+ Responder ao Tópico



  1. Beleza véio. Concordo plenamente com você.
    Este tipo de argumentação não tem como ser rebatida porque é a mais pura verdade.

    Tá vendo a diferença do que você escreveu aqui, pras outras críticas apaixonadas que
    rola de vez em quanto no fórum?

    A maioria das críticas apaixonadas eu nem vejo porque tenho mais o que fazer do que ficar defendendo a Ubiquiti, até porque não ganho nada fazendo isso (só ganho inimizade).
    Acontece que quando rola uma crítica apaixonada o meu Skype, MSN e e-mail não param de fazer "flóp", "Pan-nan-nan" e "bilummm"... Ao invéz de escrever a mesma lenga-lenga para cada uma das pessoas que ficou impressionada com os comentários eu sou forçado a entrar no under e escrever uma vez só. Daí, eu também sou um apaixonado/cabeçudo e dá no que deu nesse post

    Abraço,

    ZéAlves

  2. Zé, eu também não vi nada demais no que eu escrevi e também não gosto de críticas nem de DEFESAS apaixonadas.
    Mas indo aos fatos, o que ocorre é que a recomendação de aterramento sugerida pela UBNT é praticamente inviavel no Brasil. Eu já participei de projetos no Brasil inteiro, e simplesmente casas com rede elétrica aterrada e tomadas de 3 pinos no Brasil ainda são excessões e continuará assim por muito tempo, pois mesmo com o novo padrão de normas brasileiras que obriga o aterramento, o que mais se ve são os adaptadores de dois pinos pois equipamentos antigos ou importados (como os UBNT) não server ao novo padrão.
    O fato é que as recomendações para cabos e conectores blindados de forma a autar como terra, só servem se a rede atrás do POE também estiver OK, pois de outra maneira vira aterramento pra ingles ver.
    Depois de sucessivas queimas, o que fiz como beta em varios clientes foi adotar a conectorização e cabeamento cat 6a e utilizar o par metalico externo para descer um aterramento improvisado com haste metálica de 40cm aterrada.
    E mesmo eu intalando esse teste em 25 clientes, dois deles queimaram, então chego até a pensar que o aterramento bolado aqui, fez foi piorar.

    Não acho que sejam motivos para alarde (ainda), ou que seus clientes precisam se desesperar por ler isso aqui, mas é um fato que deve ser melhor estudado e informado para a UBNT (eu já enviei varios emails sobre o assunto e também escrevi no forum deles), de modo a adequarem a necessidade e sensibilidade do equipamento deles, as realidades da rede elétrica brasileira, pois tenho certeza que mesmo vendendo muito mundo a fora, o mercado brasileiro é um dos maiores e com grande potencial de expansão, nenhuma empresa em sã gestão iria querer perder um mercado assim.

    Atenciosamente.
    Riberto de Sousa Junior.



  3. Legal, mas vamos fugir do cenário home por enquanto.
    Vamos focar nas torres e centrais do provedores.

    Nestes locais nós temos a OBRIGAÇÃO de:
    a) Estabelecer um terra eficiente (não apenas enterrar as hastes, porque ateramento é mais do que haste enterrada)
    b) utilizar o terra eficiente em todas as tomadas
    c) descer cabeamento LAN/POE em eletroduto metálico isolado da eletricidade.
    d) usar cabos e conectores de qualidade.

    ToughCABLE - A Ubiquiti não fabrica estes cabos. O processo de seleção envolveu testes e mais testes de amostras de diversos fornecedores até encontrar o cabo ideal. ISTO NOS DIZ O SEGUINTE: nem todo cabo blindado é igual, por isso, é importante escolher uma marca confiável.
    Não precisa ser ToughCABLE, mas também não pode ser qualquer cabo blindado porque o cabo qualquer pode ser pouco eficiente.

    Cenário Home:
    Como o aterramento na casa inexiste, o provedor corre o risco de queima ou banca a proteção do equipamento.

    A porta LAN deveria ser mais robusta:
    Deveria sim, mas não é. Só nos resta se adaptar à situação enquanto a Ubiquiti não muda o projeto das portas LAN.

    Melhor solução paleativa:
    Se a Ubiquiti recomenda o aterramento e o uso de cabo blindado eficiente é sinal que eles pesquisaram e descobriram que esta é a alternativa que melhor atende quem ainda está na garantia e quem não está mais na garantia. Temos que encontrar um jeto de aterrar o equipamento e temos que usar cabo de rede blindado. Ponto final

    A Verdadeira Demonstração de Insatisfação:
    É mandar para a Ubiquiti todos os rádios que queimaram a porta LAN e ainda estão na garantia. Quando o barracão deles estiver cheio de RMA eles verão que o circuito da porta LAN é uma nhaca.

