Página 4 de 29 PrimeiroPrimeiro 123456789 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. ja sabemos que eh necessario usar link dedicado...
    porem, nen todo usam somente link dedicado.
    alguns usam em load balance, e outros somente adsl.

    geralmente, devido aos valores, mtooo carooo

    vemos as grandes teles oferecendo velocidades mto altas a baixo preco.
    e cada vez baixando mais ainda o valor das velocidades.

    porem, os links dedicados nunca baixam... passa anos e continuam os mesmos valores...

    de um lado, vejo isso como uma forma de eliminar a concorrencia
    pois, como ja foi dito: provedor tem que usar link dedicado

    nao ha nenhuma forma de brigar contra isso?
    a materia prima fornecida aos concorrentes la em cima, enquanto... o produto final das grandes teles la embaixo (e baixando mais)...

  2. Para a ANATEL não tem problema nenhum o uso de qq tipo de link! Como o CATV brilhantemente resumiu ADSL é um tipo de tecnologia! Ou seja, a operadora pode te vender um link, por exemplo, de um 256k full com 100% de banda garantida e te entregar por ADSL, como ela pode entregar por frame, rádio, etc.

    O problema é com a operadora: podem ver que todos os ADSL tem contrato proibindo a "revenda", "aluguel", "cessão", "compartilhamento", etc.

    Em alguns lugares as operadoras já enviaram cartas para as pessoas que elas detectam que estão compartilhando o link (principalmente na região sul). Mas isso já faz um tempo.

    Aqui em SP, faz uns 3 meses +- a polícia civil andou indo com Agente da ANATEL em alguns provedores que tem ADSL. Que eu tenha ficado sabendo não foram mais do que 5 visitados. Depois nunca mais... A Telefônica estava tentando jogar a culpa da péssima qualidade do Speedy nos "provedores piratas". Engraçado é ver a ANATEL se prestando ao serviço de ir com a polícia no local: o problema não é da ANATEL, mas da Telefônica com o usuário!

    Se o contrato proíbe, pq a Telefônica não cortou o sinal? Ela fez foi terrorismo, e com isso com certeza vendeu muito link dedicado!!!

    Já andou rolando aqui no Under até um Ofício da ANATEL dizendo que não importa se o link é ADSL.

    Há alguns anos o ADSL era bom, dava para compartilhar seguramente! Hoje a coisa tá feia! Aqui em SP foi proibida a venda do ADSL Speedy pela má qualidade no serviço!

    Assim, quem quer se profissionalizar no ramo de internet precisa mesmo de um link dedicado.

    Como já apontado, pode ser utilizado um link dedicado com um ou mais ADSL ao mesmo tempo para dar conta do recado baixando o custo do provedor. Se o ADSL cai, o dedicado pelo menos segura a onda até voltar o ADSL no ar...

    Abraço
    Fabrício



  3. Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    David, qual a forma de avaliar o limite de conexões de uma adsl, e verificar se não existe para o dedicado?
    A princípio não daria para dizer com exatidão, inclusive podemos ver as coisas de uma forma diferente:

    Eu acho que essa idéia seria mais real do que imaginamos, pois pensamos que a operadora faz controle de conexão simultãnea, mas estou chegando a seguinte conclusão:

    CONEXÃO SIMULTÂNEA para a operadora é quando se rotea o modem e faz compartilhamento (sendo em casa, no escritório ou no mikrotik). Então analizando desta forma, o nosso controle de conexão simultânea no Mikrotik é feito no protocolo TCP com flag SYN (início de conexão). A grosso modo nada teria a ver com compatilhamento (conexão simultânea da operadora), mas sim com o número de conexões ao mesmo tempo que os clientes poderão abrir.

    Qual é o maior problema do ADSL? MODEM TRAVANDO correto???

    Então analizamos desta forma:

    Quando o modem está em bridge, quase não trava (raramente trava)
    Quando o modem está roteado trava toda hora dependendo da quantidade de tráfego nele.


    Podemos concluir que:

    Quando o modem está em bridge há muito menos consumo de recurrso, pois ele trabalha apenas como ponte (bridge)

    Quando o modem está em router, ele consome muito mais recursos (memória e processamento), pois ele trabalha com firewall, tabela de roteamento, conexão, etc etc.... sobra muito menos recursos para ele administrar o número de pacotes que passam por ele.


    Com esta conclusão, podemos re-concluir (rssss):

    Quanto mais pacotes passam por um modem roteado, maior é a chance de ele travar.
    Com o controle de conexão simultâneas no Mikrotik, o intuito é diminuir o número de conexões simultâneas no modem de um mesmo cliente (teoricamente você poderia colocar mais clientes com isso).

    Então acredito que, não haveria uma limitação de conexões simultâneas (como todos pensamos) no ADSL, pois quando o modem está em bridge, é possível dobrar ou triplicar o volume de pps no modem e o mesmo não trava...

