Página 5 de 5 PrimeiroPrimeiro 12345
+ Responder ao Tópico



  1. Nossa as antenas estão na torre ou a torre esta nas antenas?

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         torre.jpg
Visualizações:	381
Tamanho: 	91,0 KB
ID:      	18781

  2. Citação Postado originalmente por Stronks Ver Post
    Nossa as antenas estão na torre ou a torre esta nas antenas?

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         torre.jpg
Visualizações:	381
Tamanho: 	91,0 KB
ID:      	18781
    Acho que a torre está nas antenas.....kakakaka



  3. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Não vi críticas da parte do Misterbogus.
    A solução está no sistema anti-torção. Mas mesmo assim, quando o vento é muito forte, tudo pode acontecer.
    Já vi torre de telecom famosa cair. E não era torrezinha. Coisa graúda. Com certeza tinha todo um projeto em cima. Mas há momentos que nem os projetos dão 100% de garantia. É que nem pararraios. Não dão 100%.
    Mas é com certeza melhor te-los do que nada.
    O mesmo vale para as torres. Como disse o rafalokobrazil mais acima, uma lição para repensarmos sobre nossas instalações.
    As mudanças climáticas estão nos surpreendendo a cada nova estação. Não se sabe como se comportarão no ano que vem. Então é melhor usar de todos os artifícios para tentar segurar a coisa.
    E principalmente colocar mais torres e não fazer um pinheiro de natal.
    Gaucho a Anatel tá pegando pesado na sua Região se prepare que vão passar por ai, nos nossos representantes ja passaram. Tudo ok.

  4. Senhor Mediaflex. Realmente em cálculos estruturais não temos como prever a força da natureza, o que fazemos é de uso de isopletas para cálculos da força do vento em função da região, da altitude, das condições no local, tipo de torre, tipo de fixação da torre, e nos cálculos geralmente, pelo menos eu faço uso do coeficiente de segurança com margem de segurança em 50% ou seja, uma torre bem dimensionada para uma carga X de antenas, ela poderá resistir as condições normais ambientais, já tornados, ciclones e furacões é lógico que não vai suportar, ai a gente não tem bola de cristal, sabendo que temos uma série de questões, que envolve mesmo estando presente no local da obra, bastou tu virar as costas, o peão ele faz errado, veja na reportagem como é o brasileiro, o cara não tem nClique na imagem para uma versão maior