    Só tem um detalhe: Essa briga deve ser entre consumidor e fabricante. O pobre do revendedor ganha pouco e é apenas a ponte entre o fabricante e você. Além do mais, ter 20 mil clientes torrando o saco abrindo RMA é muito mais inconveniente do que ter meia dúzia de revendedor desesperado tentando apagar incêndio.

    O único ponto fraco dessa idéia seria a nota fiscal de origem para fazer o equipamento ingressar no Brasil sem ser tributado novamente.

    É possível que essa briga custe tanto quanto um equipamento novo, mas nada melhor do que o velho "dar um boi pra não brigar e dar uma boiada pra continuar na briga".


    ZéAlves

  4. Zé, mas é aí que a porca torce o Rabo...
    Sou engenheiro e minhas torres sempre tiveram todas as proteções que mandam as normas tecnicas brasileiras, mas ainda assim queimei um rocket, mas acho isso normal acontecer em uma torre exposta as descargas naturais com muito mais frequencia. Quanto a isso não é bom que aconteça, mas pode acontecer.

    Cabos eu só tenho usado os 6A da Nexans (uma das maiores fornecedoras de cabos para as teles e companhias elétricas do Brasil), a qualidade do cabo eu garanto, mas continuo batendo na tecla de que os produtos UBNT não suportam as péssimas instalações elétricas domésticas brasileiras.

    É como você disse: "ou o provedor arca com as adequações do cliente ou não usa", e disso não discordo, e estou até pensando mesmo em não usar, ou em pisar no freito e reduzir o uso até esperar uma solução da propria UBNT ou da concorrencia, mas eu não usar ou não querer gastar com instalações elétricas dos clientes, não me tira o direito de afirmar isso para meus clientes e colegas de foruns que participo.
    Não estou mentindo, não estou denegrindo nem aumentando nada. Apenas relato um fato e suas formas de contorna-lo, entao le quem quiser, faz quem quiser e compra quem quiser.

    E quanto ao RMA da UBNT, realmente basta abrir o chamado pelo site, esperar resposta e enviar o equipamento para troca, mas QUE FIQUE BEM CLARO que o frete corre por sua conta e o unico nanobridge que enviei ficou em mais de 50 reais de frete e demorou entre ida e volta quase 40 dias.


    PS.: Pelo que leio aqui você me parece um excelente profissional e não foi minha intenção levar nada para o lado pessoal, apenas fiz um relato do que vem ocorrendo em minha rede (que já tem varios milhares de reais em UBNT investidos), e abri o espaço para debatermos causas e soluções.
    Espero que possamos dialogar mais vezes em outros tópicos.



  5. Legal, só pra gente arrematar o assunto com energia positiva.

    Não se trata de coibir a expressão da pessoa. O relato de algo ruim num fórum deve ser o último recurso numa discordância entre consumidor e fabricante... Enquanto o fabricante disponibilizar meios para corrigir um problema, é injusto meter o pau nele

    Particularmente e não acredito que a Ubiquiti vá mudar o circuito da porta LAN deles (isto é a minha opinião pessoal) porque se você ler nas entrelinhas: o lançamento da fonte aterrada, o lançamento do toughCABLE e do conecotr blindado solucionam a maioria dos problemas por descarga elétrica e elevam a robustez da porta LAN para um nível aceitável.

    Creio que no momento que todos estes produtos estiverem disponíveis no mercado a Ubiquiti vai dizer:
    Não aterrou a tomada? Não usou o cabo e o conector blindados? Então não tem garantia pra LAN queimada!

    Tá certo que queda de um raio muito próximo queima muita coisa. Eu mesmo tenho uma penca de mikrotik queimado aqui, apesar de eu ter tomado as precauções técnicas quando instalei o gerenciador na empresa do cliente. Em momento algum culpo o fabricante, porque a coisa foi feia

    Nesses quase 3 anos que uso equipamento Ubiquiti na minha rede, e nas instalações que faço nos PTP das empresas, só perdi 2 rádios. Ambos estavam desprotegidos.

    Abraço,

    ZéAlves






Tópicos Similares

  1. Link 4,2km WLA-5000 baixo sinal
    Por iuredaluz no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 13-11-2007, 21:44
  2. Link entre minha casa e minha empresa 2km
    Por inter4u no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 09-09-2007, 14:24
  3. mini painel setorial 12dbi + 2km + 20 clientes.
    Por leandro17 no fórum Redes
    Respostas: 14
    Último Post: 24-08-2007, 22:00
  4. Não consigo fechar enlace de 3.2km com tsunami mp.11a
    Por Ednardo Braga no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 22-09-2005, 14:25
  5. Rede de 2Km de distancia c/ dados e voz
    Por Germano_Silva no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 30-05-2004, 23:47

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L