sozinho.
    A resposta do meu amigo me pegou de surpresa, desisti até da bronca e fomos para casa preparar a outra instalação.
    Dois dias depois quando o Adroaldo e eu estávamos novamente no alto de duas torres de micro ondas, tentando nos encontrar no espaço, eu ouvi a voz dele gritando:
    -Alo mundo, Adroaldo falando em 2423MHz, com modulação digital e com uma potência de 400mW, usando técnica de espalhamento de freqüência. Ta me copiando gaudério?
    A linguagem do Adroaldo alargava o meu soriso e na minha mente estava a figura radiante da Dra. que agora me parecia uma pessoa muito grande.
    Meu amigo estava em fase com a vida, ele havia conseguido se sintonizar no grande segredo da sua cura. O soluço no meu peito se transformou num suspiro de alívio. Respondi simplesmente.
    -QSL






Tópicos Similares

  1. Cópia física de HD em larga escala
    Por laralc no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 2
    Último Post: 08-05-2006, 14:32
  2. Link dedicado para pessoa FISICA!?!
    Por daniel_tux no fórum Redes
    Respostas: 10
    Último Post: 29-11-2005, 21:11
  3. logica x fisica
    Por alesandro no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 11
    Último Post: 24-02-2005, 14:03
  4. Tela Azul com estações Windows ME
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 5
    Último Post: 27-08-2003, 11:23
  5. Memoria Fisica..
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 13
    Último Post: 11-02-2003, 22:26

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L