Página 7 de 12 PrimeiroPrimeiro ... 234567891011 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #121

    Padrão

    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    Antes eu publicava histórias na lista. Parece que a grande maioria não gosta por isso parei mas te recomendo que leias a Fábula do Anteneito. Tem tudo a ver. Me manda o teu e-mail que eu te envio.
    Apesar de são conseguir extrair muito, sempre acompanhei e apreciei seus textos; inclusive tenho cópias no PC.
    Gostaria de ententer mais sobre antenas; a imagen de minha TV não está boa, e se eu junto mais uma TV à mesma antena (tubo de PVC como suporte dum dipolo dobrado de alumínio) a imagem fica ilegível; acho que vou fazer outra com moedas nas pontas (essa era boa mas o pedreiro - ruim - a destruiu, foi um luto calado).

  2. #122
    engenheiro eletricista
    Ingresso
    Nov 2006
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    182
    Posts de Blog
    1

    Padrão

    Gilvan, legal essa imagem que você pegou no site do Rolland. Só não entendi como um osciloscópio de 20 MHz vai fazer refletometria no domínio do tempo para sinais em 2.4 GHz e 5.8 GHz.

    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    Última edição por motacosta; 19-12-2009 às 11:54.



  3. #123

    Padrão

    RESPOSTA PARA O GABRIEL

    Gabriel.
    Realmente as imagens estão disponíveis no google, não inventei o osciloscópio nem a técnica de reflectometria. Vou te explicar a idéia.
    Para cada freqüência existe um pulso equivalente que quando aplicado numa linha de transmissão ao eliminar o seu sinal refletido estamos eliminando também o sinal refletido para aquela freqüência equivalente. Na freqüência de 2,4GHz existe o pulso equivalente.
    Lembre que pulsos podem ser vistos em osciloscópios facilmente. Assim, Basta saber qual é o tempo do pulso equivalente para a freqüência de 2,4GHz. Com a transformada de Laplace você consegue transformar uma função que está no domínio da freqüência para o domínio do tempo.
    Chama-se este processo de ajuste por relação, é coisa de anteneiro velho, mas é muito pratico e eficiente.
    Participe de um curso de antenas, poderás aprender esse truque e ensinar outros. Como nós dois sabemos, a mágica não tem dono.

    Um abraço.

  4. #124
    engenheiro eletricista
    Ingresso
    Nov 2006
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    182
    Posts de Blog
    1

    Padrão

    Gilvan, não questionei a técnica. Essa eu já conhecia. Só que você subestimou o preço dos instrumentos (R$ 1.000,00) necessários p/ fazer a medição. Eu multiplicaria por no mínimo 20 sua estimativa de R$ 1.000,00. Para você sintonizar sua antena em 2.4 GHz, não há como fazê-lo com um osciloscópío de de 20 MHz (fisicamente impossível de ver um pulso de 0,416 ns).
    O gerador de pulso deve ter largura de pulso no mínimo de 0,416 nanosegundos (1/2.4 GHz), que com certeza não custa R$ 500,00. Sobre o curso de antenas, agradeço o convite.



    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    RESPOSTA PARA O GABRIEL

    Gabriel.
    Realmente as imagens estão disponíveis no google, não inventei o osciloscópio nem a técnica de reflectometria. Vou te explicar a idéia.
    Para cada freqüência existe um pulso equivalente que quando aplicado numa linha de transmissão ao eliminar o seu sinal refletido estamos eliminando também o sinal refletido para aquela freqüência equivalente. Na freqüência de 2,4GHz existe o pulso equivalente.
    Lembre que pulsos podem ser vistos em osciloscópios facilmente. Assim, Basta saber qual é o tempo do pulso equivalente para a freqüência de 2,4GHz. Com a transformada de Laplace você consegue transformar uma função que está no domínio da freqüência para o domínio do tempo.
    Chama-se este processo de ajuste por relação, é coisa de anteneiro velho, mas é muito pratico e eficiente.
    Participe de um curso de antenas, poderás aprender esse truque e ensinar outros. Como nós dois sabemos, a mágica não tem dono.

