+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Largura de banda 802.11g

    Boa dia!

    Estou com uma dúvida, vamos ver se alguém pode me ajudar.

    As redes 802.11b trabalham na faixa de frequência 2.4000–2.4835 Ghz. Canais 1 ao 13 permitidos no Brasil. Só que a grande maioria dos equipamentos só disponibilza canais 1 ao 11 por ser importado dos EUA e a legislação lá só permitir 1 ao 11.

    Bom, sabemos que cada canal tem uma largura de banda de 22 Mhz. Sendo que os únicos canais que não se sobrepõe são o 1, 6 e 11. O resto é sobreposição de frequência.

    Até aí tudo bem. A dúvida vem quanto ao 802.11g. A velocidade é de 54 Mbps, enquanto a 802.11b é de 11 Mbps. Eu sempre achei, minha vida toda, que o 802.11g tinha velocidade maior por utilizar uma largura de banda maior por canal (maior que os 22 Mhz do padrão b) diminuindo a utilização do espectro 2.4000–2.4835 (pois caberiam menos canais sem sobreposição).

    Eu estou que nem um louco procurando qual a largura de banda do 802.11g mas não encontro nada sobre isso. Afinal o 802.11g utiliza uma largura de banda maior (mais que 22 Mhz) para trabalhar em velocidade maior?

    Sei que o padrão b utiliza mudolação DSSS e o padrão g usa tanto DSSS quanto OFDM, mas não acho que esse é o unico motivo da velocidade superior.

    PS - Não vem ao caso os equipamentos que dizem funcionar em 108 Mbps ou 216 Mbps, pois esses tenho certeza que utilizam a faixa 2.4000–2.4835 inteira.

    Abraços!

    EDIT: Caso não tenha ficado claro, minha pergunta é: Qual a largura de banda de um canal 802.11g?
    Última edição por rafaelgrecco; 30-04-2010 às 12:39.

  2. #2
    engenheiro eletricista
    Ingresso
    Nov 2006
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    182
    Posts de Blog
    1

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    Rafael, a canalização é a mesma em 2.4 GHz entre B e G. A diferença é o OFDM. Essas 4 letras é que fazem toda a diferença.

    Sds,

    Citação Postado originalmente por rafaelgrecco Ver Post
    Boa dia!

    Estou com uma dúvida, vamos ver se alguém pode me ajudar.

    As redes 802.11b trabalham na faixa de frequência 2.4000–2.4835 Ghz. Canais 1 ao 13 permitidos no Brasil. Só que a grande maioria dos equipamentos só disponibilza canais 1 ao 11 por ser importado dos EUA e a legislação lá só permitir 1 ao 11.

    Bom, sabemos que cada canal tem uma largura de banda de 22 Mhz. Sendo que os únicos canais que não se sobrepõe são o 1, 6 e 11. O resto é sobreposição de frequência.

    Até aí tudo bem. A dúvida vem quanto ao 802.11g. A velocidade é de 54 Mbps, enquanto a 802.11b é de 11 Mbps. Eu sempre achei, minha vida toda, que o 802.11g tinha velocidade maior por utilizar uma largura de banda maior por canal (maior que os 22 Mhz do padrão b) diminuindo a utilização do espectro 2.4000–2.4835 (pois caberiam menos canais sem sobreposição).

    Eu estou que nem um louco procurando qual a largura de banda do 802.11g mas não encontro nada sobre isso. Afinal o 802.11g utiliza uma largura de banda maior (mais que 22 Mhz) para trabalhar em velocidade maior?

    Sei que o padrão b utiliza mudolação DSSS e o padrão g usa tanto DSSS quanto OFDM, mas não acho que esse é o unico motivo da velocidade superior.

    PS - Não vem ao caso os equipamentos que dizem funcionar em 108 Mbps ou 216 Mbps, pois esses tenho certeza que utilizam a faixa 2.4000–2.4835 inteira.

    Abraços!

    EDIT: Caso não tenha ficado claro, minha pergunta é: Qual a largura de banda de um canal 802.11g?



  3. #3

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    Tanto é verdade que os canais são os mesmos.
    Se mexesse na largura de 22mhz não seria possível ter b e g juntos.

