Página 4 de 10 PrimeiroPrimeiro 123456789 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Acho que não, pelo que estou reparando a RocketDISH vai ficar apenas no 5.8 mesmo.
    O Rocket900M seria para usar com a setorial mesmo.

    Acredito que as RocketDISH eles idealizaram para backhaul, para alimentar POPs em 900, 2.4 e 5.8.

    Fico curioso com um POP com Rocket900M com as setorial da Ubnt e nos cliente esse Nano loco 900, acredito que o throughput por cliente não seria muito alto.

  2. estes equipamentos de 900 mhz vai ser muito bom para quem quer internet em um local meio sem acesso



  3. Pessoal, mantenho contato com um resaler da UBNT no canadá e o mesmo já tinha me antecipado sobre essa linha em 900 uns 20 dias antes da divulgação pela propria Ubiquiti. Segundo esse resaller, o proximo lançamento envolve os picostations e uma USB em 900MHZ com canalização de 10MHZ que promete taxas efetivas de até 3mbps por até 3KM de raio com a ERB operando com rocket e setoriais 900MHZ.

    Se isso também se confirmar, podemos finalmente entrar no ramo da "auto instalação" por parte do cliente e em regimes nomades (quase móvel) semelhante as 3G.

    Quanto a linha 3,65GHZ, ao que me consta não há por parte da ANATEL nenhum impeditivo que determina exclusividade da frequencia a determinado sistema, logo, pode-se obter a licença dentro de potencia e area pre determinada em projeto e utilizar-se com exclusividade dentro da area concedida pela ANATEL.
    Tal processo não chega a ser barato, mas também não é nenhum absurdo, assim como já acontece hoje com equipamentos SDH de 8 e 10GHZ.
    O que vejo (inclusive na comunidade Wireless Brasil no Orkut) é que o pessoal tem feito confusão entre 3,65 e 3,5GHZ, sendo que os 3,5GHZ tem definição de exclusividade para carater primário destinado ao WIMAX.

    Quanto a homologação, infelizmente parece que mais uma vez seremos atrasado pela burocracia, pois a linha airmax M5 já esta em produção e uso por varias empresas a mais de um ano e até hoje a maioria dos equipamentos ainda não foram homologados e nem sei se realmente vão. Eu mesmo estou em testes com um setor em M5 e tenho comprados esperando a homologação nada menos que 50 KIts com arigrid e outros 4 setores esperando para subir.
    Infelizmente os custos nacionais não se justificam, pois o mesmo equipamento como por exemplo o rocket que custa no paraguai em torno de 170 reais, chega nas revendas nacionais por quase 400 reais, o que inviabiliza a utilização em larga escala.
    Hoje as micro e pequenas empresas optantes pelo simples, podem importar por via terrestre direto do paraguai em regime de RTU pagando um imposto unificado de 42,5%, então ná há justificativa para um lucro liquido de quase 70% sobre o valor do protudo, e infelizmente dependemos da boa vontade das importadoras e revendas para baixarem preços e homologarem os equipamentos.

  4. Esta diferencça de preços é coisa que poderá cair com o tempo. Os Nano no início eram mais caros e cairam.
    Mas mesmo assim não jusltifica. Se a Flytec vende por 170dolares, é porque comprou por muito menos da Ubiquiti.
    E como a WDC compra direto, ela deve pagar também menos.
    Quanto a homologação, a WDC é autorizada da Ubiquiti. Eu acho que a p´ropria Ubiquiti deveria pressionar o distribuidor para que ele se agilize. Mesmo que o nosso mercado ainda seja pequeno, ele é expressivo.
    Por Ex: Saiu lá, a WDC já deveria ser informada com antecedência para que começasse seu projeto de homologação. O que parece mesmo é que eles esperam a reação do mercado. Nós confiamos mais nos produtos Ubiquiti que os distribuidores oficiais.



  5. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Esta diferencça de preços é coisa que poderá cair com o tempo. Os Nano no início eram mais caros e cairam.
    Mas mesmo assim não jusltifica. Se a Flytec vende por 170dolares, é porque comprou por muito menos da Ubiquiti.
    E como a WDC compra direto, ela deve pagar também menos.
    Quanto a homologação, a WDC é autorizada da Ubiquiti. Eu acho que a p´ropria Ubiquiti deveria pressionar o distribuidor para que ele se agilize. Mesmo que o nosso mercado ainda seja pequeno, ele é expressivo.
    Por Ex: Saiu lá, a WDC já deveria ser informada com antecedência para que começasse seu projeto de homologação. O que parece mesmo é que eles esperam a reação do mercado. Nós confiamos mais nos produtos Ubiquiti que os distribuidores oficiais.

    A WDC ela importa os produtos ubiquiti, e se autodiz como fabricante. logo os mesmo vem desmontados da china e chegam ao brasil para serem montados, os impostos são bem diferenciados, se não me engano, não passa de 15% do valor das notas. Diferente da importação que custa em torno de 100% do valor do produto.






Tópicos Similares

  1. incompatibilidade entre linha ubnt e intelbras?
    Por icarooo no fórum Intelbras
    Respostas: 24
    Último Post: 23-02-2017, 07:46
  2. Preço abusivo da linha Wom Mimo
    Por icarooo no fórum Intelbras
    Respostas: 22
    Último Post: 16-05-2016, 21:35
  3. Acessar pelo MK, Linha UBNT via SHH (Sem Senha)
    Por rodolfofp no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 16-06-2014, 12:14
  4. Montar Provedor WI-FI com linha UBNT
    Por bytegomes no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 21-02-2014, 09:33
  5. ubnt- linha "m5" output power
    Por adielsonjunior no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 04-02-2012, 11:30

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L