    Um abraço.



  5. #125

    Padrão

    PAPO DE ANTENEIROS SANTOS

    Agora o papo ficou bom. Anteneiro quando discute arrepia até o lombo de matungo.
    Gabriel,
    Se tu tirares a estacionária de uma harmônica, terás tirado a estacionaria da fundamental também. Como eu disse não precisas trabalhar com as freqüências altas. Trabalha-se por relação.
    Um osciloscópio de 20MHz é muito barato.
    2.400MHz / 2 = 1.200MHz. Já ficou mais fácil.
    1.200MHz / 2 = 600 MHz Melhorou mais ainda.
    600MHz / 2 = 300 MHz Quase lá.
    300MHz / 2 = 150 MHz Chegou pertinho
    150 MHz / 2 = 75 MHz Agora é barbada
    75MHz / 2 = 35 MHz Último passo
    35MHz / 2 = 17,5 MHz Chegou. Freqüência do
    osciloscopio. MORO?
    O diabo era um cara muito ruim. Adorava fazer diabruras e ninguém aceitava ele. Mas o tempo foi passando, passando, passando e de tanto agir errado o diabo resolveu ser simplesmente o oposto do certo. Tudo com ele tinha que ser ao contrário. Foi o grande erro do diabo. Ao fazer isso ficou fácil perceber o que era certo e o diabo passou a ser o contrario do oposto. Hoje não vivemos mais sem o maldito do capeta. Senão, quem vai garantir o que é certo?
    Gabriel, vai por mim.
    PS.
    Não queres organizar um curso em parceria comigo? Poderias ser a imagem do meu domínio, ou eu poderia ser a primitiva da tua integral. Mas uma coisa é certa, nós dois juntos seríamos um grande diferencial. Sei que tu entendeu a metáfora que se esconde aqui.
    Um abraço.
    Gilvan

  6. #126
    engenheiro eletricista
    Ingresso
    Nov 2006
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    182
    Posts de Blog
    1

    Padrão

    Gilvan, eu discordo da sua afirmação:

    "Se tu tirares a estacionária de uma harmônica, terás tirado a estacionaria da fundamental também."

    Pelo simples fato de que uma antena não tem 50 ohms nos múltiplos inteiros da melhor faixa de operação (ressonância - ver figura em anexo). Coloque uma antena em uma analisador vetorial e vai perceber isso logo de cara. O que você tá dizendo é que uma antena tem 50 ohms (ou outra impedância desejada) em todos os múltiplos e submúltiplos da frequencia de operação (ressonância). Aliás, o que você ta dizendo é que existem várias frequencias (múltiplas ou submúltiplas inteiras da fundamental) onde o VSWR vai ser igual a 1. O que sabemos que não é verdade. Isso é matematicamente provado quando temos que a impedância da antena dependa da frequencia Z = R + jwX. O termo "jwX" depende da frequencia (pulso). Para cada pulso você terá um Z diferente (que não é 50 ohms). Não ignore a matemática, ela é importante aqui. Vá por mim, digo eu.

    Veja o exemplo a figura em anexo tirado de: The Copper Toilet Float Experimental Wideband Antenna.

    Veja que o melhor VSWR (prox. de 1) é em 1.5 GHz. Não signfica que em 750 Mhz, 3 GHz ou 4.5 GHz temos VSWR igual a 1 por ser múltiplo inteiro de 1.5 GHz.

    Você sintonizar uma antena com pulso referente a 17.5 MHz não signfica "nem a pau" que essa antena tá perfeitamente casada em 2.4 GHz. Nem a pau mesmo.

    Fico lisonjeado pelo convite do curso, mas tenho restrições quanto a deslocamento e horários, o que talvez não seja interessante pra você. Quando vier no Rio avise.