    Mas gostaria de perguntar sobre o OFDM.
    Alguns firmwares está escrito ao lado da opção de potencia: OFDM fixado em 100mw.

    Significa isso que quando selecionado só modo G ele vai automáticamente para 100mW?
    E como todos os firmwares para RTL8186 são cópias uns dos outros, mesmo que não diga nada lá na config, isto vai acontecer sempre que selecionar só modo G?

    Leio seguidamente que muitos deixam a config sempre em B por ser mais estável e atingir maiores distâncias. É isso mesmo?
    Mas numa rede bem distribuida, se todos ficassem em G não seria o ideal?

  4. #4
    Batalhamos todos os dias Avatar de Almirgas
    Ingresso
    Oct 2008
    Localização
    Santa Catarina
    Posts
    722

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    [QUOTE=JorgeAldo;475436]o ideal seria todo mundo em G

    mas tem situação onde voce liga o cliente em G somente e ele cai pra 1mbit na hora que comeca a navegar... ai acaba sendo pior que o modo B

    dai tem gente que bota a rede toda em modo B...[/QUOTE

    Eu uso ele automático, b/g, isso seria prejudicial pra minha rede, será que deveria começar a optar e deixar todos em b ou g apenas???
    PS. uso nos clientes apenas bullet2, as vezes AP engenius.
    Aguardo sugestões.



  5. #5

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    [QUOTE=Almirgas;475573]
    Citação Postado originalmente por JorgeAldo Ver Post
    o ideal seria todo mundo em G

    mas tem situação onde voce liga o cliente em G somente e ele cai pra 1mbit na hora que comeca a navegar... ai acaba sendo pior que o modo B

    dai tem gente que bota a rede toda em modo B...[/QUOTE

    Qual o Engenius?

    Eu uso ele automático, b/g, isso seria prejudicial pra minha rede, será que deveria começar a optar e deixar todos em b ou g apenas???
    PS. uso nos clientes apenas bullet2, as vezes AP engenius.
    Aguardo sugestões.

  6. #6
    xargs -n 1 kill -9 Avatar de sergio
    Ingresso
    Jan 2004
    Localização
    Capital do Triângulo
    Posts
    5.202
    Posts de Blog
    9

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    Trabalhar em G é possível, mas a garantia de sinal excelente é pré-requisito, pois a sensibilidade neste modo é muito ruim e a potência de transmissão cai. Um cartão R52H, por exemplo, tem 25 dBm de potencia e -87 dBm de sensibilidade em 802.11B (11 mbps); operando em 802.11G (54 mbps) cai para 20 dBm de potencia e -70 dBm de sensibilidade.

    Um enlace que estivesse funcionando bem em 802.11b com R52H nas duas pontas e que estivesse com um sinal de -60 dBm dos dois lados, teríamos uma margem de 27 dB e o enlace funcionaria perfeitamente. Operando em modo G, teríamos o sinal em -65 dBm chegando em um rádio cuja sensibilidade é -70 dBm, ou seja apenas 5 dB de margem (fading), a qual, para esse tipo de equipamento é totalmente inviável.



  7. #7

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    é por isso que os Nano estão se dando tão bem, a sensibilidade deles é de -74 dBm em G e -92dBm em B.

  8. #8
    xargs -n 1 kill -9 Avatar de sergio
    Ingresso
    Jan 2004
    Localização
    Capital do Triângulo
    Posts
    5.202
    Posts de Blog
    9

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    Peguei este texto como referência do amigo Maia em outra lista para explicar de maneira clara como funciona os modos B e G. Mas é é isto 1929, se o fabricante se preocupa em melhorar o seu produto, logicamente poderemos, cada vez mais, melhorar nossas redes e serviços. Acredito que a UBNT está se tornando uma referência em produtos de baixo custo e alta qualidade.



  9. #9

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    Muito obrigado a todos pelas explicações!

    Eu sempre usei minha rede em modo B, pois não tive boas experiências com G. Mas afinal o problema é a sensibilidade, pois aqui na minha região existe muita interferência, tanto é que já migrei mais de 80% da minha rede para 5.8 Ghz.

