Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Cuidado, isso pode ser um afaga de dois gumes.

    Se você registrar o funcionário com uma função na carteira e ele desempenhar outra o fumo pode ser maior depois, se ele chegar a sair da empresa por conta própria ou por demissão.

    Ele te processa por desvio de função, exige tudo que tem direito, isso inclui horas extras, periculosidade, inclusão do "por fora" na carteira" e assim por diante.

    Aí se o cara trabalha 2 anos registrado com um salario minimo e ganhando mais R$ 400,00 por fora, se ele chegar a te processar você vai levar um fumo na casa dos R$ 30.000,00.

  2. Pessoal por experiencia propria, não façam nada fora da lei, façam dentro da lei.

    Caso tenham problemas com tipo de profissão: Registre o mesmo como Auxiliar Geral, fica mais facil, ai o funcionario pode exercer qualquer função, instalador, cobrador, entregador de correpondencia, etc...

    Dicas importantes:
    -Registre teu funcionário no primeiro dia.
    -Instale um ponto digital ou manual, e exija que o mesmo bata o ponto corretamente.
    -Não deixe em hipótese alguma ele fazer, horas extras nem que a vaca tussa, se o serviço na rua -não termino faça o vir embora e terminar o horario na empresa.
    -Não pague nada por fora ao seu funcionário, vale transporte, vale refeição, incentivo financeiro, tudo tem que constar na folha de pagamento, e retirar os impostos devidos aos cofres publicos.
    - Guarde todos os comprovantes de pagamento, não perca nenhum.
    - Guarde todos os horarios de saida e entrada do seu funcionario.

    Caso o seu funcionário não esteja dando o retorno necessário ai vai as dicas:

    Faça contrato de experiencia de 45 dias + 45 dias, caso não de certo, você poderá despedir o mesmo sem, pagar os 40%.
    Caso queira continuar com o funcionario após este prazo mas ele após a experiência, começa a não dar o rendimento necessário. Fique com o mesmo por pelo menos 6 meses pelo menos ele vai pegar seu seguro desemprego, e não vai te imcomodar. Você pode inventar algumas historias tipo:

    Mas vamos aos que são respaldados pelo legislação:

    1 -Segundo legislação você pode dar 20 dias de ferias para o mesmo na volta- dipense seus serviços. Ficará bem barato.
    2- Converse com ele e dipense e mostre que todo acerto dele está ok.

    IMPORTANTISSIMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    So pague o acerto de seu funcionário homolgando o mesmo no Sindicato, marque a hora e faça o acerto de contas lá dentro. Assim você tem um respaldo legal, os reprensentante sindical vai homologar o mesmo, e ver se está tudo correto. Já que o sindicato representa a categoria.
    Pague com cheque, sempre e de preferencia em nome do funcionario isto prova que o mesmo recebeu os valores correto.

    Geralmente grandes provedores, entregam aos funcionarios roupas botas camisas etc.. Não esqueça de fazer nota de tudo, exija a devolução de tudo leve os termos de retirada que o sindicato o fará devolver, caso nao devolva, o proprio sindicato desconta o valor do do mesmo.

    Sempre cheguei a seguinte conclusão.

    Cliente não quer instalador a noite na casa dele. Se voce for organizado um bom instalador faz pelo menos 6 instalações por dia, fora algumas manutenções.

    Com o pagamento do incentivo, pague os encargos sempre, nada de pagar por fora.
    Última edição por wimigasltda; 21-09-2009 às 20:15.



  3. é isso meso.

  4. Citação Postado originalmente por wimigasltda Ver Post
    Pessoal por experiencia propria, não façam nada fora da lei, façam dentro da lei.

    Dentro ou entre as leis.

    Caso tenham problemas com tipo de profissão: Registre o mesmo como Auxiliar Geral, fica mais facil, ai o funcionario pode exercer qualquer função, instalador, cobrador, entregador de correpondencia, etc...

    Existem centenas de sindicatos que possuem atividades similares, as vezes ate a mesma função.

    Dicas importantes:
    -Registre teu funcionário no primeiro dia. Corretissimo.
    -Instale um ponto digital ou manual, e exija que o mesmo bata o ponto corretamente. O ponto só é obrigatorio para empresas com mais de 10 funcionarios.
    -Não deixe em hipótese alguma ele fazer, horas extras nem que a vaca tussa, se o serviço na rua -não termino faça o vir embora e terminar o horario na empresa. Serviços externos nÃo tem horario fixo se isso for especificado no contrato de trabalho não há problema nenhum.
    -Não pague nada por fora ao seu funcionário, vale transporte, vale refeição, incentivo financeiro, tudo tem que constar na folha de pagamento, e retirar os impostos devidos aos cofres publicos. Correto, mas 80% das empresas não trabalham assim, e nem poderiam.
    - Guarde todos os comprovantes de pagamento, não perca nenhum. Regra numero 1.
    - Guarde todos os horarios de saida e entrada do seu funcionário.