Nome:	         sem epis torre .jpg
Visualizações:	700
Tamanho: 	108,9 KB
ID:      	41828Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         pessoa em fogo em torre.jpg
Visualizações:	381
Tamanho: 	13,6 KB
ID:      	41829Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         torre-autoportante-triangular-36-metros-18500_MLB-F-226426952_8555.jpg
Visualizações:	731
Tamanho: 	96,6 KB
ID:      	41830oção de perigo, e eu gravei a imagem que segue em anexo, para tu e os demais verem que o camarada subiu na torre sem ter noção, se ele escorrega e cai, ou fere um braço, ai a coisa fica pior do que já estava, deste modo os fiscais, e autoridades quando um fato deste ocorre tem que isolar a área para pessoas inescrupulosas não venham a xeretar e causar mais inconvenientes, infelizmente no Brasil tudo é feito de qualquer jeito, apoio teu esclarecimento, que tu não sendo engenheiro, e que houveram engenheiros antes da construção da torre, fizeram as previsões necessárias, porem penso que no decorrer e na ausência dos engenheiros alguém foi lá e colocou mais uma antena, e ai aumentou a força de vento, por que uma área a mais aumenta, veja quando tu está de carro na estrada em uns 60 km/h, coloque a mão fora da janela do carro (eu fazia isto quando era menino), e ficava com a mão brincando de avião sobe e desce, por ai se vê a área de uma mão é muito pequena perante a força de empuxo, é muito forte, imagina nas áreas das antenas, a força é grande, assim imaginar e prever nós engenheiros fazemos isto na hora de calcular prevemos uma força de vento além do que a norma pede, ou seja mais o fabricante da torre que faz com material mais espesso é para aguentar muito, no entanto apoio a tua tese: quem somos nós perante a força da natureza (tipo uma rabada de crocodilo - isto é tipo chicotada - ai não tem estrutura que aguenta uma força do universo). Hoje também me surgiu um outro fato, um amigo via facebook me passou uma foto de um cara numa torre estaiada o camarada em chamas, já pedi a ele a fonte desta foto, por que de uns meses para cá tem empresas me procurando para treinar seus funcionários devido a problemas de segurança em montagem, instalação e manutenção de equipamentos com estruturas metálicas, há umas duas semanas atrás certifiquei tres montadores para montagem de prensa excentrica por que ela tem de altura 5,30 mts e o Ministério do Trabalho, CREA e agentes fiscalizadores tinha impedido o trabalho deles, ai veja em torres com altura destas devem hoje terem cumprimento as normas da ABNT e correlatas. No mercado livre tenho visto fotos em que mostram que não tem noção, fazem tudo ao bel prazer, sem noção, e assim torres sendo içadas por caminhão munck com elevador telescópico, ou seja eles transitam, sobem nas torres ao bel prazer sem equipamento nenhum e numa das fotos o camarada preso por um cabo preso na estrutura da torre - isto mais parece piada, se a mesma dobrar o camarada vai dar uma guinada e será lançado a toda sorte, vejo que as pessoas não tem noção, eu até perdi uma empresa por que comecei a cobrar que em fotos do tipo não viessem a expor as pessoas, viesse a mostrar só o x da questão que é a torre, mas não adianta são pessoas que se acham donas do saber, e a gente engenheiro é melhor perder serviços do que se passar por otário, bom desejo que solucione teu caso, e que assim exija treinamento dos que irão no local, veja se eles possuem credencial do CREA, todo funcionário de empresa, quer seja fabricante ou conservadora deve ter em seu quadro técnico (o próprio nome fala) ter funcionários qualificados em cursos de nível médio em técnico em mecânica e eletrotécnico que apresentem suas carteiras do CREA e a Certidão de Registro e Quitação do CREA, ai tu terá condições de ter um produto com qualidade, penso que muitas empresas estão sendo omissas quanto a isto, e não treinam e nem tão pouco exigem o uso de equipamentos de proteção individual, ai vem o acidente e a culpa acaba sendo dos engenheiros, que pedem, solicitam mas se fazem de esquecido, casos semelhantes de grande monta em parques de diversão não atendem as solicitações dos engenheiros no dia a dia, dizem: hã isto nunca irá acontecer comigo - ai mora o perigo, e depois a culpa é do engenheiro que assinou a ART, não é bem por ai, por isto existe o corpo técnico que irá analisar como a torre se encontrava e com certeza acabaram descobrindo que o engenheiro cumpriu a parte dele, porém alguém foi lá e alterou a configuração da torre, isto é fato em vistas de que não atendem os senhores empresários a todas as normas hoje no mercado, com raras exceções. Hoje tem como fixar o trabalhador e tenho conceitos de como o trabalhador tem que estar seguro, faço memórias de cálculos para equipamento que assegura trabalhadores na construção civil contra quedas de altura, e lá o MT, CREA e prefeitura estão em cima todos os dias, logo tudo que chega vem de surpresa, assim se alguém necessitar estar regularizando como se deva montar, instalar uma torre estou à disposição para prestar meus serviços em prol de que tua empresa e teus comandados tenha a devida segurança de acordo com normas da ABNT, Anatel além do que faço documento com dados da Anatel para a devida regularização de torres (documento este que eu editei em 2010 e é muito funcional em termos de regularização de torres já existentes). Se houver algo estou à disposição. Atts,






Tópicos Similares

  1. Respostas: 7
    Último Post: 13-09-2010, 10:25
  2. Respostas: 14
    Último Post: 01-06-2010, 09:52
  3. Mais de uma rede no mesmo hotspot
    Por victoriof no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 23-07-2009, 08:56
  4. Respostas: 1
    Último Post: 23-09-2007, 10:06
  5. Respostas: 8
    Último Post: 18-08-2004, 13:29

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L