    Forte abraço, tudo de bom.


    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    PAPO DE ANTENEIROS SANTOS

    Agora o papo ficou bom. Anteneiro quando discute arrepia até o lombo de matungo.
    Gabriel,
    Como eu disse não precisas trabalhar com as freqüências altas. Trabalha-se por relação.
    Um osciloscópio de 20MHz é muito barato.
    2.400MHz / 2 = 1.200MHz. Já ficou mais fácil.
    1.200MHz / 2 = 600 MHz Melhorou mais ainda.
    600MHz / 2 = 300 MHz Quase lá.
    300MHz / 2 = 150 MHz Chegou pertinho
    150 MHz / 2 = 75 MHz Agora é barbada
    75MHz / 2 = 35 MHz Último passo
    35MHz / 2 = 17,5 MHz Chegou. Freqüência do
    osciloscopio. MORO?
    O diabo era um cara muito ruim. Adorava fazer diabruras e ninguém aceitava ele. Mas o tempo foi passando, passando, passando e de tanto agir errado o diabo resolveu ser simplesmente o oposto do certo. Tudo com ele tinha que ser ao contrário. Foi o grande erro do diabo. Ao fazer isso ficou fácil perceber o que era certo e o diabo passou a ser o contrario do oposto. Hoje não vivemos mais sem o maldito do capeta. Senão, quem vai garantir o que é certo?
    Gabriel, vai por mim.
    PS.
    Não queres organizar um curso em parceria comigo? Poderias ser a imagem do meu domínio, ou eu poderia ser a primitiva da tua integral. Mas uma coisa é certa, nós dois juntos seríamos um grande diferencial. Sei que tu entendeu a metáfora que se esconde aqui.
    Um abraço.
    Gilvan
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         TFoVSWR.GIF
Visualizações:	63
Tamanho: 	16,8 KB
ID:      	6368  
    Última edição por motacosta; 22-12-2009 às 19:04.



  7. #127

    Padrão Papo com o Gabriel


    Gabriel, Impedância de antena para provedor de internet é tabu porque é difícel. Como tu escreveu a impedância de uma antena é uma grandeza complexa composta pela resistência de irradiação somada com a resistência que dissipa calor e a resistencia resultante da reatância indutiva/capacitica, formando essas duas grandesas um ângulo de fase. Mas estas grandezas não são levadas em consideração por quem compra uma antena de R$ 50,00. Duvido que alguem aqui do fórum já tenha perguntado para o fabricante o valor da impedância complexa da antena que compra.
    Antena com resistência de irradiação alta e reatância baixa é coisa de antena cara ou de anteneiro.
    Se eu fosse ensinar para acadêmicos a tirar onda estacionária numa instalação de antena, recomendaria que usassem instrumentos da linha de medidores da Bird, da Tectronic ou da HP mas, como tu bem comentou, são equipamentos caros. Então o que fazer com quem não quer gastar muito? Em eletrônica, somos mestres em encontrar o caminho mais curto e barato, por isso sugeri o geitinho do pulso.
    Este processo é eficiente e barato. Os exemplos que eu dei de harmônicos, foi para explicar como escolher o pulso equivalente. Garanto que consegue-se melhorar o casamento de impedância usando o modelo que eu expliquei. Quando eu dou o curso, faço este ajuste para os alunos aprenderem. Claro que no curso eu ensino o tempo do pulso.
    Ao aplicar este processo, não estou fazendo um acolamento perfeito como compreendestes, concordo que isso seja impossível. O melhor acoplamento que se consegue com antenas e rádios caros ou com um bom anteneiro, alcançam uma eficiência de 80% ou um VSWR de 2,85. Mas para provedor de internet estes valores são impossíveis porque só usam antenas e rádios baratos e os técnicos tem muita relutância em aprender acoplamento.
    Em média na instalação de uma antena de 2,4GHz por um proverdor, o melhor conseguido é que no máximo 40% da potência do rádio seja transformada em onda eletromagnética irradiada, o resto se perde em calor na antena porcaria e na imperícia do técnico instalador. Interessante notar que o ganho da antena não muda, gerando assim um grande engano no entendimento do problema.
    No entanto, usando a técnica da reflectometria a instalação fica macximisada. Vale a pena. Em terra de cego quem tem um olho é rei. Se ser um bom técnico é difícel, ser um bom anteneiro é mais difícel ainda.

