Página 3 de 3 PrimeiroPrimeiro 123
+ Responder ao Tópico



  1. #41

    Padrão Re: Rede cabeada

    Citação Postado originalmente por marciorct Ver Post
    Tenho uma rede cabeada em bridge que me dá ping de 6ms em pacotes de 1024 bytes, são 33 switches cascateados, todos GTS, somente um APROUTER e um Greatek dentre eles, estou considerando o comprimento máximo da rede, a perna mais longa, pois as demais são somente laterais curtas. Se for pingar com 32 bytes, tenho 1 ms.

    Pelo btest tenho uma taxa de transferencia próxima de 90mbps no final da rede, mas gostaria de colocar em uns pontos umas RBs 750 para controlar a rede mais satisfatoriamente e usar umas VLAN e controlar o broadcast, embora não tenha tido problemas pois tenho poucos clientes.

    Minha dúvida é se os dados que repassei acima estão coerentes, ping e btest.
    como alimenta esses siwtchs em relacao a energia?

  2. #42

    Padrão Re: Rede cabeada

    tem lances que levo em FE separado(área com somente rede de alta) , outras diretamente dos postes, sempre 220V



  3. #43

    Padrão Re: Rede cabeada

    Boa noite galera, estava lendo alguns artigos, sou novo em redes, trabalho em um provedor e estamos lançando a rede cabeada. temos uma fonte primaria e vamos alimentar 60 switch. a energia é levada no cabo utp, sai da fonte primaria o primeiro cabo com dados e energia, nos pac's existem 8 portas, umas para receber energia e dados, outra para transportar energia e dados para o proximo pac e 6 clientes por pac.

    A pergunta é a seguinte. transportar energia pelos cabos utp nao prejudica? Nao vi muitos problemas, daki 10 dias o primeiro projeto estará funcionando e conto a vocês.

    Obs: ja lançamos 10 pac's cada um com 100 mts de distancia em um total de 1000m o ultimo pac o ping esta "1<ms" e leva ao ultimo pac 90mb.

    Obrigado galera, vou contando a vocês como esta indo a rede, qualquer duvida entre em contato aqui ou por msn.

    [email protected]

  4. #44

    Padrão Re: Rede cabeada

    Mas que "energia", CC ou CA? CC pura, sem ruídos ou ripple, não tem como atrapalhar, já CA atrapalha sim, o tamanho do "atrapalho" geralmente é pequeno, algumas poucas perdas de pacotes.

    Como CC pura só tem em bateria, dependendo do ripple da fonte escolhida pode ter umas perdas de pacotes também, mas nesse caso de fonte com ripple demais é complicado analisar se é perda devido a ruído no cabo ou se é devido ao VRM do switch operar mal devido ao ripple e isso afetar seu processamento, talvez switches de througput baixo tipo 200Mbps é que tenham esse problema, só manifestável em horarios de picos, onde o consumo aumenta, logo o ripple na fonte aumenta, logo o througput de alguns switches diminui... situação hipotética mas bem facil de ocorrer.



  5. #45

    Padrão Re: Rede cabeada

    Sempre fiz ensaio com as vias 4 e 5 unidas, no neutro ou fase, e as vias 7 e 8 idem. Nunca pensei nisso da torção do par amenizar a indutância e campo magnético.

    Cheguei a usar trafo de 48V pra testar se o problema são os 127VAC, mas tive perdas de pacotes de qualquer jeito (Mesmo que usasse os 48V no outro lado só pra alimentar uma lampada e não a fonte do switch). Com 15VAC idem. Pacotes pequenos quase nada de perda, pacotes grande algo tipo 4 ou 5%, situações em que POE DC (13-14V num lado, chegando cerca de 12V no switch) tinha praticamente 0% de perdas em pacotes grandes.

    Agora já penso em testar cabo manga 4 vias pros dados, e cabo coaxial pra algo tipo 30VAC, com trafo elevador a cada x metros, pra fins de linha pode ser uma solução de baixo custo e bem paruda, apesar do desperdício de energia na elevação.

  6. #46

    Padrão Re: Rede cabeada

    Sim, a Rede, distribuidora local de energia, sinaliza que nem aprova aluguel quando não há alimentação local, ou seja, cada switch com fonte alimentada localmente. Me parece que na privatização de uma estatais eles herdaram uns alugueis assim e tiveram problemas, aqui numa cidade vizinha ela se negou a renovar um contrato de locação desse tipo, com 127VAC pelos cabos.
    (Não me pergunte por perdas porque eram tempos de conexões de 64K-128K. Uns 10% de perdas numa rede 100M não atrapalhava)

    Mas não custa fazer ensaios... vai que aparece cabo com blindagem ou proteção boa, tipo aquele de 3 vias torcido, as distribuidoras tem usado pra 3KV se não me engano, uma versão de bitola menor mas com capa similar, junto com cabo manga blindado, talvez tenha custo acessível, que compense num prazo meio longo.
    (Aí... teria que testar se a falta de torção dos pares no cabo manga resulta em througput menor, ao lado de um cabo torcido com AC...)



  7. #47

    Padrão Re: Rede cabeada

    Na verdade deu vontade de testar os cabos coaxiais conjugados com tripolar.
    Tem de monte no mercado porque antena parabolica usa, RG59, malha de 40 a 67%, a um tripolar fio 26 a 28AWG, não torcidos, o metro em pequena quantidade sai na casa de R$ 1, pouco mais caro que UTP, em grande quantidade provavelmente a diferença seja pequena também.

    Bom, o GND do RX e do TX podem ser unidos, ou dá pra usar a malha como GND de um dos 2, denovo teria que ensaiar quais seriam as perdas pela falta de torção. Se não me engano uns CI's da familia TOP (Top100, Top216, são usados em fontes de 6 a 15W) operam a partir de 48V AC, se até 80V o choque não é tão perigoso seria uma boa solução.
    (Se não me engano no coaxial usam fio 20 ou 22, teria muito menos queda de tensão que um 24 de cabo UTP)

    Mas seria uma gambiarra !?!?

  8. #48

    Padrão Re: Rede cabeada

    Pois é, tem os adaptadores comerciais pra isso:
    Power over Ethernet & Ethernet over Coax solution Product
    não consegui preço exato mas não parece nada barato.

    Tem uns CI's tipo o LT1739 pra xDSL que permitiriam uma interface não muito complicada, se não me engano quase R$ 50 só pelo CI na Farnell. E outros CI's pra duplex em 200MHz, a algum tempo pesquisei isso pra um duplex de vídeo, também CI's na casa do par a quase R$ 100... colocar um par desse a cada poste (Pra possibilidade de um cliente no trejato) complica o custo.

    Coisa que sempre quero testar mas precisa espaço é coaxial ligando 2 roteadores 802.11n, pra trajetos curtos (20m, dentro de casa) tentei, colocando atenuador, se colocar T de BNC (Que se usava em redes estrela...) a cada poste dá pra colocar roteador somente dentro da casa do cliente, nem precisa ficar no poste, precisando talvez um a cada 500m. Se não me engano tem capacitor desacoplando a antena então DC no cabo RG58 devia ser tolerado. Ainda é gambiarra mas o custo é bem menor, tem roteador N na casa dos R$ 60... um a cada 500m e a coisa fica muito barata.