    EU acho que confundi o G com largura de banda maior por causa dos equipamentos "turbo", esses sim usam uma largura de banda maior!

  10. #10

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    Esta ai um assunto que não quer calar e que muitos ficam em duvidas... Usar B+G, somente B ou Somente G?

    Se formos analisar bem de perto ,temos q analisar cenario(nivel de poluição), equipamento usado para transmitir(torre),equipamento usado para receber(cliente) e por ai em diante.

    Vou passar um pouco da minha experiencia em Modo G que venho enfrentando...

    Atualmente trabalhamos com vendas de Planos 300kbps,600kbps e 1024kbps, onde 90% dos planos são 1024kbps e gerando assim alto trafego na rede,pois a provedor tem um porte médio baixo de clientes ,então normalmente em um cartão bate trafego de 5M ~ 6M. Precisamos abandonar o modo B e fixar somente o modo G. Particularmente sou muito rigoroso quanto a nível de sinal,então instalamos somente o cliente se tiver com 100% de Cobertura(visada) e em distâncias maximas de 1,5km por repetidora. Fixamos os Rates no Ap do cliente em 24MB e Potência de 63mw e nos cartões em 24MB somente, e potência de 13db (Cartão R52H).Sendo assim o Overall Tx CCq fica em acima dos 90% e os clientes fecham 24/24, pings abaixo dos 10ms com média de 5ms.Realmente o colega citou que vem descrito "Fixado em 100mw para o OFDM em alguns firmewares e ja outros permitem que façamos alterações.Como quase 100% dos aps clientes(firmwares) não permitem a alteração de potência para o OFDM então aqui estão quase todos em 100mw.Quando visto em Registration, e selecionado um cliente na aba Signal possui :
    1Mbps -X
    24Mbps -X

    Sendo que o melhor valor sempre fica para o 1Mbps,ai é olhado o sinal do cliente e quase sempre esta batendo no melhor valor que no meu caso aqui seria 1Mbps. Naverdade oscila entre 1 e 24 nesta aba de signal, ja na janela do registration fica fixo 24/24 e não a desconexão do ap do cliente em nenhum momento.

    Estou ja ha uns 5 meses fazendo testes com o modo G em outdoor,o nível máximo que toleramos para trabalhar em G é de até -60.

    Estamos trabalhando desde fevereiro com novas instalações somente em 5.8 e com nanostation, e realmente acaba indo por água a baixo muitas teses que são levantadas na frequencia 2.4GHz.

    Até o momento estou chegando a uma seguinte conclusão:

    Em 2.4GHz é indispensável um otimo sinal no cliente dentre outros fatores,principalmente se for trabalhar como modo G,mas ai me vem uma pergunta... Tanta rigorosidade na frequencia 2.4 seria devido ao alto risco de instabilidade causada por poluição de mesma frequencia? Se o cenário fosse em 5.8 o nível de poluição fazeria o mesmo efeito que faz na 2.4? Resumindo... A rede em 5.8 é mais estavel que a rede 2.4,assumindo o mesmo cenário em ambas ou seja, se tivessemos um cenario poluido em 5.8 ele seria mais estavel que um cenario poluido em 2.4?

    Temos muitos clientes em 5.8 e ha varias redes em 5.8 concorrentes/outros pela região, porem até o momento (4 meses) não tivemos nenhum problema de interferencia na rede 5.8.

    Deixo com a palavra os nossos colegas mais experientes, pois frequento o under desde o início de 2009 e o sucesso do provedor aqui é devido ao auxilio de vocês meus grandes amigos.
    Última edição por BillGates; 23-05-2010 às 00:07.



  11. #11

    Padrão Re: Largura de banda 802.11g

    A rede 5.8 é bem mais estavel, mas ela tem interferencia ou clientes com instalaço~es com defeito, se tua rede não for rigida como é em 2.4 a 5.8 vai parar logo, porque vai conectar clientes com registreion em 6mb enves de 54mb e ai o teu pop já era ,se colocar varioas clientes com a velocidade 1mb, a 5.8 vai demorar mais uma pouco para começar os problemas do que a 2.4 ma s se não for bem cuidada ja era.
    Última edição por fitimacedo; 27-04-2011 às 01:46.