  8. #128

    Padrão Radio Especial

    RÁDIOS AF
    Costumo fazer link com rádios que não precisam estar homologados pela Anatel e não necessitam de licença. Estes rádios operam com uma velocidade de 100Mbps e alcançam até 7 km. São fáceis de instalar e estão dentro das Normas Técnicas. Não usam antenas de espécie nenhuma, não sofrem interferências, possuem relação sinal/ruído muito alta e o preço não é mais caro que um bom rádio. Altamente acessível.
    Estes rádios são muito utilizados pelos radio difusores. Quem sabe em muitos casos seriam ótimos para um provedor de internet.
    Nunca ministrei curso sobre rádios para os provedores, somente de antenas, sempre achei que esta área de conhecimento estava muito fragilizada, mas vocês nem imaginam o quanto de recursos existem nos rádios.
    Quem sabe este pessoal que ministram curso sobre rádios possam ensinar a operar com rádios nas freqüências que a Anatel libera completamente e que operam acima de 275GHz. Existem maravilhas a disposição.
    Eu estou á disposição para qualquer solicitação fácil.
    Quem disse que não dá, com freqüência alta, atravessar um arvoredo? Ou uma cerca de tela? Ou um furo na parede? Ou entre dois edifícios muito juntos? Linha de Fresnel? Qua...qua...qua... ela depende do comprimento de onda e este depende da freqüência.
    Um bom anteneiro consegue passar o seu sinal por dentro de qualquer furinho.
    Vocês já fizeram numa mesa de snook um corte ao fundo? Ou uma caçapada numa bola esnucada? Isso também dá para fazer com o sinal de alta freqüência. Legal né?
    A propósito, se preparem que este ano eu vou incomodar muito mais aqueles que não gostam das minhas linhas. Aqueles que gostam vão festejar e os indiferentes irão se coçar muito. Tudo graças ao elixir da surpresa.
    Não cumprimente jacaré, não dê beijinho de tchau tchau em onça e não faça carinho em sucuri. Aqui é Brasil, terra de grande diversidade, fauna majestosa e grandes anteneiros.
    Bom início de ano.
    A propósito, estou de férias na praia de Xangrilá. Quem quiser ir lá bater papo, leve a cerveja. Como sou gaúcho, prefiro Polar !!