    Caso o seu funcionário não esteja dando o retorno necessário ai vai as dicas:

    Faça contrato de experiencia de 45 dias + 45 dias, caso não de certo, você poderá despedir o mesmo sem, pagar os 40%. Isso é basico, nunca esquecer de renovar o contrato ñ adianta nada ter mais ñ renovar.
    Caso queira continuar com o funcionario após este prazo mas ele após a experiência, começa a não dar o rendimento necessário. Fique com o mesmo por pelo menos 6 meses pelo menos ele vai pegar seu seguro desemprego, e não vai te imcomodar. Você pode inventar algumas historias tipo:

    1 -Segundo legislação você pode dar 20 dias de ferias para o mesmo na volta- dipense seus serviços. Ficará bem barato.
    Vinte dias de ferias?? isso seria as ferias proporcionais?? As ferias são devidas apos 1 ano de trabalho se você concede antes está antecipando as ferias e o pagamento das mesmas, isso ñ fará nenhuma diferença na rescisão.
    2- Converse com ele e dipense e mostre que todo acerto dele está ok.
    O importante é pagar o FGTS em dia, os sindicatos e MTE estão mais preucupados com o FGTS do que qualquer outra coisa.
    IMPORTANTISSIMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    So pague o acerto de seu funcionário homolgando o mesmo no Sindicato, marque a hora e faça o acerto de contas lá dentro. Assim você tem um respaldo legal, os reprensentante sindical vai homologar o mesmo, e ver se está tudo correto. Já que o sindicato representa a categoria.
    Pague com cheque, sempre e de preferência em nome do funcionario isto prova que o mesmo recebeu os valores correto.

    O sindicato só homologa rescisão para funcionários com mais de um ano, fora isso o acerto deve ser feito na empresa.

    Geralmente grandes provedores, entregam aos funcionarios roupas botas camisas etc.. Não esqueça de fazer nota de tudo, exija a devolução de tudo leve os termos de retirada que o sindicato o fará devolver, caso nao devolva, o próprio sindicato desconta o valor do do mesmo.
    Se o funcionários reclamar o sindicato pode fazer uma pressão para que o valor descontado seja reembolsado.

    Sempre cheguei a seguinte conclusão.

    Cliente não quer instalador a noite na casa dele. Se voce for organizado um bom instalador faz pelo menos 6 instalações por dia, fora algumas manutenções.

    Com o pagamento do incentivo, pague os encargos sempre, nada de pagar por fora.
    Se você não quer dor de cabeça com funcionário não tenha nenhum. rsrs

    Agora é serio, para você não ter problema, só fazendo o acerto na justiça, assim o juiz da quitação integral e extingue o vinculo empregatício é o funcionário não vai poder reclamar mais nada, sai mais caro é muito difícil do juiz extinguir o vinculo, converse com seu advogado eles sempre tem um jeitinho.

    Se quiser saber mais sobre isso me da um toque.



  5. Citação Postado originalmente por rogeriosims Ver Post
    Se você não quer dor de cabeça com funcionário não tenha nenhum. rsrs

    Agora é serio, para você não ter problema, só fazendo o acerto na justiça, assim o juiz da quitação integral e extingue o vinculo empregatício é o funcionário não vai poder reclamar mais nada, sai mais caro é muito difícil do juiz extinguir o vinculo, converse com seu advogado eles sempre tem um jeitinho.

    Se quiser saber mais sobre isso me da um toque.


    Isto eu chamo de SUICIDIO!!!!!!!!!!!



    -Instale um ponto digital ou manual, e exija que o mesmo bata o ponto corretamente.

    O ponto só é obrigatorio para empresas com mais de 10 funcionarios.!!!


    CORREÇÃO!!!!!

    Não é obrigatório mas por causa disto tive que pagar ao meu funcionário 6 mil reais de horas extras, pois não tive como provar que ele não fazia horas extras, isto foi a primeira coisa que o juis me perguntou e eu repondi exatamente como você está falando acima. Simplesmente o juis acredita muito mais em testemunhas do seu funcionário do que numa fala, e hoje é muito fácil arrumar testemunhas.

    EXPERIENCIA DE QUEM JÁ TEVE PROBLEMAS NA JUSTIÇA. JUÍZES aceitam papel como prova, por parte do patrão e não disse me disse, !!!!!!!!!!
    Acho que você nunca teve problemas trabalhista, mas espere a hora que tiver, vai dar graças a Deus.

    -Não deixe em hipótese alguma ele fazer, horas extras nem que a vaca tussa, se o serviço na rua -não termino faça o vir embora e terminar o horario na empresa.

    Serviços externos nÃo tem horario fixo se isso for especificado no contrato de trabalho não há problema nenhum.

    CORREÇÃO!!!!!