    Claro que preciso de mais testes, mas to chegando a essa conclusão pois agora mesmo estava com problemas aqui no meu laboratório de testes... Meu cenário é:

    1 ADSL BRIDGE 1MB - Nunca travou (até 150 pps)
    1 ADSL ROTEADO 4MB - Travando de 10 em 10 minutos (250-400 pps)

    Simplesmente inverti os papéis, colocando desta forma:

    BRIDGE 4MB (em 4hs não travou nenhuma vez)
    ROTEADO 1MB (em 4hs não travou nenhuma vez)

    Os modens que tem no mercado são todos para segmento residencial de baixa demanda, quando trabalhamos com ele em router, mais uma carga considerável de pacotes, ele trava e muito rápido (e esquenta). JJá vi gente usando os modens roteados "pelados" (abertos), para evitar que esquentem mais e travem mais rápido, mais isso só adia o problema.

    Notei também o seguinte:

    Média de pacotes por segundo (pps) que o modem roteado DLINK 500B trava é de 200-250 pacotes... Passou disso ele trava...

    Aqui nos meus testes um outro modem em bridge tá suportando quase o dobro (média de 400 pps) e não trava....

    Bom, estou compatilhando com os amigos essa idéia, pois estou realmente acreditando que não há um limite de conexões no ADSL, mas uma limitação do modem...

    O que vocês acham??

    Um teste prático, se vocês usam um ADSL em bridge, DESLIGA o controle de conexão simultâneas no Mikrotik e veja se o ADSL ira parar de funcionar.... NÃO!!!

    Só um porém sobre o link dedicado:

    É quase impossível travar, compramos estes dias um roteador cisco "pé de chinelinho" (modelinho simples de 1000 reais). Sabe quantos pps a criança trabalha?

    75000 (setenta e cinco mil pacotes por segundo)

    Por isso dedicado não trava!!! rssssss
    Última edição por catvbrasil; 06-07-2009 às 23:30.

  4. Citação Postado originalmente por FabricioViana Ver Post
    Para a ANATEL não tem problema nenhum o uso de qq tipo de link! Como o CATV brilhantemente resumiu ADSL é um tipo de tecnologia! Ou seja, a operadora pode te vender um link, por exemplo, de um 256k full com 100% de banda garantida e te entregar por ADSL, como ela pode entregar por frame, rádio, etc.

    O problema é com a operadora: podem ver que todos os ADSL tem contrato proibindo a "revenda", "aluguel", "cessão", "compartilhamento", etc.

    Em alguns lugares as operadoras já enviaram cartas para as pessoas que elas detectam que estão compartilhando o link (principalmente na região sul). Mas isso já faz um tempo.

    Aqui em SP, faz uns 3 meses +- a polícia civil andou indo com Agente da ANATEL em alguns provedores que tem ADSL. Que eu tenha ficado sabendo não foram mais do que 5 visitados. Depois nunca mais... A Telefônica estava tentando jogar a culpa da péssima qualidade do Speedy nos "provedores piratas". Engraçado é ver a ANATEL se prestando ao serviço de ir com a polícia no local: o problema não é da ANATEL, mas da Telefônica com o usuário!

    Se o contrato proíbe, pq a Telefônica não cortou o sinal? Ela fez foi terrorismo, e com isso com certeza vendeu muito link dedicado!!!

    Já andou rolando aqui no Under até um Ofício da ANATEL dizendo que não importa se o link é ADSL.

    Há alguns anos o ADSL era bom, dava para compartilhar seguramente! Hoje a coisa tá feia! Aqui em SP foi proibida a venda do ADSL Speedy pela má qualidade no serviço!

    Assim, quem quer se profissionalizar no ramo de internet precisa mesmo de um link dedicado.

    Como já apontado, pode ser utilizado um link dedicado com um ou mais ADSL ao mesmo tempo para dar conta do recado baixando o custo do provedor. Se o ADSL cai, o dedicado pelo menos segura a onda até voltar o ADSL no ar...

    Abraço
    Fabrício
    Valeu, obrigado!



  5. SCM com adsl deve ser sim permitido. Em nome da Inclusão Digital ou infoinclusão é da democratização do acesso às tecnologias da Informação, de forma a permitir a inserção de todos na sociedade da informação. Como Inclusão digital é também simplificar a sua rotina diária, maximizar o tempo e as suas potencialidades. Um incluído digitalmente não é aquele que apenas utiliza essa nova linguagem, que é o mundo digital, para trocar e-mails. Mas aquele que usufrui desse suporte para melhorar as suas condições de vida, com custo baixo que só SCM com adsl permite. Não devemos ser contra em favor de uns que querem tem lucros. Inclusão digital é internet a baixo custo para todos. Está é minha humilde opnião.
    Última edição por marollim; 07-07-2009 às 11:01. Razão: melhor compreensão






Tópicos Similares

  1. Balanceamento de Tráfego com ADSL (Velox - PPPoE)
    Por Kurn no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 20-05-2003, 10:46
  2. Problemas com ADSL no RedHat 9.0
    Por pyromaniac no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 16-04-2003, 23:45
  3. duvidas com adsl
    Por demiurgo no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 28-03-2003, 07:55
  4. GATEWAY COM ADSL
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 06-03-2003, 18:02
  5. PROBLEMAS COM ADSL
    Por Aquini no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 21-12-2002, 03:22

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L