    Gilvan



  9. #129

    Padrão

    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    RÁDIOS AF
    Costumo fazer link com rádios que não precisam estar homologados pela Anatel e não necessitam de licença. Estes rádios operam com uma velocidade de 100Mbps e alcançam até 7 km. São fáceis de instalar e estão dentro das Normas Técnicas. Não usam antenas de espécie nenhuma, não sofrem interferências, possuem relação sinal/ruído muito alta e o preço não é mais caro que um bom rádio. Altamente acessível.
    Estes rádios são muito utilizados pelos radio difusores. Quem sabe em muitos casos seriam ótimos para um provedor de internet.
    Nunca ministrei curso sobre rádios para os provedores, somente de antenas, sempre achei que esta área de conhecimento estava muito fragilizada, mas vocês nem imaginam o quanto de recursos existem nos rádios.
    Quem sabe este pessoal que ministram curso sobre rádios possam ensinar a operar com rádios nas freqüências que a Anatel libera completamente e que operam acima de 275GHz. Existem maravilhas a disposição.
    Eu estou á disposição para qualquer solicitação fácil.
    Quem disse que não dá, com freqüência alta, atravessar um arvoredo? Ou uma cerca de tela? Ou um furo na parede? Ou entre dois edifícios muito juntos? Linha de Fresnel? Qua...qua...qua... ela depende do comprimento de onda e este depende da freqüência.
    Um bom anteneiro consegue passar o seu sinal por dentro de qualquer furinho.
    Vocês já fizeram numa mesa de snook um corte ao fundo? Ou uma caçapada numa bola esnucada? Isso também dá para fazer com o sinal de alta freqüência. Legal né?
    A propósito, se preparem que este ano eu vou incomodar muito mais aqueles que não gostam das minhas linhas. Aqueles que gostam vão festejar e os indiferentes irão se coçar muito. Tudo graças ao elixir da surpresa.
    Não cumprimente jacaré, não dê beijinho de tchau tchau em onça e não faça carinho em sucuri. Aqui é Brasil, terra de grande diversidade, fauna majestosa e grandes anteneiros.
    Bom início de ano.
    A propósito, estou de férias na praia de Xangrilá. Quem quiser ir lá bater papo, leve a cerveja. Como sou gaúcho, prefiro Polar !!

    Gilvan
    Bom 2010.

  10. #130

    Padrão Mantena Metafísica III

    Olá rapaziada.

    Durante o ano passado, publiquei alguns artigos aqui neste post onde apresentava algumas questões clássicas da física que a meu ver deveriam ser uma bandeira para os anteneiros. Foram todos temas acadêmicos usados com a pedagogia de um velho professor.
    Alguns gostaram outros detestaram. É sempre assim. Acho até que a maioria detestou, então resolvi parar com as histórias mesmo que nelas houvesse conteúdos muito didáticos. Sempre ás uso antes de dar uma aula, espalho o conto antecipadamente e em cima dele aprofundamos na classe de aula o conteúdo principal. Em alguma página anterior chamei esta estratégia de “Pega Ratão”.
    A Antena Metafísica I e II era uma proposta interessantíssima para nos aproximarmos nos problemas que enfrentamos quando fazemos telecomunicações com rádios que operam quase na freqüência da luz.
    Na seqüência destes contos haveria a Antena Metafísica III. Não a publiquei aqui. Uma que é muito grande, outra que eu encontrei uma solução intermediária. Publiquei “Antena Metafísica III” no meu site Geenge - >>>>>>>>>> no ícone O Anteneiro. Quem quiser ler, está lá.
    Este ano estarei dando cursos demonstrando o funcionamento destes rádios que operam na faixa de EHF. São de bom preço, trafegam 100MBps full e alcançam distâncias de até 7Km. Outra coisa muito interessante é o fado de estarem incluído numa faixa de freqüência que ainda não precisa licença da Anatel.
    Que este ano seja o melhor ano para todos.
    Um abraço.



  11. #131

    Padrão

    Olá rapaziada.
    Deem uma olhada neste link abaixo e pensem em voz baixa. Não é invenção minha, isso existe desde os promórdios.
    Gilvan

    http://www.geenge.com.br/sig/home/ver_modulo2.php?codigo=28[/URL]

  12. #132

    Padrão

    Estariam estes rádios em fases diferentes? O bom do uso de um só antena é não gerar poluição desnecessária, todavia-porém-entretando como distinguir um do outro se estivem no mesmo canal? Ou há necessidade de canais diferentes?



  13. #133

    Padrão

    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    Olá rapaziada.
    Deem uma olhada neste link abaixo e pensem em voz baixa. Não é invenção minha, isso existe desde os promórdios.
    Gilvan

    http://www.geenge.com.br/sig/home/ver_modulo2.php?codigo=28[/URL]
    Caraca, como eu estou gostando destes radinhos (dir-300) baratos da D-link. Com firmware dd-wrt eles ficam um balaço para usar como clientes. Eles iriam bem para um ponto de acesso nesta configuração do desenho?