    Os tribunais trabalhista não reconhecem isto, ele pode pegar 3 clientes e dizer que fez neste dias algumas horas a mais, ai você se lasco, o Juiz vai acreditar que quem fez uma vez fez mais vezes, colega não se equivoque com o que está escrito, Os juízes estão mais voltados em defender o funcionário, e não sua empresa, eles fazem vistas grossas para esta tua fala acima. Também pensava assim, pois tinha na época uma empresa de entregas e era externo o serviço, quando falei isso o Juis simplesmente deu voto a favor do meu funcionário e disse. E disse isto confirma que ele trabalho horas a mais.


    1 -Segundo legislação você pode dar 20 dias de ferias para o mesmo na volta- dipense seus serviços. Ficará bem barato.
    Vinte dias de ferias?? isso seria as ferias proporcionais?? As ferias são devidas apos 1 ano de trabalho se você concede antes está antecipando as ferias e o pagamento das mesmas, isso ñ fará nenhuma diferença na rescisão

    CORREÇÃO!!!!!

    Caro colega de uma lidinha na legislação, a empresa pode dividir as férias do funcionário, mas o mínimona primeira fase tem que ser de 20 dias, esta é uma dica que ajuda a baratear o acerto.


    So pague o acerto de seu funcionário homolgando o mesmo no Sindicato, marque a hora e faça o acerto de contas lá dentro. Assim você tem um respaldo legal, os reprensentante sindical vai homologar o mesmo, e ver se está tudo correto. Já que o sindicato representa a categoria.
    Pague com cheque, sempre e de preferência em nome do funcionario isto prova que o mesmo recebeu os valores correto.

    O sindicato só homologa rescisão para funcionários com mais de um ano, fora isso o acerto deve ser feito na empresa.

    CORREÇÃO!!!!!

    Você esta falando de obrigatoriedade, neste ponto você está correto. Mas o sindicato, tem a obrigação de receber você para fazer o acerto com seu funcionário, isto é uma forma de validar sua demissão, ajuda e muito no caso de você ter alguma ação por parte do empregado na justiça, quando se procura um advogado, a primeira coisa que ele pergunta é se a rescisão contratual foi feita no sindicado independentemente do seu tempo de serviço, e mais, o sindicato vai calcular pra ver se está tudo correto, se estiver algo errado, o mesmo refaz as contas e manda você pagar. Isto é muito bom pois geralmente o funcionário lá receberá todas as orientações que está tudo ok. E não vai entrar com uma ação contra você.

    Geralmente grandes provedores, entregam aos funcionarios roupas botas camisas etc.. Não esqueça de fazer nota de tudo, exija a devolução de tudo leve os termos de retirada que o sindicato o fará devolver, caso nao devolva, o próprio sindicato desconta o valor do do mesmo.
    Se o funcionários reclamar o sindicato pode fazer uma pressão para que o valor descontado seja reembolsado.

    CORREÇÃO!!!!!


    Dificilmente, nem que entregue os trapos mas tem que entregar. Veja um funcionário não entregou o uniforme quando saiu da minha empresa, ele teve descontado de sua rescisão, o representante sindical deu 2 dias para ele devolver, disse que poderia ser descontado, pois o empregado estava se possuindo de bens da empresa que não diriam mais respeito a ele. Em outro caso o juiz descontou da rescisão de um funcionário pois citei que o mesmo não tinha devolvido o uniforme alem de levar uma mijada, teve desconto de 300 reais preço dado ao mesmo.
    Mas levei uma bucha.

    Dicas!!!!


    PESSOAL NÃO CAIM NESSA DE QUE NÃO É OBRIGATORIO ETC...


    Por parte do funcionário qualquer testemunha o Juiz da credito, o mesmo não precisa levar papel, se for ex- funcionário pior.

    Por parte do empregador o Juiz só aceita o papel, testemunha não tem peso, ou muito credito.

    As questão acima que o colega falou que não é obrigatório, foram as primeiras coisas que o advogado de defesa me perguntou e o Juiz me pergunto, logo me lasquei, pois não tinha papeis e como provar.

    Então vai da consciência de cada um, nos casos que tive problemas na justiça. Em todos perdi. Paguei as custa que não sai menos que 1500 reais mais funcionários, mais o advogado que cobra hoje é 1 salário por ida como são 3, ai fica a dica.
    Se não pagar em dois anos eles executam teus bens, e contas em bancos.


    Espero que ajude aos colegas..







Tópicos Similares

  1. Respostas: 4
    Último Post: 30-04-2017, 12:43
  2. O que é preciso para ser um instalador?
    Por pauloaalves no fórum Redes
    Respostas: 30
    Último Post: 07-03-2012, 07:19
  3. senha para instaladores .
    Por naldo864 no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 22
    Último Post: 05-02-2012, 08:45
  4. Respostas: 60
    Último Post: 09-04-2009, 13:55
  5. Dois DNS em um servidor para registrar no www.registro.br
    Por robertofl no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 6
    Último Post: 19-09-2005, 10:38

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L