    Num tópico aqui foi comentado que isso é possivel com duplexador mas que era inviável economicamente.
    Dá uma palhinha para nós de custos deste "acoplador".
    Vou acabar tendo que ir lá na rua Camoati, 210

  14. #134

    Padrão

    UM BOM ANTENEIRO FAZ E ACONTECE

    Olá Rapaziada.

    Um sábio desses da índia disse isso.
    -Devemos fazer três atitudes para alcançar a felicidade.
    1 - Ensinar o que se sabe
    2 – Perguntar o que se ignora
    *3 – Praticar o que se ensina

    Um Rabino disse assim:
    - Que devemos ter três atitudes para alcançar a felicidade:
    1 - Ensinar o que se sabe
    2 – Perguntar o que se ignora
    3 – Treinar o que se ensina.
    *segundo ele, foi assim que ele ficou rico

    Minha sugestão é que vocês não pratiquem, mas que vocês treinem. Qual a diferença entre treinar e praticar? Vou responder. Um jogador de futebol treina. Um homem da ciência pratica. A sutileza faz toda a diferença. Vocês praticam nas instalações. eu pratico no curso.

    Vai ai uma carta para vocês colocarem de baixo da manga e usarem na hora certa. Pratiquem.

    Não é poesia, não é música, não é conto, não é charada. Ou então é tudo isso com o apelido de telecomunicação.

    A propósito antes de eu começar, aqui vai uma pergunta:
    -Vocês gostam de balé?

    THROUGHPUT



  15. #135

    Padrão

    Fundamento do TMagico

    É muito fácil fazer um curso acadêmico de antenas, qualquer engenheiro de telecomunicações está qualificado para isso. Mas onde existe um curso que ensine os conteúdos que eu desenvolvo? Quem participou do meu curso e não se enriqueceu com o que aprendeu? Quem participou do curso quis ensinar o que aprendeu para vocês? Conhecimento é o segredo do sucesso, por isso ficaram quietos.
    No link que eu apresento aqui, estão os desenhos que sustentam a explicação do T MÁGICO. Olhem com atenção e se convençam. A culpa de ele existir não é minha e quem o batizou com esse nome não fui eu. No entanto eu fabrico o melhor T MÁGICO do Brasil. Claro, sou o único fabricante por enquanto, daqui a pouco vai virar moda, esperem para ver.
    Vocês iluminam uma cidade, bem ou mal vocês constroem um LENÇOL DIGITAL , isso não é pouca coisa. O crescimento é certo, imaginem administrar dez mil, vinte mil usuários, não vai ser fácil, ferramentas como essa do T MÁGICO precisam ter seu uso dominado pelos anteneiros.
    Se quiseres ver um T MÁGICO funcionando escreva-se para o curso dia 13 de março. Duvido que você não se apaixone.

    Um abraço.

  16. #136

    Padrão

    Acreditem o T Mágico é uma bela solução,
    olhem o desenho que este link contem.
    T M



  17. #137

  18. #138

    Padrão

    Olá Fernando.
    Que bom que tu perguntaste. Estamos vendendo o T Mágico por CR$ 180,00 com direito a trocar por antena se não agradar.
    Duvido que não agrade.



  19. #139

    Padrão

    Justo... mas antes me responda uma coisa sobre o funcionamento dele, é como um load balance jogando uma conexao para cada ap? juro pra ti aque nao entendi muito bem seus desenhos... podia continuar com os contos de fadas eram mais faceis...

  20. #140

    Padrão

    Gilvan, estou gostando, pois ultimamente tu (acho que posso trata-lo assim, pois somos da mesma geração), tens vindo dar algumas explicações a mais, não deixando o assunto totalmente solto como antigamente.
    Não vou entrar no mérito técnico da coisa, mas este equipamento colocado lá em cima, não vai criar uma tremenda dor de cabeça com a Anatel?
    Já que ele resolve , não seria o caso de fazer uma homologação do produto?